EMD Cast #15: Review – Berserk Ougon Jidai Hen I: Haou no Tamago

O primeiro de vários casts sobre uma mesma obra. Com um filme que foi uma ótima notícia e um ótimo entretenimento para os fãs de um grande manga.
Uma obra chamada de “lendária” por muitos, e colocada em vários Tops como a melhor obra já feita em toda a história de mangas.
Aqui está a review do Ecchi Must Die em parceria com o blog The Band of the Hawk sobre o primeiro longa metragem de uma grande obra: Berserk Ougon Jidai Hen I: Haou no Tamago!

OBS: Deixo claro que falaremos apenas da primeira parte da saga “Era de Ouro” de Berserk. Falando sobre o filme e o manga, comparando os dois e detalhando o que os dois têm a oferecer.
No podcast nós comentamos sobre detalhes dos detalhes nele, e pra quem ainda não viu o filme, apenas veja logo o filme antes de ouvir a review, pois vale a pena e só tem uma hora de duração.

 -> PODCAST <-

Lembrando que recomendamos que baixem nossos podcasts.

Para fazer o DOWNLOAD e/ou ESCUTAR ONLINEMega.

EMD Cast #15_ Review - Berserk Filme.mp3

(para baixar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “salvar link como”)

*As informações desse cast podem ser encontradas no final deste post.

*Notas

Estupratom: 8
Jonathan: 8
Caio: 8

Queremos saber a sua opinião! Então, vote e dê a sua nota para o filme!

– Informações Gerais –

Onde baixar: PUNCH! Fansub (português-BR).
Info: Primeiro filme da trilogia (1/3).

*Para saber sobre as músicas utilizadas no cast ou caso tenham qualquer dúvida, entrem em contato conosco.

Anúncios

30 pensamentos sobre “EMD Cast #15: Review – Berserk Ougon Jidai Hen I: Haou no Tamago

  1. Pingback: Review – Berserk Ougon Jidai Hen I: Haou no Tamago « THE BAND OF THE HAWK

  2. Muito bom.foi esse filme que me motivou a ler o mangá,umas das melhores artes junto com vagabond.
    gostaria de recomendar uma obra:Nozoki Ana, é um mangá com putaria,mas tem uma grande estória por trás e vale a pena ser lido.
    outra é UnbalancexUnbalance,um mangá de romance excelente.

    • Hahaha. Muito obrigado. De fato a obra é bem interessante e tem uma arte muito boa.

      E obrigado pelas recomendações. Unbalance x Unbalance já foi recomendado por outros, e já estamos dando uma olhada, mas não tinha ouvido falar desse Nozoki Ana. No myanimelist está parecendo bem ecchi retardado, então se você tiver motivos que tornem a obra algo interessante para nós, comenta aí! 😉

  3. Muito bom o cast! Vamos lá, dessa vez com a minha opinião mais pessoal:

    * Quem é realmente fã da obra completa (a compilação) e obviamente jogou os jogos de Dreamcast e de PlayStation2 (quase perdi um dedo; quem jogou entende) não tem como reclamar do CG. Na verdade pedimos por isso, e saiu melhor do quê esperávamos.
    * Essa parte é para ser um resumão e não um remake do original. Muitos animes e mangas possuem filmes como resumo e não vejo o povo reclamando tanto deles.
    * Eles estão certíssimos ao fazerem 3 filmes resumão dessa saga (se tivessem mais tempo e dinheiro, teriam feito mais), que já tem um anime, e guardarem os recursos para fazerem o resto que não foi animado. Eles já haviam anunciado que iria ser dessa forma e os fãs apoiaram (principalmente os que jogaram os jogos). Só espero que as duras críticas ao resumão não inviabilize todo o projeto, o quê é bem possível dado a situação atual do Japão.
    * Minha nota também é 9. É fiel ao manga o suficiente para complementar o anime original, além de ser divertido, e está bom. Esperem mais da parte principal desse projeto de compilação (essa é só o começo, dado que já havia uma animação pronta). Minha nota desses filmes, provavelmente, só vai cair se não mostrarem os Cachorros Loucos antes do Eclipse. Isso sim vai fazer falta, e para mim é a única parte que precisava de um filme além do Eclipse.
    * Quem já leu o manga mas não jogou os jogos, vale a pena se deliciar com os vídeos (ou de preferência o jogo em si; eu joguei no PS2 mas pode ser jogado no emulador, recomendo ter um joystick). Perceberão que mesmo um CG muito tosco, fica muito fera quando a obra é berserk. Vejam o trailer do jogo de PS2 para confirmar: http://www.youtube.com/watch?v=YSKMqKHQrh8

