EMD Cast #38: Season Review – Fall 2012

Ééé galera… Outra Season Review. Primeiramente, gostaria de pedir desculpas pelo atraso, mas esse fim de ano foi complicado para muitos de nós, mas esperamos que gostem das recomendações que fizemos nesta review.

Nesta semana, eu (Trilles) e o Lucas fizemos dois posts bem especiais e bem feitos. Deixarei o link deles abaixo. Realmente recomendo que os vejam. O das páginas do mês contém spoilers de Berserk e Green Blood.

Músicas do Mês #3 – Lendo Mangas

Melhores Páginas do Mês #2

Bom, sem mais delongas. Fiquem com a nossa Season Review – Fall 2012!

 -> PODCAST <-

Lembrando que recomendamos que baixem nossos podcasts.

Para fazer o DOWNLOAD e/ou ESCUTAR ONLINE:

EMD Cast #38_ Season Review – Fall 2.mp3

*As informações desse cast podem ser encontradas no final deste post.

Olá a todos!

Apenas gostaria de lembrar que não comentamos de algumas obras ou porque não achamos traduzidas ou porque nem o Gutinho sentiu vontade de ler (infantis por exemplo).
Sem uma introdução muito detalhada, esse texto vai ser complicado, então vamos lá… (e esse não é um texto padrão! =D)

–> LANÇAMENTOS DE ANIMES QUE TÊM MANGAS <–

Aoi Sekai no Chuushin

Dois grupos estão em guerra na época feudal no Japão. Em uma referência aos dois grandes grupos criadores de jogos SEGA e Nintendo, a estória é basicamente um shounen de luta clichê com poderes sobrenaturais, contendo um ecchi retardado e desnecessário, personagens rasos e mais, porém, a referência sobre jogos é interessante e pode ser engraçada (para quem entende do assunto), mas infelizmente, é só.

Nós, para começarmos bem essa season review (assim como a outra),
NÃO recomendamos essa obra.

BTOOOM!

Esse foi um anime que nos surpreendeu. Bom, pelo menos alguns de nós. O anime apresenta uma boa animação, com um ambiente normalmente escuro, mas o problema da censura continua, e o manga infelizmente apresenta uma arte bem porca. Sendo uma obra estilo Battle Royale (que já tem uma review aqui no site) de “survival”, nossos personagens são pessoas comuns jogadas em uma ilha com o simples objetivo de coletarem sete (7) pequenos radares (cada um pertencente a um participante) que só podem ser pegos quando a pessoa que o tem morre, assim, quem juntar sete conseguirá sair da ilha à salvo. O diferencial é o fato dos personagem utilizarem apenas “bombas” para matarem uns aos outros, de todos os tipos, é claro. Algumas, infelizmente, são até irreais, fazendo um espaço de vácuo no ar ao implodir, ou até lançando um gás que queima e derrete qualquer coisa e que se espalha em uma velocidade absurda.

Nós recomendamos apenas o anime, pois a arte do manga é ruim, mas infelizmente ele terá apenas 12 episódios… Então… Ou terá um final filler (que pode até ser bom), ou uma continuação futura.

Code:Breaker

Shounen clichê com poderes sobrenaturais e personagens horríveis, com uma arte horrível, uma estória com um enredo bobo e muito clichê.

É sério gente, não tem muito mais o que dizer. O anime é um filler criado a partir do manga, e para piorar, o manga apresenta uma arte porca, por isso tudo, a obra não merece ser mais citada por aqui.

Nós NÃO recomendamos MESMO nem o anime nem o manga.

Girls und Panzer

A opening diz tudo, é sério.

Um grupo de menininhas faz parte de um clube de atividades extracurriculares que envolve guerras utilizando TANQUES DE GUERRA! Eu realmente não tenho o que dizer sobre essa premissa bizarra. Mais detalhes no podcast.

Nós NÃO poderíamos recomendar essa merda. Sinto muito.

Jojo’s Bizarre Adventure

Faço questão, vejam a opening no Vimeo <– CLIQUEM

OBS: O anime NÃO é feito por CG como a opening.

Já sendo feita anteriormente, essa é uma nova versão animada de Jojo’s Bizarre Adventure, um manga antigo gigantesco e que também é muito conhecido. Ela apresenta uma animação meio ruim, porém, é uma obra cheia de comédia e forçações de barra feitas de propósito. Basicamente um trash que nunca vimos antes e que achamos muito bom pelos exageros propositais. A obra apresenta poderes sobrenaturais, é um shounen, mas com um enredo que aborda temas sérios como traição, maldade pura tirada da raiz, dentre outros, por isso, merece ser assistida.

Sendo algo que nunca vimos antes, nós recomendamos Jojo’s Bizarre Adventure pela experiência nova.

Kamisama Hajimemashita

Um harém de “homens” onde uma garota que é despejada de casa (por um motivo aleatório) vira Deusa de uma casa ao receber um beijo de um Deus que não deseja mais o ser.

Com um romance que não funciona como romance, um anime de animação fraca e uma arte HORRÍVEL no anime e no manga, dubladores horrendos e um enredo ridículo.

NÃO recomendamos de jeito algum essa obra.

Lichi DE Hikari Club

Um grupo de garotos montam um robô para capturar uma mulher que teria a beleza suprema. Surpreendentemente, o manga apresenta temas sérios, porém, o anime é feito por episódios de cinco (5) minutos de comédia.

O manga contém apenas um volume, então pode ser recomendável, porém, foi lido apenas pelo Thomás, então fiquem com um pé para trás!

Recomendamos, mas apenas o manga.

Little Busters!

Um grupo que tenta recriar as brincadeiras de suas juventudes, mas com essa premissa interessante, a obra se transforma depois em uma comédia babaca. Com exageros shounens e personagens estereotipados e com um manga que após o capítulo 11 se transforma  em um 4-koma (tirinhas da Turma da Mônica). Nada mais o que dizer.

Não recomendamos.

Magi ~The Labyrinth of Magic~

Uma obra que PODE surpreender, mas com uma premissa boba e BEM shounen. Com personagens bobos inicialmente, poderes exagerados, uma arte mediana para ruim e uma animação porca.

PORÉM, o MANGA parece ser muito bom, com um desenvolvimento bom nos personagens e na estória, envolvendo um mundo fantástico mágico diferente e com explicações plausíveis. E como o anime ainda não tem previsão para quantos episódios terá, deixaremos essa obra como “com potencial”.

Recomendamos Magi, mas com um pé atrás, principalmente no anime.

Onii-chan Dakedo Ai Sae Areba Kankeinai yo ne!

Onii-chan…… Preciso falar mais algo? Toda obra que tem Onii-chan É UMA MERDA. Sobre uma garota que (como sempre) quer transar com o irmão de qualquer jeito. Me desculpem, mas não vou falar mais sobre isso.

Com certeza nós NÃO recomendamos essa obra.

Sakurasou no Pet na Kanojou

Em uma escola de artes, um garoto encontra um gato e prefere ir morar no “dormitório dos retardados” por causa do acontecimento. Com um enredo imbecil e bizarro, personagens chatos e sem um bom desenvolvimento, forçações de barra e um ecchi desnecessário. A obra apresenta uma comédia que pode servir para alguns, mas é duvidável, já que o Gutinho foi o único do grupo que gostou da obra.

NÃO recomendamos, mas para os seguidores do Gutinho, pode ser algo prazeroso.

Sukitte Ii na yo

Um shoujo BOM para variar. Diferente de vários shoujos com exageros em efeitos especiais por aí, com um ambiente relaxante demonstrado com uma arte bem feita, porém, que apresenta alguns clichês babacas, como quase todo shoujo. Apresentando alguns personagens interessantes, mas outros fracos, Sukitte Ii na yo pode ser um ótimo shoujo com um bom desenvolvimento e com temas sérios, abordando até sexo, mesmo sendo um shoujo.

Nós altamente recomendamos o manga, mas o anime pode ter um final filler, porém, apresenta uma boa soundtrack, uma boa animação e pode apresentar um bom final ou uma continuação futura, então recomendamos os dois.

Tonari no Kaibutsu-kun

A melhor comédia romântica da temporada que apresenta temas interessantes e um bom desenvolvimento (por enquanto). Com um bom romance e uma boa comédia (o que é raro). Sendo bem espontânea, a obra pode ser uma das melhores surpresas de toda a temporada. Com uma arte e uma animação boas (no anime), personagens carismáticos e interessantes e com poucos clichês, porém, a obra apresenta alguns pontos fracos, como sempre.

Por essas e outras, nós recomendamos Tonari no Kaibutsu-kun, mas não é uma obra perfeita. Mais detalhes no cast.

Zetsuen no Tempest

Novos conceitos em magia com ausência de elementos. Uma obra com um cenário fantástico (do termo fantasia), mas que podem fazer você se perder no que está acontecendo. Os personagens são meio rasos, mas a animação do anime dá muitos pontos à obra. O desenvolvimento ainda é uma incógnita, mas pode ser bem feito.

Por isso, recomendamos o anime, mas não o manga, já que é muito confuso e a animação do anime adiciona muito à obra.

–> ANIMES NOVOS QUE NÃO TÊM MANGAS <–

Busou Shinki TV

Anime feito a partir de action figures. Não sabem o que é? Google it.

Com um ecchi absurdo e desnecessário. É sério, não tem porquê eu ficar com câncer ao falar mais desse troço.

NÃO recomendamos.

Chuu Ni Byou Demo Koi ga Shitai!

Comédia romântica com clichês e um tema esquisito, mas que pode funcionar para alguns, já que é um pouco realista.

Exageros acontecem no anime e personagens desnecessários e babacas são frequentes.

Mesmo tendo uma boa animação e uma boa arte,
NÂO recomendamos, porém, para alguns com cabeças abertas a cânceres, pode funcionar. Novamente, mais informações no podcast.

Ixion Saga DT

Criado a partir de um jogo com personagens chatos e clichês e com uma premissa comum. O maior problema do anime é a animação porca, com um traço porco, e outras várias coisas porcas, é sério, o único ponto que pode ser considerado bom na obra é a comédia sátira a RPGs, que só funciona para quem conhece os jogos do estilo.

Não recomendamos.

「K」

Opening horrível. Anime shounen horrível. Personagens nada carismáticos. Ecchi TOTALMENTE desnecessário. Cenas YAOI desnecessárias. Poderes exagerados.

A estória é sobre dois grupos rivais que lutam constantemente e que estão a procura de um garoto que aparece em um vídeo assassinando alguém, mas o garoto não lembra de nada disso.

Ou seja, um anime shounen, com uma premissa shounen comum e babaca, exageros nos poderes mágicos, e personagens fracos. Onde será que já vimos isso?

Pra piorar, o anime apresenta uma soundtrack fraquíssima, uma animação e uma arte boas, porém, que são exagerados tentando transformar o anime em algo mais, o que fez particularmente os meus olhos doerem ao ver a quantidade de cores desnecessárias na obra.

Nós NÃO recomendamos o anime de jeito algum. Ainda mais detalhes no cast.

Psycho-Pass

Essa sim foi uma ótima aposta nossa para essa temporada que deu certo. Um anime com uma ótima animação, uma soundtrack reservada e boa, com um bom traço e um ótimo cenário futurístico não exagerado onde o governo utilizou todo o avanço tecnológico para melhorar o sistema de segurança do país.

O Psycho-Pass é um tipo de ranking que engloba todas as pessoas do mundo e que disponibiliza informações sobre o nível de criminalidade das pessoas. Com essa premissa, o Estado criou armas para policiais usarem que dependem do Psycho-Pass, as Dominators, e que só podem ser disparadas se o Psycho-Pass da vítima estiver alto o suficiente, o que além de prevenir corrupção entre os policiais e julgamentos errôneos, melhora a situação dos nossos personagens principais, sendo um deles uma policial, e outro um “Cão de Caça” (como é chamado no anime): um tipo de assassino que trabalha para a polícia. Isso normalmente seria impossível e extremamente perigoso em nosso mundo real, mas o Psycho-Pass junto da arma Dominator transformam esta situação em algo plausível, liberando os policiais de atirarem para paralisar os Cães de Caça quando quiserem, e impedindo os Cães de atirarem nos policiais.

Recomendamos com toda certeza Psycho-Pass, podendo ser o melhor anime de toda a temporada.

Robotics;Notes

Um anime em que apostamos muito e que pode ter um bom desenvolvimento por ser, principalmente, do mesmo grupo criador de Steins;Gate (anime muito bom que terá um cast no futuro). Porém, a obra apresentou uma premissa chata e lenta, com personagens chatos e um enredo com pequenos detalhes que podem se transformar em falhas no futuro.

Basicamente, a obra é sobre uma garota que sonha em criar um robô gigante e que faz parte do clube de robótica junto a seu amigo de infância. Uma totalmente interessada no assunto e o outro totalmente desinteressado.

O anime apresenta uma ótima animação e um bom traço, com um enredo com pequenas coisas que podem transformá-lo em algo muito interessante no futuro. Um exemplo disso, seria uma doença que os dois personagens principais tem, mas que podem ser utilizadas como um tipo de “habilidade”. Porém, o mistério por trás de alguns personagens pode acabar ferrando com o desenvolvimento futuro do anime.

Recomendamos pois tem potencial, porém, a obra pode apresentar alguns problemas, então fica a critério de cada um assisti-la ou não.

Shin Sekai Yori

Um anime de mistério com religião envolvida, abordando temas sérios, com uma arte diferente e bem feita e um cenário muito bonito.

O sobrenatural da obra pode incomodar alguns, mas, surpreendentemente, o anime pode ser um bom horror com um bom desenvolvimento.

