EMD Cast #48: Review – Berserk Ougon Jidai Hen II: Doldrey Kouryaku

Bom pessoal, está na hora! A segunda parte da saga Era de Ouro de Berserk já foi lançada, e é claro que não poderíamos deixar de analisar o que o segundo filme desta grande obra nos proporcionou, porém, será que ele foi o suficiente para nos satisfazer?

Infelizmente, desta vez não tivemos a participação do The Band of the Hawk. Caio e Jonathan tiveram alguns problemas e por isso não puderam participar do cast, mas garantimos uma boa qualidade.

Que tal irmos para a review então? Nós do Ecchi Must Die, lhes apresentamos a nossa review de Berserk Ougon Jidai Hen II: Doldrey Kouryaku!

Berserk Ougon Jidai Hen II

 -> PODCAST <-

Lembrando que recomendamos que baixem nossos podcasts.

Para fazer o DOWNLOAD e/ou ESCUTAR ONLINEMega.

EMD Cast #48_ Review - Berserk Filme.mp3

(para baixar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “salvar link como”) 

 

 

– Informações Gerais –

Onde baixar: PUNCH! Fansub (português-BR).
Info: Segundo filme da trilogia (2/3).

*Para saber sobre as músicas utilizadas no cast ou caso tenham qualquer dúvida, entrem em contato conosco.

Anúncios

46 pensamentos sobre “EMD Cast #48: Review – Berserk Ougon Jidai Hen II: Doldrey Kouryaku

  1. hahaha num vou acrescentar muito
    mas acho que faltou dizer sobre a cena que mostra a pós batalha de Doldrey…quando mostra tanto os inimigos e aliados mortos…todo o cenário com aquela flauta de fundo…aquela cena foi lindaa
    Antes disso tbm uma cena que eu queria muito ver era a fogueira dos sonhos…mas sei que ela num era muito necessária
    E sobre a partida do Gatts, quando ele está indo embora ele não conversa com o Rickert(esse é o mlk), ele conversa com o Judeau e o Corkus no bar…depois disso…Corkus vaza…e ele vai conversando com o Judeau q até comenta sobre a Caska com ele…(no mangá essa parte)
    e no filme ele indo embora com outra musica de fundo de flauta q achei perfeita tbm

    Sobre o Rei…ele só vai chupa o peito da filha depois q o Griffith fala aquelas coisas pra ele…basicamente o Griffith impulsiona ele…
    na parte q vc comentaram foi cortada mesmo…mas ele apenas vai la e ve o sangue e vaza pra ih tortura o Gayffith haha

    e de resto eu concordo com o Estupratom haha .-.

    • Ah, mas só troquei os nomes… O ponto é que ele teve toda uma “pré-saída” do grupo, que nem aparece no filme, e que, de fato, é bem importante.
      Sobre a cena do Rei, nem lembrava que era depois a chupada de peitos, mas de qualquer maneira a parte com o sangue era importante.
      Não fiquei tão deslumbrado com a soundtrack no filme porque já a tinha ouvido umas 50 vezes, então não me chocou, mas de fato foram boas cenas, porém, o filme continuou faltando muita coisa em nossa opinião, e principalmente na minha, que como o Estupratom mesmo comentou, sou mais crítico em relação a animação, traço e CG em animes por conhecer mais também (não sei sobre você, mas digo que conheço mais que o Estupratom).

      • hahahahaha eu to ligado
        mas como o Estupratom não me incomodou muito…. só em algumas partes

        se vc já viu Fate/Zero tem uma parte q mostra o exército de um cara lá e aquilo é muito épico…
        mas prefiro não comparar…pq envolve muitas coisas para analisar

  2. aaaah e a legenda já tem V.2 kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk concertei vários erros de tradução q tinha(inclusive essa parte das flores)
    e tbm a versão sem censura já está disponível

    • UhAuaHuaHa, foi hilária cara. Mas sem problemas. Entendo perfeitamente. Estou traduzindo mangas no momento e sempre tem algumas frases absurdas que escrevo.
      Já baixei a versão sem censura, e de fato, fica muito melhor.

      • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk essa foi tensa mesmo …´q ela eu deixei pra arruma na primeira versão…mas fui seguindo e esqueci dela..dai só quando fui assistir o filme com a legenda q vi e pqp hahahaha
        oq ele realmente fala é “a flor finalmente deu frutos” ou algo assim…num lembro agora

  3. Acho q o principal problema continua sendo o fato de terem limado a trama política que dá uma profundidade a história do primeiro arco de Berserk. E sem falar que o filme ignora completamente os laços de amizade que são construídos entre Gats e o Bando de Falcão que é importantíssimos para o terceiro filme. Muita gente defendeu que esses dois elementos não fizeram falta no primeiro filme, mas se tiraram do primeiro era muito provável que no segundo não iria aparecer. Acho que o principal problema foi ter limitado a adaptação da era de ouro em uma trilogia. Adaptar todos esses eventos, inclusive os menores mas igualmente importantes, em três filmes não funcionou.

    • De fato. Eu tinha esperancas ainda com o primeiro filme, pois como disse, a unica cena cortada do primeiro filme dessa parte da conspiracao contra o Griffith foi uma pequena conversa daquele baixinho mongol la, mas infelizmente, nao rendeu.

      OBS: Me desculpe pela ausencia de acentos.

      • Além dessa cena, o ministro também é quem convence o general a matar o Griffith. Não sei se foi comentado no podcast, mas na cena do baile achei legal a inclusão de Farnese e Serpico!!

        • Na verdade leemoy, essa cena que você está comentando dele convencer o general, é justamente a cena que citei. Só existe essa (que realmente faz falta) no início da estória (parte do primeiro filme).

  4. Ótimo cast como sempre (na moral, vou parar de falar isso, vcs já sabem xD) Só senti a falta do Lucas, mas blz

    Sobre você gostar de TUDO com mesma intensidade Jéssica…por favor…eu já vi outras mulheres falarem o mesmo e sinceramente…da mesma forma que eu não me arrepio com cenas de casais Shoujo bobinhos ou de Yaoi, eu duvido que você se arrepie ou ache fooooooooda as cenas de violência em SI. Ok, você pode achar “cool” e tals, mas não sente algo com a mesma intensidade por violência quanto eu ou outros membros do grupo.

    Sobre aproveitar o filme, sim, eu aproveitei da mesma forma como o Estupra como fã da série. Mas é Berserk né cara? O mangá é super bem detalhado no quesito qualidade em geral, e não fazerem isso em outras mídias é complicado, maaas, fazer o que? É a vida xD

    • Isso é um baita preconceito, cara. É claro que ela pode gostar tanto quanto ou até mais de violência do que você. Pessoas são diferentes, e o sexo não dita essas diferenças especificamente.
      Tanto que existem garotas que são roqueiras (ou rockeiras). Isso as torna mais “tensas”, “bizarras” ou “grotescas” do que eu? Não. Isso não significa absolutamente NADA.

    • Desde quando ser mulher interfere no meu gosto PESSOAL?
      Eu curto sim, yaoi, shoujo, josei, seinen (com muito ou pouco sangue), shounen, etc etc etc. Não me importo com gêneros, o que me importa é a história e ponto. Se eu gostar, vou ler/assistir. Se não gostar vou parar.
      Preconceito é ruim e ninguém gosta. Fiquei bem p*** da vida com o estupra no cast.
      As vezes acho que tem gente que acha que vive na época em que as mulheres eram reprimidas e aceitavam tudo em silêncio, e só pra constar: não sou de escutar preconceitos e ficar calada.
      E porque eu não posso me arrepiar com cenas de violência? No meu livro preferido a protagonista é estuprada, passou a vida toda sendo reprimida, e aconteceu mais um monte de coisas na vida dela. Meu tipo preferido de filmes são aqueles de serial killers. Minha escritora preferida é Agatha Christie (mistérios, assassinatos). Precisa de mais exemplos para refutar o seu triste comentário?
      Sinceramente, meu caro Filipe, perdeu a chance de ficar calado.
      att
      Jéssica

      • millenniun 1 – os homens que não amavam as mulheres
        millenniun 2 – a menina que brincava com fogo
        millenniun 3 – a rainha do castelo de ar
        A protagonista (lisbeth salander) é a minha personagem feminina favorita. Pra entender toda a historia dela tem que ler pelo menos os 2 primeiros livros.
        E sim, tem filme (a versão americana com o 007 é uma bosta, veja a versão sueca que é muito melhor)

