Ranking Semanal EMD #3 – E começa Chimera Ants!

Fala, galera! Aqui é o EMD trazendo mais um ranking semanal.

Nesta semana não temos a adição de nenhuma obra nova, comentamos de um One-Shot mas ele é tão ruim que nem merece ser considerado. Em breve iremos adicionar diversos animes ao ranking semanal (os da temporada atual), logo após nossa season review, começando a comentar deles a partir do 5º episódio de cada um. E adicionaremos mais mangas também, mas por causa dos cânceres da season review e da nova “maratona” que vem por aí, ficamos sem tempo para ler alguns mangas.

imagem inicial 3

Nesta semana tivemos algumas perturbações, mas pelo menos as surpresas contaram mais.

A partir de maio começaremos com uma “maratona” de DUAS REVIEWS POR SEMANA, assim como nos meses de janeiro e fevereiro, então esperamos que continuem de olho no conteúdo do site.

Esquecemos de postar os mangas nesta semana (que mancada!), mas na próxima achamos possível voltar com uma série que já estava parada há um tempo por motivos pessoais.

É isso. Agora fiquem com o Ranking Semanal EMD #3:

21º Colocado – Bleach capítulo 534

Opiniões: Gutinho, Estupratom, Carlos e Thomás.

Nesta semana em Casos de Família… Ops! Queremos dizer, em Bleach, entramos na conclusão do arco do passado (GRAÇAS À PORRA).

O que diabos foi aquela página colorida? Parece a capa de algum romance shounen de quinta categoria. E o capítulo não se saiu melhor, começando com algumas piadas bem ruins e um desenvolvimento bem fraco.

11

Basicamente a mãe de Ichigo deixou de ter o sangue puro depois daquela lambidinha no ombro e a família Ishida não pode mais usá-la para a procriação de mais gente fresca que nem eles. Com ela se transformando em um Hollow, eis que surge DO NADA a mão amiga de Urahara. A última página era para ser algo bem dramático, mas não sentimos nada além de um cheiro forte de merda.

18

Tem como essa estória ficar pior e mais jogada? Nós achamos que tem, infelizmente.

20º Colocado – Boku no Chi Yokereba capítulo único

Opiniões: Estupratom.

Esse foi um dos piores one-shots que vimos em nossas vidas! Não conseguimos imaginar um roteiro mais besta, infantil e sem sal como o desse one-shot. A geração atual destruiu todo o folclore vampírico, mas isso é uma ofensa até para o Edward de Crepúsculo.

010-011

Uma vampira mimada é mandada para o mundo humano para conseguir sua própria refeição e acaba se tornando uma enfermeira de um colégio. Um garoto que sobre bullying vai para a enfermaria, ela LAMBE a testa dele e ele é curado. Após esse feito, ele cria esperanças e não deseja mais o fim do mundo. FIM!

MAS QUE MERDA FOI ESSA? Não precisamos citar os problemas desse capítulo, né? Fiquem longe!

19º Colocado – Shokugeki no Souma capítulos 17-18

Opiniões: Estupratom.

Nos foi mostrado um background do gordo e do magro que não serviu para muita coisa e logo em seguida tivemos a cena mais bizarra do manga até agora. Já sabemos que sempre que um ser vivo come algo nesse colégio ele tem crises de delírio, mas desejar um cara vestido de pato foi assustador. Não conseguimos nem chamar isso de comédia.

10

A comédia do manga em geral continua bem estranha, mas tivemos coisas boas nesses dois capítulos, como a explicação do prato envolvendo uma receita italiana ao estilo japonês e as ações do protagonista em relação aos aperitivos de sua tutora. Foi algo inesperado e corajoso (ao estilo de uma obra de culinária).

18

Em sua totalidade esses capítulo não foram ruins, assim como todos os outros já lidos por nós, mas a obra precisa urgentemente de bons personagens secundários. O protagonista está carregando a obra nas costas e não sabemos por quanto tempo ela vai continuar interessante.

18º Colocado – Uchuu Kyoudai episódio 54

Opiniões: Trilles, Thomás e Carlos.