Algumas coisas bizarras realmente acontecem com os episódios que se passam, o que pode transformá-lo em algo ruim, mas isso ainda é uma incógnita.

Recomendamos, mas novamente, com um pé BEM GRANDE para trás.

–> CONTINUAÇÕES, ADAPTAÇÕES, OVAs e FILMES <–

009 Re:Cyborg (filme)

Filme feito como uma recriação da série muito conhecida Cyborg 009 (manga e anime). Infelizmente, o filme parece apresentar muito CG, porém, isso nem sempre é algo ruim.

É um filme que será mais nostálgico do que outra coisa, mas que pode ser bom.

Bakuman 3.

Faremos uma review no futuro explicando detalhadamente sobre toda a obra. Do mesmo criador de Death Note, que já teve uma review feita por nós.

Uma obra de slice of life diferente que gosta a história de dois garotos que querem se tornar mangakas.

Boku wa Tomodachi ga Sukunai Add On Disc (OVA)

Obra que terá um cast completo no futuro. O OVA lançado foi o 13º episódio do anime (como uma continuação), mas a segunda temporada ainda não foi exibida, e faremos o cast após assisti-la.

Eureka Seven AO

Resolveram lançar os dois últimos episódios apenas desse anime nessa temporada. Falamos sobre ele na Season Review da temporada retrasada.

Initial D Fifth Stage

Anime BEM antigo de corrida de rua de carros que finalmente recebeu sua 5ª temporada. O manga talvez seja mais prazeroso de se acompanhar já que o CG utilizado na animação é antigo e bem tosquinho, mas para quem já conhece e já viu o antigo, a nova temporada continua sendo uma boa novidade.

Jormungand: Perfect Order

Anime já citado na Season Review da temporada retrasada que recebe agora sua segunda e provável última temporada, provavelmente encerrando o enredo seguindo perfeitamente o manga.

Mahou Shoujo Madoka Magica (2 filmes)

Provavelmente nada interessante. Mais satisfatório para quem gostou muito do manga, mas provavelmente será um filme filler e outro apenas um resumo da obra.

Mardock Scramble: The Third Exhaust (filme)

Uma série de três filmes que está sendo encerrada agora. Eu fui o único do grupo que se interessou inicialmente pelo projeto, mas se gostar, recomendarei aos outros e a série de filmes terá uma review no futuro.

Utilizando um cenário futurístico com cyborgs, pode ser uma obra interessante para os amantes de ficção científica.

Mass Effect: Ushinawareta Paragon

Nem colocarei imagem. Só deixei esse título vergonhoso por aqui para entenderem que NÃO RECOMENDAMOS QUE O ASSISTAM! Isso é um ultraje aos amantes da série de jogos Mass Effect, e para quem não conhece a série, é apenas algo inútil.

Medaka Box Abnormal

Outra segunda temporada de uma obra que participou da Season Review da temporada retrasada, a diferença é que essa é PÉSSIMA. Não assistam!

Tales of Symphonia The Animation: Sekai Tougou-hen (OVA)

Série de filmes (ou OVAs) que engloba toda a estória do jogo conhecido Tales of Symphonia. Assim que assistirmos a todos os OVAs, provavelmente faremos um cast da série, a não ser que seja muito chato.

Tiger and Bunny: The Beginning (filme)

Tiger and Bunny foi um anime que fez bastante sucesso no seu ano de lançamento. Ele apresentou uma boa comédia e é recomendado por alguns do nosso grupo.

O filme, como visto no nome, pode apresentar o background dos personagens principais, o que pode ser algo bem interessante PARA QUEM JÁ VIU O ANIME.

To Love-ru Trouble: Darkness

O Gutinho NÃO recomenda.

Yu-Gi-Oh! Zexal II

Minha nossa… Essa imagem… o.O

Yu-Gi-Oh! acabou na primeira/segunda temporada, e é só isso que tenho a dizer. Nem o Gutinho que ainda assiste (sei lá porquê) conseguiu recomendar essa temporada do anime.

E é isso galera. Essa foi a nossa season review dessa temporada de animes e mangas.
Espero que tenham gostado (nós achamos algumas obras bem interessantes =D) e que tenham pego pelo menos alguma informação útil daqui.
Devo dizer novamente que caso não tenham baixado o podcast, nós altamente recomendamos que escutem todos os nossos podcasts, principalmente os de Season Reviews e Tops. Eles são MUITO mais completos e bem dinâmicos, com várias músicas legais antigas, de boas soundtracks, de animes e muito mais.

NOSSAS RECOMENDAÇÕES GERAIS ESTÃO NO FIM DESTE POST.

*Notas

Aoi Sekai no Chuushin de: Gutinho: 4 (anime) – Crive: 4 (anime).
BTOOOM!: Trilles: 8 (anime) – Gutinho: 7 (anime e manga) – Thomás: 7 (manga) – Crive: 7 (anime e manga).
Code:Breaker: Trilles: 4 (anime) – Gutinho: 3 (anime) e 6 (manga) – Thomás: 4 (manga) – Crive: 4 (anime e manga).
Jojo’s Bizarre Adventure: Trilles: 8 (anime) – Crive: 8 (anime e manga) – Gutinho: 7 (anime).
Girls und Panzer: Thomás: 2 (manga) – Crive: 3 (anime) – Gutinho: 2 (anime e manga).
Kamisama Hajimemashita: Gutinho: 3 (anime) e 2 (manga) – Thomás: 3 (manga) – Crive: 4 (anime).
Lichi DE Hikari Club: Thomás: 7 (manga).
Little Busters!: Gutinho: 3 (anime) e 2 (manga) – Thomás: 3 (manga) – Crive: 5 (anime).
Magi: Trilles: 6 (anime) – Gutinho: 6 (anime) e 8 (manga) – Crive: 8 (manga) – Thomás: 8 (manga).
Onii-chan Dakedo Ai Sae Areba Kankeinai yo ne!: Thomás: 1 (manga) – Crive: 2 (anime) – Gutinho: 3 (anime).
Sakurasou no Pet na Kanojo: Gutinho: 7 (anime) – Crive: 4 (anime) – Thomás: 3 (manga).
Sukitte Ii na yo: Trilles: 10 (anime) – Crive: 9 (anime e manga) – Gutinho: 10 (manga) e 9 (anime) – Thomás: 8 (manga).
Tonari no Kaibutsu-kun: Trilles: 8 (anime) – Gutinho: 7 (anime e manga) – Crive: 9 (anime) – Thomás: 8 (manga).
Zetsuen no Tempest: Gutinho: 8 (anime) e 5 (manga) – Crive: 7 (anime) – Thomás: 6 (manga).
Busou Shinki TV : Crive: 2 (anime) – Gutinho: 1 (anime).
Chuu Ni Byou Demo Koi ga Shitai!: Crive: 5 (anime) – Gutinho: 4 (anime).
Ixion Saga DT: Gutinho: 3 (anime) – Crive: 4 (anime).
K: Trilles: 3 (anime) – Gutinho: 3 (anime) – Crive: 4 (anime).
Psycho-Pass: Trilles: 9 (anime) – Gutinho: 9 (anime) – Crive: 10 (anime).
Robotics;Notes: Trilles: 7 (anime) – Gutinho: 6 (anime) – Crive: 6 (anime).
Shin Sekai Yori: Gutinho: 5 (anime) – Crive: 7 (anime).