      • Obrigado por responder,e eu ja li a trilogia e tambem sou muito fa da Lisbeth,da trilogia de filmes sueco eu vi o terceiro e nao gostei,eles cortaram muitas partes do livro toda a conspiraçao do serviço secreto foi cortada e o julgamento que e a melhor parte quando a irma do Mikael destroi com o Teleborian,nao me passou nem um pouco da emoçao do livro,por isso nem quiz mais ver os dois primeiros filmes,eu queria ver o segundo pra ver a luta do Paolo Roberto com o gigante loiro mas e melhor ficar so nao imaginaçao,por nao imaginaçao aquela luta foi fantastica,e eu so perguntei porque quando eu li seu comentario na hora me vei na cabeça que voce tava falando de Millennim ou de O tempo e o vento,mais uma vez obrigado.

  5. ah uma coisa que esqueci de comentar e foi muito falada no cast
    A luta contra os 100 homens…
    “ah pq eles apenas não o cercaram e atiraram flechas?”
    simples, Adon logo de começo fala pro Gatts q ele num vai morrer assim facilmente…feliz…. ele quer gatts vivo para o torturar(até menciona as técnicas dele)…dar-lhe uma morte lenta e terrível
    e foi oq o Estupratom falo, ninguém imaginaria q apenas um cara iria massacrar todo mundo
    e as ordens tbm num eram para mata-lo de imediato…isso muda no decorrer da batalha mas lá Gatts já ta correndo pra um lado e pro outro em cima dos adversários

    então num tem como chamar os caras de “burros” como a Jéssica disse, sendo q as ordens deles não eram especificamente eliminar o inimigo imediatamente e a qualquer custo…
    e não estou defendendo realismo ou não….acho q isso não precisa ser discutido

    sobre a Caska largar a besta e ir enfrentar Adon….pow, isso qualquer poderia entender…ela foi derrotada por ele já e ainda foi salva pelo Gatts… Caska simplesmente é uma mulher orgulhosa e independente… ela queria mostra q poderia derrota-lo com suas próprias forças e só perdeu pq não estava em uma condição bom… se ela tivesse atirado ali nele simplesmente iria contradizer tudo oq ela é e ai sim seria mais um erro grave no filme

    enfim, acho q é isso ^^

    • Pow Caio, vou ser sincero cara. Achei esse seu comentário completamente fanboy defensor da obra.
      Entendo que você goste muito dela, porém, temos de constar que ela apresenta sim erros, não apenas em sua arte como em seu enredo, e isso qualquer um consegue perceber.
      O problema da cena em questão, é basicamente o irrealismo cara. Não disse que isso fode completamente a obra ou sei lá, e sim que é apenas um ato irrealista (os dois atos que você comentou). Você comentar defendendo eles faz com que você estivesse defendendo o realismo da obra, que NÃO EXISTE EM TAIS CENAS!
      Cara, na luta mesmo contra Doldrey, o Boscogne recebe ordens para não eliminar o Griffith. Na mesma hora ele manda outro cara fazer isso, porque SEMPRE existe o MEDO na batalha. E existem trilhões de outros exemplos onde isso acontece. Quer dizer que ninguém atiraria porque recebeu ordens, mesmo depois de ver o cara matando geral? Ah, me poupe, por favor.
      E o pior velho. “Mulher orgulhosa”? “Independente”? Me poupe! A pessoa pode ser orgulhosa do jeito que quiser, mas na hora de morrer, você pensa na sobrevivência primeiro velho, e isso é FATO. É INSTINTO HUMANO!
      Novamente, não estou dizendo que isso foi “de fuder” a qualidade da obra. Apenas comentei que os personagens foram BURROS, vendo as situações ocorridas de forma LÓGICA. Falar que eles apenas “cumpriram ordens” ou “foram de acordo com suas ideologias” é pra me matar. Na guerra acontece de tudo, velho.
      O Estupratom mesmo no cast, cometeu um erro gravíssimo que me deixou muito puto, mas que infelizmente não refutei pois não queria começar uma discussão no meio do cast, mas ele SEMPRE defende que “sabe” julgar uma obra pelo que ela apresenta, mesmo gostando muito dela e mesmo sendo fã, que ele sabe apresentar os erros, e nesse cast ele basicamente ignorou todos os erros do filme. Para mim, você está fazendo a mesma coisa nesse momento. Entendo que goste da obra, mas o filme foi falho velho, e isso é óbvio. Gostar dele ou não é uma história (porque gosto tem pra tudo), mas dizer que “fez sentido”, aí já é outra coisa completamente diferente.