Não falaremos nada. Como já dissemos, episódios de recapitulação não são mais necessários, aliás, nunca foram! Até entendemos usarem dois episódios, como comentado no ranking anterior, já que os dois irmãos são os personagens em foco da obra, e cada episódio foi usado para mostrar acontecimentos envolvendo cada um dos dois, mas três episódio foi demais, agora voltando a acontecimentos que envolveram Mutta.

Uchuu Kyoudai - 29 - Large 32

Só falta o próximo episódio for mais um de recapitulação dos acontecimentos que envolveram Hibito, sendo que ele apareceu menos na obra até então, o que torna isso completamente desnecessário.

Precisamos que a obra volte a nos empolgar semanalmente, o que ela fazia facilmente a cada episódio. Tomara que isso seja apenas uma economia de fundos para gastar bem com os episódios que virão.

17º Colocado – Toriko capítulo 230

Opiniões: Estupratom.

Esse capítulo não agradou muito. O diálogo final do confronto entre Branch e Elf foi totalmente desnecessário. O cara está a ponto de morrer após uma dor imensurável e fica feliz porque ele poderia ter sido considerado bonito? Não incomodou, mas não adicionou nada útil ao enredo. Nem podemos considerar aquilo como compaixão.

toriko-4070345

Depois disso tivemos algumas traições que não foram chocantes e nem chamaram muita atenção. O ponto alto do capítulo foi o final, que finalmente conseguiu nos animar, mas como o seu conteúdo não nos agradou em geral, esta posição fica de bom tamanho.

toriko-4070359

16º Colocado – The Breaker: New Waves
capítulo 113

Opniões: Estupratom, Gutinho.

O capítulo continuou com movimentações mal feitas e uma perseguição sem graça, mas ele teve algumas partes boas. As lembranças do garoto após ver uma arma nos relembrou de momentos chocantes do passado, mostrando como o ocorrido marcou o protagonista.

the-breaker-new-waves-4082195

Fora isso, a única parte interessante foi a estratégia de Shi-Woon. Ela foi tão simples e inteligente que acabou sendo surpreendente. A maioria das obras iria fazer algum plano besta ou algum milagre imbecil, mas The Breaker fez algo lógico e fácil, e por isso ficamos felizes ao ver a obra mantendo a sua lógica estratégica realista.

15º Colocado – Zippy Ziggy capítulos 70-77 (volume 10)

Opiniões: Trilles, Estupratom e Gutinho.

Esse volume foi meio que uma decepção levando em conta que os últimos capítulos estavam tão engraçados. Foi definitivamente o pior volume do manga até então, mas não chegou a ser ruim.

Os personagens passaram todos os capítulos dentro de um navio de merda, literalmente, sendo mandados pela representante dominatrix e se borrando de medo pelas coisas mais toscas que você encontra em qualquer casa de terror.

16

Algumas das piadas até salvaram alguns capítulos, a maioria delas envolvendo o amigo babaca do Shingi que fica dançando igual a um retardado. Fora isso, os colegas do Ddukchil continuaram engraçados, mas definitivamente os melhores personagens decepcionaram. Shingi quase não apareceu, Ddukchil não foi engraçado, Sunghee estava desmaiada na maior parte do volume e até o Fanta, que tinha se demonstrado um bom personagem nos últimos capítulos, saiu mal nesse volume.

04

Zippy Ziggy infelizmente está deixando de ser “O manga da semana” para ser só “mais um da semana”. Alguns de nós até davam nota “10” para ele, mas depois desse volume, essa nota é impossível de ser dada. E repetimos: não é que o volume tenha sido ruim. Mas a obra deixou de ser uma obra prima como era.

14º Colocado – One Piece capítulo 706

Opiniões: Estupratom, Thomás, Gutinho, Carlos e Jéssica.

O capítulo apresentou pouca coisa, sendo só mais um pedaço na construção estrutural do enredo deste arco, e uma tentativa de dar importância aos personagens recentemente apresentados, não que isso seja ruim, só que poderia ser feito de uma forma mais trabalhada e mais interessante. O capítulo começou mostrando a identidade to tão “temível” