EMD Cast #13: Review – Ao no Exorcist

Dae pessoal, aqui é o EMD trazendo mais um review para vocês.

Nesse podcast falamos tanto do anime quanto do manga, e  podemos afirmar que ambas as obras não tem a mesma qualidade.


 -> PODCAST <-

Ao no Exorcist é uma obra shounen cujo anime começou a lançar quase junto ao manga, levando obviamente a um final “filler”.  Ambas as obras tinham um cenário e premissas com potenciais, personagens carismáticos e uma boa dose de ação. Mas ambas tiveram problemas, uma acabou sendo curta de mais enquanto outra está se estendendo muito, perdendo seu objetivo e continuidade. Será que o anime vale o tempo gasto? Vale a pena gastar 10 reais por mês comprando o manga? Chequem isso e muito mais no podcast.

Lembrando que recomendamos que baixem nossos podcasts.

Para fazer o DOWNLOAD e/ou ESCUTAR ONLINEMega.

EMD Cast #13_ Review – Ao no Exorcis.mp3

(para baixar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “salvar link como”)

*As informações desse cast podem ser encontradas no final deste post.

 

 

– Informações Gerais –

Onde baixar o anime: FANSUBBER ou PUNCH! Fansub
Status: terminado.
Episódios: 25.
Onde baixar o manga: no nosso parceiro GodHand Scans
Leitura online: Central de Mangás.
Status: ainda lançando.
Volumes: 9 no momento.

*Para saber sobre as músicas utilizadas no cast ou caso tenham qualquer dúvida, entrem em contato conosco.

Anúncios

23 pensamentos sobre “EMD Cast #13: Review – Ao no Exorcist

    • De fato ele tem uma boa memória, mas eu discordo do fato dele SUSTENTAR suas opiniões.
      Nem sempre. Principalmente quando é algo que eu e o Estupra repudiamos por completo. Sempre acabamos calando ele e ele concorda com a gente no final.
      Mas de fato, fará falta. Casts com ele eram bem engraçados.

      • Bom, posso dizer que ele sustentava pelo menos até o ponto onde tudo ficava engraçado e isso, por si só, já é algo a se admirar. Quando você e o Estupra discordam, a resolução do conflito é muito rápida e direta. Não que isso seja ruim, mas sentirei falta daqueles momentos cômicos de vocês 3 juntos.
        E acrescento que eu entendo as coisas que o Gutinho queria dizer. Ele só não se expressou muito bem. Se tivesse usado isso para fazer o humor, e depois argumentado corretamente, seria perfeito (acredito que tudo estava encaminhado para esse lado). Digo que ambas as partes estavam corretas quando discordavam. Tudo é uma questão de argumentação e estabelecimento de contextos.

        • Não leve isso como uma resposta séria ou sei lá, mas acredite, você não entende o que o Gutinho queria dizer, hehehe. Eu conheço ele a muitos anos já. Ele tem um gosto bem pessoal e diferente. É o único otaku de fato que eu conheço pessoalmente.

          De fato o humor era algo muito bom, por isso esperamos que vocês gostem e aprovem as reviews que estão por vir, pois estamos “testando” novos membros para o grupo.

          Tudo de fato é uma questão de argumentação. Porém, infelizmente isso é algo que o Gutinho raramente apresentava. Não tem como discutir sobre isso também porque eu edito todos os podcasts que vocês escutam.
          Você não escuta eu e Estupra caindo na porrada por meia hora na mesma discussão. Logo, comentar sobre um membro do grupo é muito difícil para quem está de fora.

          A próxima review sai ou no sábado ou na quarta que vem. Até 😉

      • Tranquilo. Não estou levando a sério, nem nada disso. Só estou dizendo que entendo os dois lados do que me fora apresentado, mesmo o lado que perdeu na discussão. Sigo uma filosofia um pouco diferente da habitual: Uma mesma pessoa pode ter mais de uma opinião divergente sobre um mesmo tópico. Certamente podemos viver somente uma, mas podemos usar as outras como sendo válidas e base de raciocínio para entender melhor pessoas diferentes. Um exemplo mais extremo disso, para ficar claro: Não sou, nem concordo com assassinatos, mas sou bastante interessado na opinião de um assassino e na lógica usada por ele, e pelo que já li a respeito, entendo o posicionamento usado, e confesso que me surpreendeu um fato sabido por eles: Somente pessoas odiadas por outras são mortas por assassinos, ou seja, alguma coisa de errado o alvo fez (mesmo que seja contra alguém ruim, mas uma ação ruim não justifica outra, então continua sendo errado). E finalizando, não gostamos mais de uma obra quando a mesma possui um bom vilão?! ou alguém mais exótico?! Não penso no Gutinho sendo um extremista como nos meus exemplo, mas o ambiente com ele, criava um contraste interessante. Gosto de pensar que era um personagem Gutinho, elaborado pelo ecchimustdie ou pela próprio dono do apelido, a fim de criar esse efeito (afinal, o quê está dentro da cabeça da pessoa, nós não podemos ver).