  4. Nossa, obra polêmica haha. Mas vamos lá, terminei a leitura do mangá não faz 2 meses e acabei de ver o filme e sinceramente achei bem dispensável. Primeiro porque não sinto a nostalgia que nem os que são fãs antigos, e principalmente por causa da animação pobre. Usar o CGI em cenas de guerra é no mínimo necessário pra não acabar gastando de mais na animação. Mas sinceramente me incomodou bastante o jeito que eles fizeram, poderiam ter feito 2 guerreiros lutando em 2D com a câmera focando neles enquanto os outros atrás são CG ou usar um desfoque com a câmera em movimento pra mascarar os defeitos, entre outros artifícios. Ok dai alguém vem me falar dos prazos do filme, limitações financeiras e etc. Mas a verdade é que nenhum fã mediano da a mínima pra isso, talvez até alguns hardcores não deem, como o estupra falou, que prezem pela qualidade, não precisa ser feito as pressas. Eu não acho que quando se analisa um filme deve-se levar em consideração os entraves da produção ou dos contratos feitos, isso seriam desculpas, eles escolheram fazer desse jeito, se ficou ruim arquem com as críticas ou cancelamento do projeto.
    Continuando com as críticas, acho difícil alguém representar Berserk em animação, o traço do Miura passa a ideia de sujeira, de brutalidade, mas quando se anima tem que ter traços mais definidos. Então eu penso, “já que usaram CGI, por que raios não usaram TEXTURA?!”, em 2D seria difícil, mas com 3D é muito mais fácil.
    Bem, os cenários são ótimos, as músicas medianas e diálogos pobres na minha opinião. Daria um 6 de boa pra esse filme. Achei que o Trilles ia dar uma nota mais baixa, se indignou tanto haha.
    Vocês chegaram a conclusão que esse filme foi pra quem é fã do mangá, como um fã desse mangá eu digo: Esse filme foi feito pra Fãs antigos, para pura nostalgia. Eu ja sabia da história, queria ver as batalhas que tiraram meu fôlego no mangá animadas, mas infelizmente elas ficaram sem graça (Ok ok, nem todas…), ainda mais que o contexto é uma coisa que valoriza elas, oque há por trás das lutas,ideais, objetivos, possíveis consequências, enfim.
    Acho que Berserk merece uma trilogia Hollywoodiana com atores e efeitos especiais de ponta, e com a duração de um Senhor dos Anéis da vida. Não custa sonhar não é haha
    Mas espero que o projeto vá pra frente, ainda mais depois do Golden Age, quero ver como vão animar ele lutando e se movimentando com a Dragon Slayer de forma realista.
    Não sei se o Estupra ja ta lendo algo, mas pelo oque conversamos no SCAM ele disse que não leu ainda Bokurano, então vou deixar essa recomendação. Um mangá muito comparado com evangelion por sinal. Tem conceitos bem interessantes.
    Mas é isso ai, sempre fico pensando se pego pesado demais haha, falou.