      • mas cara vc ta generalizando
        eles não estavam em guerra …eles estavam brincando de caça com os dois
        num é questão de vida ou morte… isso só acontece após Gatts começar a massacrar os inimigos e eles ficarem em desespero…
        não entendo falar que meu comentário foi de fanboy sendo q argumentei em cima do Adon falou…tanto no mangá quanto no filme…
        tanto q iria matar Gatts lentamente e a Caska seria estuprada por todos os soldados
        não to vendo fanboy nisso…

        Nem todo mundo vai agir como vc espera mano… todo mundo é egoísta em determinado momento mas cada um com diversas formas de egoismo…
        por exemplo se X alguém está na frente de Y pessoa…essa X tem laços com a Y e Z pessoa esta dando uma espada ….essa X pessoa pode se esquivar e salvar a si mesma pois é egoísta e visa mais sua vida… mas tbm ela pode ficar na frente do ataque para o Y não morrer pq em sua maneira egoísta não suportaria ver aquela pessoa morta e viver com o remorso depois…

        então fala pra mim, um cara num grupo em um bar te provoca ..fala bosta pra vc e te chama pra brigar… tem o tipo de pessoa q vai virar as costas e ir embora…. mas tem o tipo de cara q num vai suportar isso e cair para dentro mesmo sabendo q vai toma no cu bonito…podendo acabar morto por um q tiver uma arma ou faca…e mesmo assim ele ta poco se fodendo. é tão difícil assim vc ver uma mulher querer uma luta justa e mostrar q é superior? isso é ser fanboy?

        eu nem estava falando de realismo..falei q nem deveria ser discutido isso… obviamente os combates não são realistas…
        mas as atitudes, pensamentos, personalidades, etc… é puro realismo

        Se eu fosse usar meus argumentos fanboy eu nem teria perdido meu tempo comentando aqui
        eu só comentei oq eu discordo do q falaram no cast, pq de resto oq não gostaram no filme já foi falado…num tem pq falar, é redundante
        pow eu argumentei em fatos, não estou jogando minha perspectiva ou qualquer achismo no q eu falei…

        E eu só me referi a essas duas cenas em particular, nem falei do resto do filme… não estou defendendo q essas duas cenas o tornam melhor ou não….
        enfim, quer achar q foi fanboy num vou poder fazer nada

      • Não é questão de vida ou morte? Um querendo matar o outro e não é questão de vida ou morte? Então o que precisaria acontecer para ser esse tipo de situação pra você?

        Agora é egoismo proteger quem se ama? Se sacrificar por não querer ficar sem a outra pessoa é egoismo? Isso é amor incondicional cara…O cara não é egoista por não se sacrificar por X ou Y, a pessoa tem instinto de sobrevivencia. Pra se sacrificar por outro, tem que ser alguem que realmente valha a pena morrer (e isso é diferente pra cada pessoa, tem aqueles que vão morrer pelos filhos e aqueles que vão usar os filhos como escudo).

        “é tão difícil assim vc ver uma mulher querer uma luta justa e mostrar q é superior? ”
        A partir do momento em que se está em guerra, é burrice querer uma luta justa, não importa se é mulher. Do que adianta o orgulho e morrer no fim? A única coisa que lembrariam de vc é: “como aquele cara foi burro, queria algo justo e morreu…” Nas guerras não tem essa de luta justa, isso que os mangakás/escritores/roteiristas fazem é pra deixar as lutas mais interessantes e pro principal mão morrer numa luta aleatória.

        • Na boa Caio, essa resposta dela nem veio aos meus ouvidos, e sinceramente, você deveria prestar atenção nesse último parágrafo, porque ela disse tudo em poucas palavras.
          “A partir do momento em que se está em guerra, é burrice querer uma luta justa, não importa se é mulher.” E ponto final. O personagem querer uma luta justa, é problema dele, mas como comentamos, É BURRICE, pois QUEM VENCE, FICA VIVO.

      • me referi sobre estar entre vida ou morte na parte da luta entre os 100 homens
        os 100 homens estavam em desvantagem, entre a vida e a morte a PRINCIPIO? não
        e foi isso que eu disse…

        não me referi sobre amor aqui..e sim ter um laço com a pessoa
        tive uma conversa com um amigo sobre psicologia, achei interessante comentar sobre esse caso aqui…que todos somos egoístas e visamos oq é melhor para gente só q de diversas formas diferentes… poderia até ser por amor incondicional ou por uma promessa mas seria por si próprio q num poderia viver sem aquela pessoa..q teria remorso se num tivesse feito aquilo…ou simplesmente pra proteger sua própria honra

        Caska e o bando do falcão já tinha dominado aquela area do castelo e só tinha Adon como inimigo naquela parte, ela já lutou com ele, conhece sua força e quis tirar a limpa ali oq não foi capaz de resolver por si própria antes… se vc acha q isso só acontece em filme, série, quadrinhos eu num posso fazer nada… pq há tanta coisa q acontece e por motivos ridículos que você poderia estar chamando de burrice tbm… eles estão no calor do momento, eles num vão parar e refletir oq suas ações vão resultar ou não, dependendo da pessoa é claro. Por exemplo numa guerra de hoje em dia… um soldado pode ser ordenado a matar civis e ele num aceitar isso pelos seus ideais mesmo estando em guerra…. o cara pode simplesmente morrer por desobedecer uma ordem mas ele talvez não faça oq mandem. Não é questão de querer uma luta justa…e sim um acerto de contas com a própria espada.

        O dia que o comportamento humano for claro e previsível desse jeito eu nem vou te questionar…

        enfim, nem vou comentar mais parece que tudo oq eu falo tentam distorcer para outro lado…
        eu não vim aqui afirmando “vocês estão errados e eu estou certo”, pelo contrário, apenas mostrei oq eu num concordava e apenas recebi comentários que sou fanboy e estou errado, então blz ^^

        • Cara, o problema é que você está voltando sempre na mesma tecla, mas tudo que você comentou apenas liga os fatos para uma única coisa, que é bem simples e que eu citei:
          Não importa o que o personagem vai ou não fazer em uma guerra, mas o LÓGICO, seria seguir a sobrevivência, e a obra NÃO É LÓGICA. Simples assim. Disse que isso é ruim? Não. Os personagens seguem seus “sentimentos” e “ideologias”, porém, não deixam de ser BURROS, caso pensemos LOGICAMENTE no assunto. Ou para você não é lógico pensar primeiro na sobrevivência própria?
          Você vê um cara querendo te atacar com uma espada ou algum objeto de corte na rua. Sabe que ele quer te matar. Você não é amigo do cara e tem uma arma na mão. Logicamente falando, o certo seria atirar, OBVIAMENTE, mas a Caska na mesma situação ia preferir jogar a arma fora, pegar um canivete no bolso e ir no mano a mano.
          EU acho isso IMBECIL, mas né, cada um com seu cada um…

    • Deixando claro, dou 10 para Berserk até a parte que li da obra, cara (vol 26), mas entendo que a obra contém erros. Poucos, mas tem.
      Agora o filme, esse sim é lotado de erros imbecis, por isso não podemos ignorá-los.

  6. SHAUSHAUHSUAHSUAHUSHAUSHUAHSUHASHAUHSUHAU ri de mais com o Jonathan, puta merda, mas enfim xD

    Acho que os meus exemplos dados o levaram a crer que eu estava baseando os meus argumentos no fato da Jéssica ser uma mulher, porém não. Eu me baseava no fato de que MUITA gente diz gostar de vários gêneros opostos com uma mesma intensidade quando na verdade, diz isso só pra se gabar que é um garoto que gosta de um gênero que geralmente o seu sexo não gosta, ou o oposto, com mulheres dizendo que gostam de violência tanto quanto shoujos, quando na verdade isso não ocorre. E fazem isso só pra tentar embasar os argumentos.