– Informações Gerais –

RECOMENDAÇÕES DO GRUPO: Bakuman (anime principalmente), BTOOOM! (anime), Jojo’s Bizarre Adventure (anime novo, para quem pode gostar de trash), Lichi DE Hikari Club (manga, mas cuidado! Só o Thomás leu), Magi (manga, e anime com um pé atrás), Psycho-Pass (anime), Robotics;Notes (anime, com um pé atrás), Shin Sekai Yori (anime, com um pé atrás), Sukitte Ii na yo (anime e manga), Tonari no Kaibutsu-kun (anime) e Zetsuen no Tempest (anime).

Onde baixar os animes: FANSUBBER Tracker (português-BR).
Status dos animes: a maioria terminada.
Onde baixar os mangas: MangaTraders (inglês).
Leitura online: Central de Mangás.
Status dos mangas: a maioria sendo lançado.

*Para saber sobre as músicas utilizadas no cast ou caso tenham qualquer dúvida, entrem em contato conosco.

72 pensamentos sobre “EMD Cast #38: Season Review – Fall 2012

  1. Initial D x.x num acreditei quando vi o primeiro epi, tantos anos esperando que ja tinha desistido.
    É possivel num futuro 1 cast de initial d?
    Vou ouvir o cast aqui valeu.

  2. O mangá do Jojo’s é dividido por geração. Até agora são 8 gerações (O vilão é o mesmo).
    Até agora, cada ep do anime está sendo o equivalente a no mínimo 5 capítulos do mangá. Foi anunciado que terá no mínimo 25 episódios, indo por essa lógica, nesses 25 episódios vão as 2 primeiras gerações (Na verdade, a segunda geração terminaria lá pelo ep 19~20, mas acho que eles devem fazer a segunda geração menos corrida).

    Primeira + segunda geração = 113 capítulos
    Terceira geração = 152 capítulos
    Acho que é provável deles fazerem uma temporada só para a terceira geração… A terceira geração é a mais famosa de Jojo’s (inclusive os OVA’s antigos contam só com a terceira geração, não chegando ao final dela)

    Ainda não ouvi o Podcast, todo (estou na parte do Jojo’s). Se alguém quiser ver ou ler Jojo’s, eu recomendo esse site: jojobizarrealliance.wordpress.com

  3. Eu tava lendo Oyasumi Punpun pq vi ele na enquete de proxoima review e cara que porra é aquele filhote de excalibur?

    Serio q troço doido, e eu fiquei sem entender aquela parte quando ele ora pra deus e aparece um cara de Black power que tem na logo do site ai em cima.

    Enfim achei interessante mas vou esperar a review pra ver o resto.

    • O de Black é DEUS pro Punpun! =D É como ele enxerga Deus! O que é mais foda ainda =D

      Faremos uma review sim, ainda nesse fim de ano. Então espere e entenderá algumas coisas. E é claro, não terá spoilers.

  4. não gostei de sukitte ii na yo,achei muito cliche o primeiro ep
    tipo,o cara mais popular gosta da menina mais sem graça?cliche
    pode até ter temas sérios,mas não me agradou.
    outra coisa,a questão do Alladin,ele é pra ser um “menino inocente”,criado a leite com pera e ovo maltino na geladeira,e com sua inocencia irá mudar a opinião dos outros a sua volta
    eu particularmente não gosto de personagens assim,mas ele mudam ao decorrer da estória.
    Goku,Luffy,Gon,Alladin todos são assim,mas tem um excelente desenvolvimento no futuro.
    me surpreendi com o desenvolvimento do Gon no arco de chimera ants,e o alladin terá um desenvolvimento tipo assim.
    então Trilles,não se preocupe com o Alladin,ele irá ficar um personagem melhor

    • Concordo com tudo o que disse depois de Sukite ii na yo, mas agora deixa eu apontar uma coisa, esse negócio do cara mais popular do colégio se apaixonar pela mais “esquisita”, ok clichezinho basico, mas tbm acaba ai, o resto da obra é muito bem trabalhada, e vou repetir uma coisa que ja afirmei no cast, pela primeira vez o “Jesus” da história vai ser desenvolvido e mostrar todas as disvantagens de ser como ele é, então se possivel de mais uma chance pq vale a pena, se n estiver com saco de ver o anime, leia o mangá de boa que é até mais rapido🙂.

  5. Esse foi o primeiro cast que eu baixei de vocês e não consegui escutar:/
    Baixei o cast mais para ouvir a opinião de vocês sobre Tonari no Kaibutsu-kun mas a voz de algum de vocês falando muito próximo ao microfone não me deixou continuar a escutar.
    Espero que vocês tomem isso como uma critica construtiva e não como uma simples reclamação.
    Quando houver outro assunto interessante baixarei de novo o cast de vocês para ver se melhoraram o áudio.

    • Isso foi uma reclamação E uma crítica, e adoramos os dois. Muito obrigado por ter comentado sobre o assunto. Sei que o problema ocorreu com o microfone do Crive. Eu sinceramente não acho que o problema é tão chato a ponto de me fazer parar de ouvir o cast, mas não sei como foi pra você. Peço que por favor releve e que continue ouvindo. O problema era só do microfone dele, e colocamos muitas opiniões e críticas interessantes nas obras que comentamos. É um cast que definitivamente vale a pena ser escutado.

      • Tudo bem, admito que fui um pouco dramático falando que não iria ouvir o cast, vou escutar mas não dá pra ouvir duas horas de pessoas falando com uma delas com o microfone ruim.
        Fico feliz que reconheçam o problema, um passo importante na caminhada para a resolução do mesmo.

        Abraço

  6. Minhas grandes apostas antes de Temporada começar eram Psycho-Pass (o motivo até já disse ao Trilles, adoro o genero Cyberpunk e tem o melhor roteirista da atualidade: Gen), Robotics;Notes (por ser da mesma franquia de Steins;Gate e por alguns dizerem que de certa forma são ligados) e K.

    Dos 3 o unico do qual quebrei as pernas foi K, dropei no episodio 01 no momento em que o principe encantado de cabelos longos e pretos salvou o seu “donzela” de cabelos brancos, ele ficou vermelhinho na hora… na minha mente veio a lembrança de N°6. DROP!!!

    Os outros 2 eu gostei e muito, e não estão decepcionando! Para substituir K acabei conhecendo Shin Sekai Yori… o anime é fantastico, a tempos não via um anime com o elemento “misterio” tão bem trabalhado. Vejo os episodios e sempre fica a sensação de “quero mais”….