    • Entendo o seu ponto. Mas se não tem ninguém disposto a pagar a conta, não tem obra nenhuma. Se apareceu alguém disposto a pagar dado um prazo limite, então eles tiveram que pegar a proposta contratual. Sua sugestão é boa e todos nós gostaríamos de algo melhor, um verdadeiro ramake bem feito e não um resumão genérico. Mas foi o quê eles conseguiram fazer com os recursos que tinham. Se prefere o cancelamento a contratos mal feitos, nem perca seu tempo assistindo (nós vivemos no mundo real).
      Muitos dos recursos como as texturas que você falou, atualmente, possuem sérios problemas autorais no Japão. Até ver vídeos no youtube vai ser considerado ilegal no Japão (lei quase aprovada), por causa dos direitos autorais (mesmo no caso do autor liberar, pois não tem como provar, então vão punir todo mundo).
      Sim, merecia uma trilogia “Hollywoodiana”, mas considere que mesmo nos EUA, o bicho está pegando nos direitos autorais e censura. Tem uma pessoa que iria pegar mais de 20 anos de cadeia por ter desenhado um manga erótico, confessou que desenhou, pagou multa altíssima e mais 5 anos de trabalho comunitário. Ou seja, apenas uma caneta e um papel, juntamente com a sua ideia, pode te levar para prisão. Então assim como não está mais saindo filmes como Senhor dos Anéis, não espere ver esse tipo de filme saindo dos EUA tão cedo, independente da obra (enquanto essa situação não mudar).
      Bom, devo dizer novamente que essa parte já tem uma animação antiga. O quê você não gosta nela?! Esses filmes não podem só complementar a obra?!
      Esse projeto é realmente para fãs antigos (pois foram nós que pedimos por isso) ou os que querem uma animação da parte que não foi animada e precisa de um resumo para corrigir um pouco a animação anterior.
      E não, você não espera que o projeto vá para frente! Se você não soube aproveitar o filme, você quer um remake da obra assim como HunterXHunter ou Fullmetal Alchemist, e não esse projeto.

    • Tudo que você falou está correto Chronus. O filme é para fãs antigos da série. E de fato, conversei com o Gutinho hoje (ex-membro fixo do grupo), e ele que também está quase chegando no fim do manga (para começar a acompanhar semanalmente), acabou odiando o filme. De fato, a conclusão é que seria para fãs mais hardcore mesmo.

      Sobre a minha nota, como eu digo sempre, um 6 seria “OK” e um 7 é “bom”. Simplesmente bom.
      O que eu poderia falar do filme, é que mesmo a história não sendo muito bem desenvolvida, todos conseguem entender que o Griffith tem muito mais malícia do que aparenta, que o Guts é muito mais tenso do que aparenta, e que tem muita coisa por vir.
      Como um filme inicial, de uma obra de fantasia que tem bastante ação, achei algumas lutas muito bem feitas (principalmente a contra o Zodd) e a arte, mesmo sendo ferrada nas partes de CG, nos pontos em que um bom traço é utilizado, ela fica bonita e bem prazerosa aos olhos.

      “7” é o tipo de nota que dou a algo quando não vejo uma prioridade para recomendar a alguém. Seria uma obra no estilo “veja se não tem nada melhor para ver”. O problema como sempre falo, é justamente o fato de SEMPRE ter algo melhor pra se ver, e é aqui que entramos em um empasse.

      Obrigado pelo ótimo comentário.
      Até a próxima. 😉

      • @Rafael Ribeiro

        Então amigo,é oque eu falei, eles tinham opções, fazer desse jeito pobre ou não fazer, mas em prol da divulgação de Berserk para o relançamento do Mangá e da série antiga eles ele aceitaram. E uma vez feito, vai receber críticas e correr o risco de cancelamento, afinal vivemos no mundo real não é mesmo? Por mais fã que eu seja do mangá não sou um dos que olham uma adaptação ruim e fala “Ah, é o que tem pra hoje”.
        Não entendi a relação de textura e direitos autorais uma vez que são feitas pelos designers da produção. Mas os EUA e o Japão, como grandes produtores de entretenimento, tem leis bem rígidas mesmo, só não sei até que ponto isso pode ser considerado benéfico pra indústria.
        Quanto a trilogia Hollywoodiana falei brincando, nunca vou esperar por ela porque é quase certo que nunca virá. Mangás ganham no máximo live-actions japoneses, infelizmente. “não espere ver esse tipo de filme saindo dos EUA tão cedo, independente da obra” – The Hobbit vai estrear final do ano lá, só pra constar.
        Não considero essa obra um complemento da antiga, afinal de contas ela refez desde o início, então é uma nova obra. E de que adianta corrigir os erros do anterior e estragar os acertos?
        E Sim! Eu não aproveitei a obra e quero que o projeto vá pra frente. Qual o problema? Eu não abominei ela afinal de contas, dei um 6 dentro dos meus conceitos. Teve muita gente como você ou o Estupra que se divertiu vendo, então ela cumpriu seu papel de alguma forma. E eu expliquei que estou curioso pra ver o Guts se movimentando com a Dragon Slayer. E eu vou continuar sonhando com uma adaptação de Berserk tipo Fullmetal como falaste.