    Não sei se isso acontece com vc ou não mas pelos seus exemplos, isso ficou claro, acreditando-se na sua palavra, porém, isso é algo extremamente subjetivo e não podemos “medir” a densidade pela qual uma pessoa sente por algo, o que eu queria deixar claro então era justamente que o que eu citei acima ocorre com extrema regularidade, e que poderia ser o seu caso.

    Analisando o comentário, realmente ficou algo bem machista, ou seja, acabei rindo pra caramba com as resposta de alguns xD

  7. Aliás, minhas sinceras desculpas Jéssica, acredito que você tenha ficado incomodada mas eu não vou dizer que eu não quis escrever aquilo e que foi um mau intendido apesar de ter sido. Afinal, é internet né? E assim como na vida real, mau entendidos ocorrem e cabe ao lado oposto ao da pessoa que iniciou o “problema”, saber o que pensar xD maus aê se te incomodei e não, nunca quis a chance de ficar calado e nunca ficaria em uma situação como essa, não sou o tipo de pessoa que foge, afinal, não tenho razão para tal e mesmo se tivesse, colocaria a cara a tapa ^^

    • Acho melhor vc começar a reler o que comenta antes de publicar pra todos lerem. O comentário foi MUITO machista. Sério.
      Está desculpado, mas realmente me senti ofendida =/

      • Eu sempre releio o que escrevo, porém eu comento muito no site, mesmo não tendo todo esse tempo, então as vezes deslizes podem acontecer, o próprio grupo já o fez. Coisas desse tipo podem acontecer da forma mais normal, aff =/

        Até já comentei o meu ponto de vista sobre machismo em cima de você por certos ouvintes no seu primeiro post de Notícias ou não está lembrada?

        rs, o ponto engraçado de tudo isso, é que deve ter muita gente aí achando que eu sou machista, e isso do meu ponto de vista, é obvio que é motivo de eu dá risadas, já que não tive intenção inicial de manifestar machismo xD mas aí já não é comigo, pensem o que quiser velho, o legal é que a que se sentiu ofendida com tudo isso já não está mais (espero eu) xD

    • Honestamente, eu acho que você está exagerando com esse negócio de machismo. Não é questão de homem ou mulher. Uma pessoa que gosta de romances fracos, adora cenas bestas de shoujos, gosta de imaginar romances gays entre personagens de Reborn, não vai gostar tanto de uma cena de violência quanto eu.

      Isso Jéssica, é a mais pura verdade. Você realmente acredita que você gosta tanto de uma cena de violência quanto eu? Seu sangue ferve? Você tem vontade de ir direto para o treino, pegar uma espada, vestir uma armadura, e bater em alguém até você sentir o seu sangue ferver como no momento que em você viu a cena?

      Você revê a cena no mínimo cinco vezes, apenas para ver o sangue jorrando? Eu aposto que não. Você pode ler os mistérios e livros de serial killers que você quiser. Mas você não os lê apenas pela violência, eles têm roteiros fantásticos.

      Nós somos o time de pessoas que leem obras fracas como Jackals apenas pela violência, e gostamos da leitura.

      Agora quero sua resposta honesta. Você gosta de violência tanto quanto eu? E pelo que eu conheço do Filipe, ele tem um gosto muito parecido com o meu.

      Se grila não Filipe, nós dois e o Caio nos divertimos muito mais do que eles com as cenas de luta do que a Jéssica, o Gutinho, e até mesmo o Trilles. A prova disso é a nota que demos para o filme, que foi muito maior que a deles. E não foi por falta de senso crítico, é apenas um gosto pessoal diferente.

  8. cara voltando a topico anterior ja vi gente entrando em briga de tres contra um por orgulho(na verdade fui eu) orgulho n tem a ve com logica tenho um amigo q fala q um dia deses eu vo more as ganha mas eu to poco me fudendo,( um detalhe eu n tava bebado) obviamente eu apanhei feio mas faria dinovo por orgulho me chame de buro se qise