        É só uma exposição filosófica mesmo, nem precisa responder isso, a não ser que queira filosofar a respeito também, ehehehe.

      • Só um detalhe de curiosidade. Eu realmente entendo sobre casos criminais, é um interesse meu bem antigo. Você comentou : ” Somente pessoas odiadas por outras são mortas por assassinos, ou seja, alguma coisa de errado o alvo fez (mesmo que seja contra alguém ruim, mas uma ação ruim não justifica outra, então continua sendo errado)”

        Depende do tipo de assassinato, e em quantidade, esse comentário esta totalmente errado.
        Grande parte dos homicídios civis são devido a interesses amorosos, inveja ou dinheiro. Para cada pessoa morta por ódio, no mínimo 5 são mortas em assaltos, estupros ou acidentalmente (homicídio culposo como em caso de motoristas bêbados). Isso sem contar os assassinatos por disputa, como em casos de carteis e assassinatos causados por maniacos (matam por desejo) e por pessoas com efeito de drogas. Grande maioria dos mortos são devido a inveja, desejo, assalto, dinheiro, diferença de interesses (religião, torcida de futebol, etc) ou acidentes, e não porque fizeram algo de errado.

        E tirando todos os casos acima, grande porcentagem dos homicídios causados pelo mundo são de guerras em países de terceiro mundo, onde as pessoas não se conhecem, então os assassinatos ocorrem devido a ordens, patriotismo ou sobrevivência, raramente envolvendo ódio.

        E o Gutinho não era um personagem, ele realmente é estranho.

        ps: comentamos sobre isso com o gutinho na review de Shamo: https://ecchimustdie.wordpress.com/2012/05/02/review-shamo/

      • Bom, estava me referindo somente aos profissionais que trabalham no submundo. Se não me engano, eles cobram cerca de $50.000 (em bitcoin), e apagam qualquer pessoa sem discriminação, sem deixar pistas que você foi o mandante. Imagine se o ex-goleiro do flamengo tivesse usado esse serviço ao invés de usar um traficante local (as coisas seriam diferentes para ele). É uma maneira fácil e segura de mandar matar alguém sem ser descoberto. Apenas um exemplo simples e pontual.

        E como já disse, apenas gosto de pensar dessa forma, mas também mantendo a opinião de vocês. Posso tranquilamente guardar mais de uma opinião a respeito, afinal para mim o resultado é o mesmo.

        ps: Posso explicar os comentários dele na review de Shamo, se você quiser. Mas prolongaríamos desnecessariamente esse comentário filosófico, transformando-o em uma discussão inútil. Então, se tiver interesse, posso escrever um e-mail com tudo.

  1. o manga e bom , so que tem coisa nele que nao da pra entender direito , tipo tudo que satan toca no mundo humano morre(fala no primeiro cap. eu acho),entao como ele teve filhos ?mas da pra espera mais porque ainda ta no começo.

  2. Nossa, sempre do uma fuçada nos blogs mas é a primeira vez que venho aqui, parabéns, é um ótimo site. Vou acessar semanalmente.
    Então, sobre o anime de Ao no Exorcist minha opinião é igual a de vocês, aparentemente eles tinham pensado em uma história lógica, com explicações e etc, mas como a televisão japonêsa é lotada não tem espaço pra todos, a equipe de animação teve que se virar com seus 25 episódios. Mas sinceramente achei divertido o anime, um final bem ruim, mas quando acabou senti um pouco de saudades (principalmente das aberturas haha).
    Mas agora o ponto que eu não consegui concordar…..o arco da família do Bon no mangá. Achei um porre, mas RUIM MESMO. O porque disso é que eu me iludi, achando que eles iriam trabalhar os personagens secundários mais profundamente, e acabou dando uma passada de leve na família do Bon, na do carequinha, serviu pra o principal treinar o fogo azul, mas nada muito sobre o passado, oque implicou no psicológico deles, nos ideais nem nada(não precisa ser seinen pra isso não é?), e no final acabou focando mais na intriga de famílias, que ainda por cima ficou mal explicada. Enfim, nada disso se mostrou tão importante no arco, e eu esperava que se mostrasse, não só isso, era o momento ideal para que se construísse isso. Eu vi o anime primeiro, então fui correndo atrás do mangá original e me deparei com isso, desculpem se esculachei, mas a decepção ao ver isso foi intensa, maior do que com o final do anime.
    Fora que a obra (anime e mangá) tem defeitos que eu acho que estraga um pouco, como o fetiche shounen de enquadrar tudo e qualquer coisa em ambientes escolares, o relacionamento da tsundere e da shiemi (é assim o nome dela?), que parece diálogo de primário, enfim…
    Também falaram da forçação de barra pra deixar cenas mais legais com músicas épicas, eu agradeço por elas estarem lá, ja imaginaram se a OST de batalha fosse equivalenta aquela batalha broxa? Broxa ao quadrado haha
    Mas acho que acabei me empolgando em digitar, como viram minha opinião é bem diferente, então eu daria: Mangá – 5 Anime – 7 (Leitores podem dar nota ou eu que to metido mesmo? xD)
    Idéias muito boas e muito mal aproveitadas.
    Então podem contar com mais um visitante no Ecchi Must Die (ja falei que adorei o nome de vocês?) de agora em diante. Falou.