    Nestas idas e vindas já dropei Magi:
    Dropei no episodio 03… achei alguns fatos incoerentes e a historia inicial muito superficial.
    A serie não tem apego em seu enredo e prejudica o seu desenvolver, por causa disto assistir ao anime acabou sendo maçante e entediante para mim.
    Meus amigos que leem o mangá (e é por causa deles que estou quase lendo tambem) me falaram que isto ocorreu porque o anime está avançando muito rapidamente… aglomerando acontecimentos e deixando de destacar algumas coisas importantes. Não sei se é verdade… eles que leem o mangá que me falaram.
    Eles também estão cogitando que o final do anime pode ser Filler, igual a Ao no Exorcist sabe… é claro que é apenas uma cogitação por parte deles.
    Bom, como eu dropei a serie não sei se vai ser assim, até porque ainda não leio o mangá (por enquanto). Mas acho que irei começar… só por curiosidade.

    Também dropei Sakurasou no Pet na Kanojo, inclusive… voces roubaram minha justificativa!!! Tudo que eu penso sobre este lixo, voces comentam de forma incrivel, estou chocado.

    Estou quase dropando Code Breaker (por motivos que voces também já citaram) mas vou esperar até o episodio 06 e OniiAi…
    “Mas por que voce ainda não dropou OniiAi?”
    Sou muito fã da revista Comic Alive, ela adapta todos os seus Light Novel em mangás nesta revista… é uma forma de conhecer Light Novels que vendem bem no Japão de um jeito mais simples, já que Scanlators fazem mais mangás do que LN.
    OniiAi é dela e por causa disto tenho meus motivos oras… mas a questão é que o anime tem um plot muito ruim!! Vou deixar até o episodio 06, depois disto se não cativar… é DROP.

    Minhas maiores supresas foram: Sukitte (Kimi ni Todoke, só que mais “picante”), Tonari no Kaibutsu-kun e Chuunibyou (que além de ser muito engraçado… é MOE!)

    Os demais achei razoaveis e estou assistindo sem ter pretensões… apenas para curtir (até porque sei que não devo esperar grandes coisas deles)
    – BTOOOM!
    – Little Busters!
    – Zetsuen no Tempest (neste aqui eu me lembrei daquele dito popular de voces: “Morto pode fuder tudo numa historia”, por isto é um pé bem atras)
    – Kami-sama Hajimemashita
    – Girls und Panzer (mais MOE)
    – Busou Shinki (sabe o que acho deste anime?? Marketing para o Game dele… e Marketing para suas Figures Action… e Marketing para seu Light Novel / Achei a serie bem infantil, bonecas e suas aventaras do dia-dia)

    • Pode ler Magi tranquilo que vc n vai se arrepender, quanto a Zetsuen no Tempest, bem o negócio do morto so eu que prego com muito orgulho😉, parando pra pensar eu elogiei a obra mas, sinceramente se n fosse a vingança pela irmã os dois protagonistas seriam pessoas comuns, ja teriam morrido a muito tempo e o mundo estaria fodido, então olhando por esse angulo, pela primeira vez o morto é que vai indiretamente ajudar a salvar o mundo😄 haha quem diria heim.

      • Mas o duro é que já se passaram uma cacetada de volumes e a coisa toda ainda gira em torna dela… o cara ainda fingi ser namorado dela!!! AFFSsssss… ai já não dá.

  7. Affs, esqueci de comentar que estou curioso para ver suas Review de Mardock (outro cyberpunk muito bom) e Haganai… a segunda temporada está vindo (Janeiro)!
    Mas sabe o que é mais curioso??? Ver o Trilles não falando mal de Psycho-Pass e Mardock…

    • Por que eu falaria mal de Mardock ou Psycho-Pass? Bom, não sei se escutou o cast, mas comentei tudo que vi de ótimo em Psycho-Pass, e sobre Mardock, falei que ainda não assisti, mas que me deu um bom feeling. Não vejo motivos para falar mal das obras. Você vê?

      No mais, obrigado pelos dois comentários, apesar de eu não concordar nem um pouco com automutilação ao assistir obras toscas como Busou Shinki (que até mesmo você falou mal!).

      • Quando comentei com voce sobre Psycho-Pass (voce ainda não tinha visto), sobre ser um bom cyberpunk e por ser do Gen mostrou certo desanimo…
        “Ah, mas nem gosto desde tal Gen… nem me animo em ver Madoka Magica, só porque tem garotinhas morrendo…”
        Vai dizer que naum lembra!? e quando comecei a citar titulos cyberpunk foi pior ainda… quase me bateu quando falei que eu sou fanboy de Cowboy Bebop (uhauhauhauahuahuahauhau)
        Por isto estou surpreso…

        Sobre automutilação, bom… uma coisa te garanto… se tivesse dinheiro compraria as figures action, viu só!? (que por sinal são um olho da cara de tão caro, senão me engano são da Figma… ai já viu né) Olha o marketing funcionando!!! O jogo é mais acesivel comprar mas infelizmente é só para PSP…

        • Na verdade, só questionei o ponto Hever. Eu odeio quando alguém tira conclusões precipitadas sobre algo sem nem ao menos analisar esse algo. Muitas pessoas falaram que Robotics;Notes por exemplo poderia ser bom demais, e agora estão falando que se “decepcionaram com o autor”. Será que essas pessoas pelo menos sabem que os dois eram JOGOS e que não é UM AUTOR que está por trás das obras, e sim uma COMPANHIA inteira?? E mesmo se fosse 1 autor, fazer uma obra boa não quer dizer que vai fazer 30 boas. Até mesmo o Gen que você comentou, pode ter feito obras fantásticas e vir com uma obra COCÔ depois.

      • Se os outrso sabem eu não sei… mas eu sei que são apenas da mesma empresa. Até disse lá em cima: “…mesma franquia de Steins;Gate…”.
        Mas devemos lembrar que até mesmo S;G teve desenvolvimento lento… sem pressa. R;N segue algo parecido, até porque tera mais de 20 episodios, então tem tempo para trabalhar… as vezes a pressa é inimiga da perfeição. Era uma das minhas grandes apostas e não me sinto decepcionado, estou contente como as coisas estão indo.

        E se não me engano já vi falarem mal de uma obra do Gen, Blassreiter (eu acho que é assim que se escreve, não sei)… dizem que o final foi horrivel. Não afirmo porque nunca vi, só li comentarios a respeito… ai fica a criterio de quem quiser ir lá ver para crer. Não tenho conhecimentos desta obra.

  8. Hmmm, Não acompanho/acompanharei a maior parte dessas obras, então n irei ver o q não recomendam, bem.
    Sobre Robotic;notes, parace legal, se seguir o exemplo de steins;gate será foda.
    E por que será que quando vi o protagonista de cabelos vermelhos de R;Notes tive a impressão que ele era filho do “El psy congroo” que por sua vez me deu a impressão que era filho do protagonista cagão e antissocial de chaos;head.
    “Esses Olhos, de Quem são eles ?”