        @Trilles

        Hm, acho que 6 representa oque eu achei mesmo, um “OK”, afinal isso que ele representou é o esqueleto da história, mas enfim, bom saber que alguém teve a mesma reação que eu (Gutinho) afinal a maior parte dos fãs de Berserk já são antigos haha, mas acho que não tem problema ver obras medianas as vezes, principalmente quando é só 1h de duração.
        Mas é isso ai, valeu e até o próximo Podcast.

        • Acho que a sua nota foi causada por já conhecer a obra. Nesse caso do filme, acho que teremos três tipos de obras diferentes, sendo uma de quem é fã a muito tempo, uma de quem simplesmente já leu, e outra dos “leigos”.

      • Existem várias notas diferentes. Mas só de um filme super resumido como esse não ficar com uma nota abaixo de 5 no conceito de quem não leu o manga nem viu o primeiro anime, já é motivo mais que motivo suficiente para justificar minha nota 9 de quem é um fã antigo, já considerando os vários pontos de vista. E mesmo sendo uma espécie de remake da obra, esses filmes de maneira nenhuma são um remake puro, e sim no máximo um resumo do que seria um remake. Afinal, seria irreal querer a qualidade de uma obra enorme em apenas 3 filmes, que claramente são um resumo e não tinham objetivo se substituir o anime antigo (muitos que dão nota baixa é justamente porque queriam algo que pudesse “descartar” a animação antiga, e não foi o caso).

        Bom, vamos a alguns dados mais técnicos para vocês compreenderem melhor a situação atual (relativo a todas as obra, não somente essa).
        * Primeiro, temos os movimentos feito pelas mães japonesas culminando nas leis que estão impedindo a produção de muitos tipos de manga e anime.
        * E agora (dia 07/07/2012), direto do japão, temos mais uma notícia do nosso amigo Hiro acerca de uma nova lei: http://www.youtube.com/watch?v=XoYUkPU6AnA
        Essa lei vai dificultar a vida não só de vídeos do youtube, mas principalmente de quem baixa mangas e animes. Mesmo que essa lei seja afrouxada para deixar passar vídeo em fluxo, obras como animes e mangas provavelmente serão vetadas de qualquer tipo de reprodução não oficial.
        * Concluindo: Esse tipo de obra vai estar cada vez mais sobre vigilância. Então o quanto mais rápido for essa parte que já tem animação, melhor para a outra que é bem mais hardcore e precisa de mais liberdade para se feita.

        Agora nos EUA, quanto ao filme The Hobbit, provavelmente vai ser uma versão bem mais inocente do que o Senhor dos Aneis foi, bem mais voltado ao público infantil. Espero estar enganado, mas essa tendência tem se perpetuado por lá. E nesse caso, a coisa é muito mais complexa e demandaria muitas linhas de raciocínio, e mesmo assim não influenciaria muito nas obras japonesas, então irei me abster de expô-las.

        • Cara, acho que já está exagerando com “para vocês entenderem melhor a situação”.
          Acho que já é mais do que claro que cada pessoa dá uma nota com seus próprios critérios, logo, não tem como julgarmos se a nota de alguém está errada ou não.
          Se aparecesse alguém aqui falando que deu nota 1 por causa disso, disso e daquilo, teríamos que concordar, porque o filme de fato tem pontos fracos suficientes pra qualquer um deixar de vê-lo (como comentei no cast, quase dropei aos 20 mins só vendo cenas em CG).

          Agora, entrar com “leis japonesas” no assunto já acho meio viagem da sua parte… Mangas e animes sempre foram uma coisa quase única no Japão pela popularidade que tem. Nós “leigos” não temos como criticar ou até mesmo criar teorias sobre “o que acontecia com os mangas e com os animes?”, pois não estamos nem acostumados com o Japão, e nem se estivéssemos, não teríamos como prever o que iria acontecer.