    • Hahaha, agradecemos pelos elogios, cara. =)
      E é claro que não tem problema em falar o que falou ou em dar nota. Temos uma política (pelo menos enquanto não aparecem retardados nos seguindo) de aprovar todos os posts não importando o conteúdo. Assim as discussões fluem mais e podemos ver a opinião de todos os nossos leitores/ouvintes.

      Posso concordar com você. Acho que se eu fosse ler o manga, daria na mesma coisa. Tenho meio que raiva disso também. Pois afinal, se o manga pode fazer o que o anime não pode, mas por que bolas não utilizar desse “poder” para melhorar ao máximo as obras? Logo, caso algum manga deixe coisas em aberto ou pouco desenvolvidas, só posso concluir que ou o autor é um imbecil ou então a obra foi literalmente feita para retardados. Bom, fazer o quê, né?

      De fato a soundtrack do anime inteira tinha um bom nível e ajudou bastante, mas é como comentamos, aquelas músicas não seriam tão necessárias se o anime tivesse lutas melhores. Ou melhor, com lutas melhores, as músicas fariam mais sentido e não pareceriam tão forçadas como foram.

      Agradeço novamente aos elogios e bem vindo ao nosso canal! 😉

      Essa quarta-feira lançamos mais uma review de um ótimo manga. Até lá.

  3. Primeira vez q acesso o site, vcs estão de parabens!!
    Eu particularmente gosto de Ao no Exorcist (principalmante do mangá).
    Terminei de ver o anime semana passada, q só comecei a ver pq geral falava bem dele (sim, eu acompanho “modinhas” xD). O final do anime não é lá essas coisas (até me fez chorar), mas poderia ser pior. Já vi animes q terminaram do nada sem fazer sentido nenhum, e Ao não é um desses.
    A saga atual do mangá tá mto boa, em animação ficaria foda (a arte do anime é linda *-*).
    Tá, ngm qr saber minha opinião xD
    Já salvei o site de vcs nos Favoritos e continuarei acompanhando vcs!! Mais uma vez parabens pelo site!! ^^

    • Que isso, a opinião de todos para nós é importante (menos dos retardados) ;).
      Mas então, como já comentei algumas vezes, não tenho como comentar muito do manga pois eu não o leio, mas sobre o final do anime, devo concordar que, principalmente por causa daquele último episódio que comentamos, consegui “aturar” o final. Não é algo “horrível”, apenas aconteceu de eu ter esperado muito mais, mas ter me decepcionado.

      Espero que o manga esteja bom mesmo. Afinal, pelo que eu vi a estória tinha potencial. A opinião difere de pessoa pra pessoa, mas contanto que nosso leitores/ouvintes não sejam “fanboys”/”fangirls” de obras imbecis, estamos bem. E definitivamente Ao no Exorcist não foi/é uma obra imbecil. Concordando também com o que você citou, o anime de fato ficou bem bonito no quesito arte + animação.

      Bom, bem vinda ao nosso site e esperamos agradar cada vez mais. E novamente, agradecemos pelos elogios.

      Até a próxima review que sai essa quarta-feira. E já adianto, o tema lhe parecerá esquisito, mas NÃO TENHA PRECONCEITOS, pois será de uma obra MUITO boa ;).

  4. Realmente o mangá de Ao no Exorcist é razoavelmente bom… poderia ser melhor se a historia fosse melhor aproveitada pois potencial tem e MUITO.
    É um dos unicos Shounens que eu leio atualmente. Apesar de ser voltado para o Shounen não se enquadra no termo “modinha”, simplesmente por não ser semanal e sim mensal.

    Já o anime concordo com vocês até no pontos e nas virgulas aqui postados.
    Ele tinha um bom seguimento enquanto estava na mesma linha do mangá, mmaaassss tiveram de fazer 24 episodios (foi este numero mesmo?) e acabaram por fazer a pior coisa que existe em um anime… a escoria falha de todo anime, FILLERS.
    Venhamos e convenhamos… se tivessem adaptados 12 ou 13 episodios seguindo o mangá, a historia renderia um excelente anime.