  9. Pronto, minha opinião foi escrita de forma correta xD

    O ponto que foi mau entendido por culpa MINHA, foi que eu dei a intender que uma mulher pelo fato de ser um ser humano do sexo feminino e somente por isso, que ela não pode sentir sentimentos por uma cena de violência na mesma intensidade que eu. O fato que determina isso são os gostos. Uma mulher que tem um gosto parecido com o meu dizer que não sentiu tanta emoção no filme e aí sim ela começa a embasar os argumentos dela nos pontos que fizeram a mesma não gostar é muito mais plausível do que uma mulher/homem/gato/cachorro que gosta de gêneros totalmente opostos a violência dizer que não gostou do filme por causa de disso, isso, e daquilo. Na maioria dos casos, ela não gostou somente pelo gosto PESSOAL dela, e nada relacionado a senso crítico. Consequentemente, muitos homens e mulheres dizem gostar de romances ou violência respectivamente apenas para embasar os argumentos. Jéssica, só pra vc ter ideia, eu comecei a praticar Artes Marciais por influência de Shamo, eu pesquisei mais sobre o assunto e me apaixonei não só pelo conteúdo, como também pelo sentimento, que se ramificou desde a minha leitura. Acredito que o mesmo tenha acontecido com o Estupra e o grupo de combates com armaduras e armas medievais que desculpa, eu esqueci a grafia correta do nome xD

    Era ISSO que eu estava tentando dizer, somado ao comment do Estupra, só que na correria do dia a dia, eu fiz um comment mau escrito porém, pelas minhas justificativas, continuar achando que era machismo, machismo, machismo eu acho um exagero, tanto, que fui melhor compreendido por alguém com um gosto mais parecido com o meu. Coisas assim acontecerem é normal.

    • Távora:

      1 – Você não pode, nem consegue e nunca conseguirá “medir” o quanto uma mulher gosta de uma cena “sanguinária”.
      2 – Ir pela opinião do Estupra só porque ele te defendeu, sendo que na opinião do grupo inteiro, a opinião dele foi fraca relacionada ao filme da obra, não é algo muito inteligente a se fazer.
      3 – Para completar, você não foi compreendido por alguém que tem um “gosto mais parecido” com o seu. Você foi compreendido pelo cara mais machista que eu já conheci em toda a minha vida.

      Novamente, não interessa que pessoa seja. Se a pessoa não gostou de algo, essa coisa pode ser o tipo preferido dela, mas ela pode ter seus motivos. Eu, por exemplo, amo obras de mistério psicológico. Monster, que é uma das obras mais renomadas do gênero, eu repudio.
      Não tente se explicar dizendo que isso ou aquilo é o “mais normal” para alguém sentir. Muitas pessoas amam sem nem mesmo querer. Sentimentos muitas vezes não são compreensíveis.

      • 1- Eu sei, e eu falei sobre isso:

        “Não sei se isso acontece com vc ou não mas pelos seus exemplos, isso ficou claro, acreditando-se na sua palavra, porém, isso é algo extremamente subjetivo e não podemos “medir” a densidade pela qual uma pessoa sente por algo, o que eu queria deixar claro então era justamente que o que eu citei acima ocorre com extrema regularidade, e que poderia ser o seu caso”.

        2- Não estou indo por ele pelo fato dele ter me defendido, nossas opiniões tem semelhanças, só que:

        3- Se o cara é machista com vcs aí, eu não sei, mas no comment dele acima ele não foi e nem mesmo nos comentários que troquei com ele até hoje aqui no site. A única diferença foi que ele falou que é ‘impossível” alguém com os gostos da Jéssica (que pode ser um homem ou uma mulher) gostar de violência tanto quanto quem curte o gênero. Eu quis falar desde o início que MUITA gente faz isso e que muito provavelmente seria o caso dela.

        Eu não tentei me explicar dizendo que isso é “normal”, o “normal” que eu disse era me referindo aos mau entendidos, o grupo também já cometeu em casts como o de Horror e Terror, onde por falta de tempo muito provavelmente (já que vcs gravaram este cast + outros todos em 1 único feriado), houve equívocos na escrita do texto e no próprio cast.

        Eu sei que as pessoas podem ter seus motivos, novamente, o que eu quis discutir nos comentários foi o fato de que muito provavelmente, a Jéssica não teria curtido o filme devido as diferenças gigantescas entre os gêneros, independentemente do fato dela ser mulher. E que muitos homens e mulheres falam que curtem violência e romance muitas vezes sem curtir, apenas para ter uma base para seus argumentos.