          Basicamente acho que a discussão chegou ao fim aqui. Fãs antigos darão uma nota alta provavelmente pela animação ser uma novidade e por ter sido até bem feita em algumas cenas, e também sem censuras bobas. Já para leitores novos de Berserk, o filme provavelmente não irá cheirar nem feder, pois nada foi explicado nele, essas pessoas provavelmente não conseguirão encontrar as “mensagens” que o filme apresenta, e pra completar não sentirão a nostalgia que os fãs antigos sentiram. E por último é claro, os “leigos” sobre Berserk provavelmente acharão o filme razoável para bom, pois ele apresenta boas cenas de ação, mesmo algumas sendo feitas com uma péssima CG, e a história é cheia de mistérios. De fato foi um filme que marcou, ou por ser ruim para uns, bom para outros, ou simplesmente por ser uma novidade, mas agora, eu acho que todos estarão à espera de um segundo filme com uma qualidade melhor que a desse primeiro da trilogia.

          É isso, obrigado a todos pelos comentários e até a próxima. 😉

      • Na verdade, pelo menos para mim, a discussão já havia terminado no primeiro comentário do Chronus. Juntamente com o que foi dito no cast já se completa por si só, não precisando de resposta. Meu objetivo foi ir colocando o raciocínio de maneira fragmentada para saber até onde todos que respondessem realmente pensaram a respeito (a capacidade de cada um de ligar informações de maneira racional, e o quanto a opinião emocional influenciou sobre o raciocínio). E como você já finalizou, não preciso mais juntar os pontos (^_^)/.

        Bom, se querem saber minha real opinião, ela e a seguinte: A obra deve ser avaliada pelo que ela é (3 filmes resumindo uma grande estória), e não pelo que ela deveria ter sido. Acho que ninguém é contra ter pessoas fazendo esse tipo de avaliação.

    • Ja li ambos, são duas obras que eu faria um cast fácil, mas temos muitas outras obras na fila, então não espere uma delas tão cedo.

  5. Como ganhar 3x mais dinheiro com Berserk:
    1) Faça um filme que ninguém entende (não entendeu, vai comprar o anime);
    2) relance um anime que se entende mais ou menos (não entendeu, vai comprar o mangá);
    3) relance um mangá que se entende tudo (entendeu tudo? vai esperar o próximo filme).
    Se os seus consumidores seguirem os três passos na ordem é lucro na certa.

  6. Bom podcast! Também muito boa a participação do pessoal do thebandofthehawk (site que eu acompanho desde que comecei a ler berserk).

    Sobre a morte do garoto, tem um significado maior porque no mangá antes matar o Conde, Gutts estava observando ele treinando com o filho e lembra de quando treinava com Gambino(o pai dele), então ele se vê naquele garoto.

    Senti uma certa decepção com o filme, porque achei que o CG deixou os personagens “robotizados” o que me tirou, em parte, o prazer de assistir o filme.
    No mais, apesar de alguns outros defeitos(os personagens acabaram ficando superficiais, não só os do Bando do Falcão, mas também os protagonistas), o filme tem bons momentos, em algumas lutas e o discurso final de Griffith, também gostei das vozes de Gutts e Griffith, acho que combinaram com o que eu imaginava no mangá.

  7. Pingback: Katekyo Hitman Reborn! 394 + Review Ecchi Must Die | God Hand Scans

  8. Posso afirmar que de todos os mangas que ja vi Bersek ,Gantz e naruto sao conssiderados os melhores por min, pena que Bersek nao recebe tanta atençao pelo seu autor demorando seculos para lançamento de algum capitulo , mais vale a pena ressaltar q vale a pena esperar cada capitulo hehe.