  9. A season review ficou muito boa, como sempre.
    Certo, hora de dar minha opinião sobre a fall:

    BTOOOM!: Achei bem mal feitinho, alias, achei a animação bem fraquinha, não li o mangá e não tenho pretensão de continuar vendo o anime. Dropado no episódio 2.
    Nota: 5

    Code;Breaker: Lixão, não li o mangá e nem pretendo. Dropado no episódio 1.
    Nota: 4

    Garotas Moes e Tanques: Possui uma grande variedade de tanques e consegue unir slice of life com guerra, uma verdadeira masterpiece.
    Nota: 10

    Jojo’s Bizarre Adventure: Estou atualmente lendo o mangá e já posso adiantar algumas coisas sobre essa adaptação: Essa temporada vai adaptar a parte 1 e 2, ambas são bem curtas sendo que a primeira tem 5 volumes e a segunda tem 7. Pode-se notar que o anime tem a pretensão de adaptar todas as partes, estou torcendo para que seja renovado para a segunda temporada. Achei algumas coisas meio babacas do primeiro episódio validas, considerando que são crianças de 12 anos no século 19, alias, toda esse historia de “cavalheirismo” e “honra” da uma diminuida nas próximas partes, acho que o autor quis retratar a época mesmo.
    Sobre a adaptação em si eu acho que ficou excelente, eles pegaram muito bem elementos inerentes ao mangá, as poses por exemplo. A a escolha de cores foi bem inteligente, realmente da um ar bem próprio do mangá a série, as onomatopeias também ficaram bem legais, dito isso acho que Jojo’s tem uma das artes mais bonitas da temporada.
    Maldita censura, estragando o meu gore😦
    Nota: 10 (A hype tá foda…)

    Lichi DE Hikari Club: Achei sem graça. Pretendo ler o mangá, principalmente por ser do mesmo autor de The Music of Marie, um dos meus mangás favoritos. Dropado no episódio 2.
    Nota: Nem sei, bizarro de mais.

    Little Fuckers: Nem consegui terminar o episódio 1/yao
    Nota: 1

    Magi: Não entendi o choro por causa da animação:/
    Nota: 7

    Zetsuen no Tempest: Trilha sonora erudita non-stop e exagera de citações de Shakespare, muito pseudo pra min. Dropado no episódio 2.
    Nota: 6

    K: Eu nem pretendia ver, ao ver os PVs cheguei à conclusão de que seria só mais um anime genérico com boa animação feito para agradar o publico otaku e vender action figures. Mas eu não tinha nada para fazer e estava sendo bastante comentado em um fórum que eu participo, 24 minutos não vão fazer mal, não é mesmo? Porem quando o episódio começou eu mudei de ideia no mesmo instante, a cena inicial foi bem interessante, em relação à animação e a trilha sonora estava quase impecável e o episódio já começou com um ritmo bem frenético, nem o exagero de poderes shounens e a loli tiraram minha esperança. Talvez eu tenha sido muito inocente…
    Não demorou muito e o anime mostrou sua verdadeira face, escolinha, menina gato, yaoi… Quase dropei o episódio na parte da menina gato mas continuei para poder xingar o máximo possível.
    O foda disso tudo foi que eu assisti só para xingar e o anime ainda conseguiu me decepcionar, incrível. Dropado no episódio 1 e ainda me disseram que o 2 consegue ser pior.
    Nota: 2(É até legal de se ver se você tirar o som…)

    Psycho-Pass: Concordo com o que vocês disseram no cast, está sendo o segundo melhor da temporada pra mim.
    Sobre o arco que o Trilles estava com um pé atrás, eu gostei bastante, até teve uma mensagem interessante.
    Nota: 8

    Robotic;Notes: Estou bem neutro. Frau Kojiro melhor personagem.
    Nota: 6

    Shin Sekai: Eu estava bem animado com esse anime, por isso me decepcionei bastante no começo, o primeiro episódio é mal dirigido e o 2 e o 3 se focaram em um Slice of Life sem graça, só se salvava o desenvolvimento da cultura daquele universo.
    Então chegou o episódio 4, não confiem no Gutinho, a partir desse ponto a trama começa a se mostrar de verdade, a série faz um ótimo trabalho de construção de cultura e retrato muito bem uma sociedade que é “forçada” a ser pacífica, inclusive, a cena da jaula que acontece no episódio 5 foi muito bem explicada e justificada no episódio 4, mas no geral o 5 acabou sendo um episódio bem decepcionante… Mas o 6 mostra um desenvolvimento bem “curioso” do Satoru.
    Nota: 8

    Enfim, é isso aí, os que eu mais gostei na temporada foram Jojo’s, PP e Shin Sekai.
    Fazia tempo que eu não assistia anime e só lia mangá e resolvi voltar a assistir nessa temporada, tive umas boas surpreses mas acabei passando por algumas torturas…

    Pra encerrar eu gostaria de falar que Madoka só fica bom a partir do fim do episódio 3, pode ver sem medo, Triles.

  10. Tonari no Kaibutsu-kun,Psycho-Pass,Jojo’s Bizarre Adventure,Zetsuen no Tempest: Magi o resto é lixo dropei o resto: Tonari:Otimo nota:9 Psycho Pass:10 muito bom Jojo o anime está muito bom.menos a animação mais o resto compensa muito bem jojo e dio é foda demais ai kralho são fods ^^ trilha sonora 10 jojo é 10 ^^,Zetsunen Nota : 7 Magi nota:9 muito bom Shin sekai muito bom nota:8 o resto e resto

  11. Dessa temporada estou assistindo Magi, Psycho-Pass (traduzindo tal projeto no Dollars), Little Busters!, K (pff), JoJo, Tonari no Kaibutsu-kun, Sukitte Ii na yo, Zetsuen no Tempest e Robotics;Notes.

    Magi está me agradando bastante, e como comentado no cast, a opening do anime é viciante. Estou começando a ler o mangá, e já estou no vol. 2. Essa obra tem de tudo para ser ótima, mesmo com as discrepâncias em relação ao mangá.

    Psycho-Pass está ficando mais foda a cada episódio, e não imaginam como estou feliz em traduzi-lo, pois não há coisa melhor que traduzir uma obra que você está gostando, ao invês de algo “forçado”. Foi uma escolha muito feliz. A opening é bem viciante também, e não sei o porquê, mas me lembrou Blame! (talvez pelo clima cyberpunk da op mesmo).

    Little Busters! está me agradando também, além de que um amigo meu disse que a Visual Novel é muito foda, e quando comecei a assisti-lo senti um clima de Angel Beats!, que também começa bem bobinho, cheio de comédia, mas que depois me fez chorar em diversas cenas, enquanto traduzia-o. Creio que Little Busters! não vai me decepcionar, e esse começinho é só fachada para algo mais profundo.

    K, ao meu ver e de muitos, foi uma das maiores decepções dessa temporada, pois tinha de tudo para ser melhor, e estão fazendo um verdadeiro câncer. Não estou esperando grandes coisas dessa obra, e só vou terminar de assisti-lo por ter a política de não dropar nada, no máximo adiar, para depois assistir.