      • 1 – Não medimos o quanto uma mulher gosta de violência, e sim o quanto um fã de shoujo e yaoi gosta de violência. Segundo, eu conheço o gosto da Jessica, e posso afirmar que ela gosta menos do que eu.

        2 – Não foi porque eu defendi ele, foi porque eu expressei melhor o que ele pensou. E eu sei todos os pontos fracos do filme, mas um filme não é apenas pontos críticos, e sim o sentimento que a obra me passa e o público alvo. Se focemos ver criticamente os shoujos, 95% seriam piores que lixo.

        3 – Trilles, eu posso ser machista e até um pouco preconceituoso, como a maioria das pessoas são, mas o que falei nçao está nem nem perto de ser algo sem fundamento.

        E por fim, para você parar de encher o saco. Você realmente acredita que a Jessica gosta tanto de violência quanto eu.

  10. Eu ja li todo berserk num so fa da historia mas a arte compensa , ja a cg cara eu odiei tira minhas partes favoritas e mano apesar de algumas cenas boas não valeu minha hora e meia serio pra que desperdissar tanto tempo em batalhas e se esquecer da historia e a otama arte que pra mim so perde para Gunnm melohr by ever que eu ja tive saco pra traduzir com um dicionario Port,,Jap cara ainda bem que nimguem vai animalo porque seria mais ou menos essa porra que fizeram com berserk acabou , não tem como corrigirem tudo no ultimo filme que provavelmente miura não va deixar mexerem mais em sua obra maxima.

  11. Só queria comentar uma coisa errada na review do blog… sobre CG. Não é sensato comparar uma produção da Square Enix com outros! Vocês tem NOÇÃO de quantos anos eles estão aperfeiçoando e chegaram no ponto de criar o que criam? Pelo visto não e acham que todos fazem igual.

    Um exemplo de, mesmo nível de CG usado no movie ou ao menos próximo, é o anime recente KINGDOM, os primeiros episódios, sinceramente, aquela CG me irritou (tanto que nem quis acompanhar mais a série, mas isso foi incômodo para mim).

    E concordo inteiramente em que poderiam ter não utilizado de tal CG (E aposto que se fossem usar o estúdio da Square Enix, iria dar mais custos, problemas de atrasos, já que a Sony exigem deles bastante também, mesmo não tendo mais totalidade nos exclusivos). Preferiria mil vezes vê-los trabalhando na criação desenhada mesmo, mas vai saber o que realmente houve e estão tentando fazer… ainda mais com apoio da Warner.

    Bom, era isso, espero não ter ofendido sobre a questão de CG.

    • Que nada, amigo, só acho que você não entendeu direito… Não comentei sobre o CG da Square Enix dizendo que o filme deveria usar o mesmo. Foi apenas um exemplo de um bom CG. Comentei no texto inclusive, que qualquer CG de um jogo novo ultimamente é bem feito. OK, jogos tem mais tempo para serem feitos, mas foi apenas uma comparação do que é um CG bom, tanto que, por mim, o filme seria todo DESENHADO, e não feito em CG, como comentei no cast.

  12. Bem, o que dizer…
    Não vou citar nada quanto à qualidade da CG ou qualquer outro fator relacionado, vou tentar focar apenas no enredo e desenvolvimento.
    O que pude perceber, é que o filme basicamente foi feito para quem já conhecia a série e havia lido a obra desde o início ou acompanhado a primeira série de duas temporadas. Portanto, os novos três filmes de Berserk Golden Age, podem soar como uma “revisão” dos principais fatos (ou mais marcantes) que conduziram a história ao caminho que ela seguiu no mangá, pois em um certo momento do mesmo, podemos acabar nos perguntando como tudo chegou ali e por quê. Acredito que os filmes respondam, mesmo que de forma até um pouco vazia, essa questão.
    Eu imaginei que o segundo filme seria o mais conturbado, pelo simples fato de que o primeiro só deveria deixar marcado como começou, e o segundo, como se desenrolaram os fatos. Porém, o desenrolar dos fatos foi um pouco extenso, então, como já era de se esperar, sofreu cortes intensos para que pudesse “resumir” todo o “durante”.
    Por fim, a minha opnião geral é que o filme não é recomendado para quem pretende começar a acompanhar a obra, e sim para quem já tem um certo entendimento da mesma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s