    Eu dropei logo que vi que saiu do rumo do mangá (por isto não quantos episodios ele teve), eu sempre costumo dropar animes que fazem isto… é realmente raro eu continuar seguindo.
    Exemplos assim existem aos montes… atualmente temos Zetman (dropei) e casos assim sempre me lembram NeedLess (dropei depois que saiu da linha do mangá…).
    Needless tem potencial devastador e até hoje fico triste em ver que nenhuma scan brazuca faz o mangá com “vontade”, enquanto já os gringos fazem tudo dele, até mesmo todos os Spin-Offs da serie.
    Freezing é um outro exemplo a ser usado, teve uma adaptação ruim em anime, cheia de ecchi exagerado e uma historia totalmente alterada se comparada ao mangá.

    Boas adaptações de mangá para o anime são raras… algo bem adaptado sem fugir da “risca” do mangá e que te prenda na cadeira não se ve muito, atualmente como exemplos temos o bizarro Nazo no Kanojo X, (ninguem esperava muito desta serie, mas se mostrou ser fantastica… mesmos sendo um pouco estranho) no ano passado tivemos o incrivel Usagi Drop, e tambem temos dos meus classicos favoritos e melhor anime do genero DRAMA para mim, SAIKANO. Que teve uma excelente adaptação para anime sem fugir em nada do mangá (somente a censura).

    Eu vou continuar a ler o mangá de Ao no Exorcist, mas nem verei o filme, até porque já que dropei o anime não me vejo com vontade de ver o filme.

    OBS: A maioria das vezes sempre concordo com vocês, mas sempre existem as exceções:

    – Freezing
    – Guilty Crown

    Já vi vocês afirmarem que ambas, na opnião de vocês, é (Freezing/mangá) e foi (GC/anime) ruins…
    Respeito a opnião de voces mas discordo em relação a estas duas series, para mim, Freezing é um dos meus melhores mangás que acompanho atualmente e Guilty Crown foi um anime muito bom, ssiiimmmm… faço parte da maioria das pessoas “toscas” que que gostaram dele e não nego. GC foi tão bom que mesmo com varios haters no seu calcanhar ele naum se deixou ser abalado e em resposta disto as vendas foram boas e o hype se manteve alto.
    Mas concordo que ficou claro a intenção de tentarem copiarem Code Geass, e obviamente falharam. Guilty Crown não passou de uma sombra de Code Geass… mas mesmo assim, ser a sombra do fodastico Code Geass já é grande coisa.

    • Opa! Na verdade comentamos que o ANIME de Freezing é um lixo. Pois como o nome sugere, não gostamos de ecchis desnecessários, e é só o que vimos no anime.

      Mas sobre Guilty Crown, cara, o que eu posso dizer? Sou fã de histórias com um mistério a ser solucionado ou um drama bem desenvolvido, se você me ouvisse explicando o porquê de eu não gostar de Guilty Crown, provavelmente cairia na gargalhada e concordaria também. A obra cometeu tantas, TANTAS falhas, que simplesmente perdeu o sentido depois do 9º episódio. E é como você falou, desde o início da obra, na verdade, apenas pela sinopse, consegue-se interpretar que o anime tentou ser igual ou melhor a Code Geass, mas falhou terrivelmente. Os motivos, como comentei, podemos conversar de forma mais privada, porque não tenho saco de escrever tanto.

      Sobre esse Saikano, admito que não vi o anime, mas pelos gêneros no myanimelist pelo menos, não é algo que me interessaria, mas não tenho como saber de fato, pois afinal, não gosto de “mecha” e Code Geass (que é minha obra favorita dentre os animes) tem mecha até demais.

      Como talvez saiba, não gostamos nem um pouco de Nazo no Kanojo X, mas de fato muitas pessoas gostaram. Porém, nesse caso acho que seria como comentamos, é mais uma questão de “aturar” as esquisitices da obra. Tenho certeza que se eu aturasse, encontraria um bom resultado no final, mas não consegui passar nem do início do anime, então de fato, sem chances.

      Mas o que você falou sobre os fillers é um fato triste de verdade. Caso não saiba, comecei a ler mangas e pouquíssimo tempo, e ainda não li tudo que queria ter lido, logo, não conheço tantas obras e nem consigo comparar tanto animes com mangas, mas de fato, farei o mesmo que você comentou. Caso eu veja que um anime está seguindo um rumo diferente do manga, droparei a obra (assim como você, também dropei Zetman por exemplo).

      É isso. Animes ruins. Vida que segue.

      Até a próxima review. 😉

  5. So assisti o anime e tem um começo tão empolgante pra depois ficar um anime tão sonolento, a comedia nao me fez rir,as lutas corpo a corpo foram mal feitas e as relações pessoas nao é muito diferente dos milhares shonens existentes.

  6. Pingback: EMD Cast #155: Adaptação | Ecchi Must Die!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s