    JoJo está me agradando demais, e era um dos animes mais esperados por mim nessa temporada. O mangá é foda demais, e muitos podem até achar clichê algumas coisas nele, blablabla, mas tem-se que ter em vista que o mangá é de 1987, e completou 25 anos há alguns meses. JoJo serviu de referência para numerosas obras que vieram depois dele, e os personagens da obra são imensamente mais carismáticos que muitos personagens de shounens mais novos que têm por aí.

    Tonari no Kaibutsu-kun e Sukitte Ii na yo estão sendo excelentes, cada um ao seu modo.

    Zetsuen no Tempest está muito legal, e a cada episódio está surpreendendo mais.

    Robotics;Notes tem muito a crescer ainda, então acredito que a história venha a ficar mais profunda com o andar da mesma.

    No mais, esse foi um ótimo cast!

    • Esqueci de comentar uma coisa sobre o JoJo: a opening ficou perfeita, e o encerramento ao som de Roundabout, da lendária banda de rock progressivo Yes, não poderia ser mais acertada. Para vermos que mesmo uma música com mais de 40 anos pode casar perfeitamente com uma obra mais “atual”.

    • Você é do Dollars? Que irado, Tanuki! Respeitamos muito o fansub de vocês! =) Na verdade, prefiro ele a muitos existentes, o problema é que agora com o Crunchyroll os fansubs se perderam pra mim. Só algumas obras mesmo que continuarei vendo por fansubs, como Psycho-Pass, por exemplo.

      Bom, obrigado pelo comentário e apoio, ah, e cast a parte, será que vocês não gostariam de divulgar essa review? Já que falamos bem das obras que vocês lançam? =)

      No mais, obrigado e até a próxima! =D

  12. Season Review, estava esperando por isso!
    Não tenho muito o que comentar, pois não gosto de acompanhar animes semanalmente. Da temporada comecei a ver apenas dois animes: Little Busters! (nota 6) e Shisekai Yori (nota 8), mas ambos já estão atrasados xD
    Não cheguei a ver o epi de Shinsekai que vocês falaram, obrigada pelo spoiler!

    Estava pensando em ver K, mas desisti pelo que foi dito. Quando anunciaram ele no final da temporada passada tinha ficado tão anciosa. Nem tanto pelo tema (que não era bem detalhado), mas sim pela equipe de dubladores que iria participar.

    Obrigada por mais um cast!

  13. Eai pessoal do Ecchi Must Die! Parabens por mais um cast muito interessante, engraçado e cheio de informações.

    Eu gostaria de comentar uma situação, não sei se é preconceito meu ou não, mas ultimamente eu não consigo mais assistir animes, acho que desanimei mesmo…
    O último que assisti foi o Fate Zero, e só assisti também por causa do primeiro. Fate Zero é sem dúvidas muito melhor que o Stay Night (pelo menos na minha opnião).
    Fora isso eu não li/assisti nenhum dos anime citados, e provavelmente demorarei para ler algum deles, pois tem vários mangás que estou lendo, e pelo visto infelizmente pouquíssimos são interessantes…

    Bom, era isso ae.
    Um abraço a todos!

    • Está enganado. Normalmente a Fall Season tem obras melhores que as outras temporadas do ano, e essa não foi diferente. É óbvio que tem MUITAS obras ruins, mas encontramos várias boas e com potencial. Dê uma olhada nas nossas recomendações no final do post e veja se alguma lhe interessa (dê uma olhada nas notas que demos a elas também).

      • Eu posso estar enganado mesmo! Mas acho que algo pessoal mesmo essa questão de não assistir animes, mas enfim, eu menti sobre ter assistido só o Fate Zero, pois assisti Another, que por sinal foi “broxante” o final, inventaram um “poder” do nada para a menina ver o aluno extra, e eu também assisti o Swort Art Online que prefiro nem comentar…

        Abraço!

  14. Terminei de ouvir o cast agora!! UFA!!! hehehehe

    Tenho que discordar com o Trilles, ele assistiu somente os 2 primeiros episódios de madoka, é depois do 3º episódio que a série muda de temática, que inicialmente era mais um mahou shoujo clichê, e se torna uma serie mais série. É claro que madoka leva um hype do caramba, mas não é uma obra ruim, é previsível, final ruim, mas eu recomendo, por ser uma obra diferente e quebrar essa linearidade dos animes mahou shoujo.

    Bem é isso ae, abraço.

    • Temática besta mahou shoujo de sempre + primeiros 2 episódios ruins + ser previsível + final ruim. Só isso já leva qualquer nota minha para um 7, o que já não é recomendável para mim, então, de fato, não vejo Madoka como nada de mais. Muita gente fala que é muito bom simplesmente por ser um Mahou Shoujo diferente. Quer saber? Odeio mahou shoujos já. Não ligo se esse for diferente. Continua sendo um mahou shoujo, portanto, ruim.

      É como falar para o Lucas, membro do nosso grupo que critica muito artes para ler um shoujo fantástico. Fantástico ou não, continuará sendo um shoujo, portanto tendo uma arte shoujo, o que o tornará ruim para o Lucas. É muito simples.

      • hehehe Certo…
        Mas ai neste caso você já leva pro lado pessoal. Eu também não gosto de Mahou Shoujo, tampouco Madoka, mas deixando de lado o pessoal e analisando de forma geral o gênero em si, madoka é um caso a parte de certa forma interessante.

        Abraço

    • Existem duas filosofias no ecchi must die. O Trilles pensa que apenas o gostar de uma obra ou não gostar de uma obra tem importância. Ele pensa que é errado dizer que uma obra qênero.

      Eu tenho um ponto de vista diferente. Eu julgo a obra pelo meu gosto pessoal e experiência, e depois comparo ela com outras outras obras do mesmo gênero. Eu acho totalmente plausível aceitar que uma obra que eu não gosto é boa, mesmo não sendo do meu gosto pessoal.

      • Exatamente! Essa é a filosofia que eu tenho seguir também, não apenas julgar o pessoal, mas também fazer um comparativo com outras obras do mesmo gênero, até porque o lado pessoal é muito subjetivo e algumas vezes volátil. Acho interessante você fazer um crítica ou opinião com estes dois pontos de vista, o pessoal e uma visão mais técnica e geral do assunto.

        Abraço a todos!

      • Então,recomendo que leiam o primeiro arco chamado de Phantom Blood que tem 05 volumes (capítulos 01-44).
        Obs: O mangá é divido em “arcos” distintos cada um protagonizado por alguém diferente, de alguma forma os personagens estão ligados aos protagonistas da parte 1 do mangá. O anime parece que vai adaptar os arcos Phantom Blood e Battle Tendendy (volumes 06-12, capítulos 45-113).