    • Amigo… Ah, deixa pra lá…

      É sério mesmo? Naruto? Melhores mangas? Cara, você tem que procurar umas obras que já falamos no nosso site. Seu repertório de mangas deve estar bem baixo. =(

      • como ja disse Naruto, bleach e Fary Tail eu acompanho por puro masoquismo
        gantz eu dropei logo depois da invasão alienígena, pra mim acabou o gas do manga.
        Quanto a Bersek eu estou empolgado pelo que vem depois dese mini arco
        onde o autor aprofundou ainda mais o personagen de gatz
        eu penso tipo o que o autor vai mostrar pra precisar mostrar essa parte da infância de gatz, por que esse primeiro toque com o sobrenatural é importante?
        estou empolgado.
        Trilles como vc faz pra garimpar novos mangas pra ler, veio eu to muito chato
        achar mangas “novos” pra ler, vc teria algum obra onde o autor ligou o “foda-se”
        Tipo quero tentar fazer uma “obra prima” e foda-se o que o resto do mundo pense. Estou sentindo uma falta de uma obra assim onde o autor coloque a cara a tapas seja um filme, manga, anime ou livro.
        Essas Formulas que se criou com os passar dos anos na industria do entretenimento ta me incomodando.
        Filmes de ação um tipo clássico disso, coloque um protagonista bonzinho
        uma gostosa como secundaria e um antagonista mau encha de cenas de açao
        e a gostosa em poses sexy e foda-se o roteiro.

        • Cara, na verdade, como comentei algumas vezes, sou novo nessa de mangas, mas eu curto muito mangas “psicológicos” e diria que no momento estou lendo alguns muito interessantes.

          Se você gostar do estilo, recomendo muito Oyasumi Punpun, e o Kokou no Hito (que lançaremos já já =D). Agora, sinceramente, tem MUITAS obras que já fizemos reviews que recomendo muito. Você pode dar uma olhada nos nossos Tops Pessoais e ver o ranking de cada um do site para as obras que fizemos reviews, junto de nossas notas para as respectivas obras.

          Se você curtir obras mais psicológicas, mistérios e seinens com lógica, siga minhas listas que até agora só tem obras boas (em minha opinião). 😉

  9. Ola, pessoal do emd, este post contém Spoiller, vim aqui falar que li o manga, e ouvi o podcast, n vi o filme, pois ja tinha uma ideia que seria um pouco ruim pois os capítulos de berserk neste arco são maiores que a maioria (geral são 20 paginas, mais nesta parte se n me engano beira ao 40~50)e em uma hora de filme n daria de mostrar muita coisa, principalmente quanto a personagens que são extremamente bem desenvolvidos no decorrer da estória, principalmente os 3 principais, algo que me incomodou ouvindo o podcast é o fato que depois de gats ser estuprado ele ganha um horror ao toque que é muito bem elaborado no manga, e a importância do bando do falcão na ajuda de superação deste trauma, e principalmente o griffith que exerce um papel indispensável, “EU” considero a cena do banho como tendo um papel fundamental neste quesito onde o griffith pelado tem um significado como confiança, algo como pode confiar em mim eu estou pelado pois confio que você não ira me matar ou fazer algo, o gats estava armado e com roupa , e eles não tinham uma relação muito aprofundada neste momento pois o gats havia acabado de entrar no bando. Outro ponto q

  10. Outro ponto que me incomodou foi o fato da relação de amizade mutua no bando do falcão (menos do crokus, toda guerra que tinha eu torcia pra ele morrer kkk), que ela ate é mostrada com ate personagens terciários como a amizade entre gats e sua tropa, e a idolatração que o bando tem pelo griffith n é bem trabalhado, onde todos morreriam por ele em batalha, e mesmo apos o eclipse o riquert mesmo depois de saber o que ocorreu, pra mim ele não é alguém que sinta o real ódio pelo seu ex-líder, até o próprio gats quando vê o griffith apos a ressurreição ele por um instante duvida do próprio ódio, palavras do próprio personagem, acho eu que se ele tivesse na mesma situação do riquert não tendo visto a morte dos conpanheiros, estupro da caska só ficando sabendo e não vivenciando, teria raiva num primeiro momento mais depois continuaria a seguir o líder.

    obrigado pela atenção de vcs e de todos que lerem, e desculpem os erros de portugues.

  11. O anime ficou melhor que o filme, o excesso de CG deixou a movimentação dos personagens em certos trechos do filme muito grosseiras e isso me incomodou. Além de que no filme faltou a trilha sonora característica de Berserk, “Behelit”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s