  15. Falando de algumas séries que eu estou acompanhando:

    Psycho-Pass: É o meu preferido da temporada até agora. Gostei do clima, os personagens ainda estão sendo desenvolvidos mais eles também me deixaram uma boa impressão, sem falar da história que parece interessante e das discussões filosóficas que tem sido inseridos em cada episódio e devem se focar em cima do sistema Sibila mais pra frente.

    Robotic:Notes: Robotic:Notes começou fraco, mas com o decorrer dos episódios e agora no episódio 5 o anime está mostrando uma evolução, e se os temas que tão sendo colocados forem bem desenvolvidos acho que pode ser um anime muito bom.Eu não achei os personagens ruins, apesar de achar a Akiho difícil de aturar, o Kaito tem todo aquele ar passivo, mas até agora ele está tendo uma participação ativa nas coisas importantes que acontecem no anime. (Ser dos mesmos criadores de Steins;Gate teoricamente é algo bom, mas isso significa ser também dos mesmo criadores de Chaos;Head, então não vou depositar minha confiança nisso)

    Jojo’s Bizarre Adventure: Eu tava com um pé atrás antes de começar a assistir, mas o primeiro episódio foi suficiente pra acabar com minhas dúvidas, fato de estar entre o trash e o excelente, a trilha sonora, os dubladores, tudo isso contribuiu pro anime subir no meu conceito.

    Magi: Pelo o que eu assisti nos primeiros episódios e por opiniões que eu escuto de quem está lendo o mangá, acho que magi tem potencial pra ser um shonen muito bom.

    Jormungand: Estou achando a segunda temporada melhor do que a primeira, essa temporada tem uma coisa que fez falta antes, bons antagonistas.

    Sakurasou no Pet na Kanojou : Vou concordar com o Gutinho nessa, pra mim Sakurasou está sendo uma boa comédia romântica. Disto isso, vou falar meus motivos:
    -Tirando a garota histérica do dormitório nenhum outro personagem me irritou.
    -A protagonista não é retardada ou mimada, ela tem Sindrome de Savant ou Savantismo(no Google tem muita informação sobre isso).
    – O protagonista parece ter um perfil padrão de personagem de ecchi/harém, mas nestes primeiros episódios teve um desenvolvimento bem interessante(ele saiu de um cara que se sentia incomodado por ver as pessoas próximas a ele sendo mais talentosas/decididas que ele, para um personagem que mesmo assumindo as limitações decidi lutar pelo o que quer de verdade).
    – A história provavelmente vai seguir a construção dos objetivos de cada um (o protagonista ser um desenvolvedor de Games e a protagonista uma criadora de mangás) e o relacionamento entre eles, mas deve também abordar os problemas de outros personagens secundários, se continuar no ritmo dos primeiros episódios eu vou continuar gostando.
    -Um ponto negativo, de fato, são alguns momentos de ecchi desnecessário, mas não acho que seja o suficiente pra estragar o anime.

    Dropados: K, Little Busters e Code:Breaker

    Ainda não vi mas pretendo assistir: Tonari no Kaibutsu-kun e Shin Sekai Yori

    É isso aí, agradeço a mais esse podcast e até a próxima.

    • Concordo com seu comentário sobre não depositar esperanças em Robotics;Notes apenas pelo fato de ser da mesma companhia que fez Steins;Gate.

      Além disso, concordo com os pontos em Psycho-Pass e em Jojo.
      Sobre o resto, infelizmente tenho meu gosto próprio e não vou discutir sobre animes com ecchi, harém, ou qualquer coisa do tipo.

      No mais, obrigado pelo bom comentário e até a próxima. =D

  16. Vocês acham que esta ordem de melhor pra pior mangá esta certa?:

    OnePiece>Naruto>Bleach>>Fairy Tail

    poderiam me dizer como seria a ordem na vossa opinião?

    PS.Otimo Cast.

    • Cara, primeiramente obrigado, mas sobre a lista que postou, acho muito difícil classificar o que é pior entre Bleach, Naruto e Fairy Tail, pois todas elas tem desenvolvimentos horrorosos, personagens muito mal desenvolvidos, artes medianas para ruins e uma quantidade de capítulos/episódios absurda.

      Eu particularmente colocaria Fairy Tail como último, pois Naruto e Bleach pelo menos tiveram seus arcos iniciais que foram MUITO bons (Exame Chunnin e Salvamento da Rukya), mas entre Naruto e Bleach, novamente, muito difícil de escolher, mas para mim Bleach foi uma total piada. Então a minha ordem fica:
      One Piece>Naruto>Bleach>Fairy Tail, assim como você colocou. Isso pode ser diferente para alguns do grupo, mas acho que Fairy Tail é o pior sim. A dificuldade mesmo é em escolher entre Bleach e Naruto.

  17. Senti falta da análise de estrupa , principalmente , nas obras de romance/shoujo . Concordo totalmente com o crive, em relação a Sukitte Ii na yo , acho que exageraram muito na nota e levaram muito em consideração a emoção , em vez de analisar friamente a obra como avaliaram as outras. Trilles, eu acho que vc vai se decepcionar ao ler o manga de sukitte, pois ao meu ver a obra só tem se demostrado mais e mais clichê .Apesar das críticas, o cast foi ótimo , só não consigui engulir essas notas, tanto que estou até comentando rsrs.

    • Sobre Sukitte Ii na yo, o anime já está apresentando problemas, e o manga, bem, provavelmente nunca lerei, porque simplesmente NÃO TEM CENÁRIO. É tudo branco. Os personagens flutuam em um mundo de estrelas, bolinhas, quadradinhos e bolhas.

    • Me desculpe amigo, mas realmente não consigo saber se seu comentário sobre edição foi um sarcasmo ou não.
      Se foi realmente um elogio, obrigado, mas não o entendi.
      E se for uma crítica, não entendi também. Poderia se explicar melhor para podermos melhorar nosso trabalho?
      Se for sobre o problema com o microfone do Crive, isso não é um problema de edição…
      Enfim, obrigado pelo comentário, sendo elogia ou crítica. Agradecemos de qualquer jeito.

  18. Trilles, como eu havia dito no meu comentário anterior, eu estava certo em apostar no anime Little Busters!. Assisti ontem aos episódios 05 e 06, e foram ótimos, e bem tristes. Parece que finalmente a obra está mostrando seu verdadeiro teor.

    Magi costurou uma ponta solta do mangá de forma legal, no episódio 06.

    E Psycho-Pass, esse é sem comentários. Só faz ficar mais foda a cada episódio lançado.

    Até mais! o/

  19. K é uma decepção pra quem tenta assistir esperando algo, eu não fazia ideia sobre o que era antes de tentar assistir, mas o traço me pareceu interessante e procurei assistir. Acho que em um episódio tem pelo menos uns 5 min só de peito e bunda, sem contar os cortes para “amenizar o clima com cenas fofinhas”. Se tirassem todos os personagens colegiais e a gata que vira gente(e ODEIA roupas, por que será?) talvez se tornasse tragável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s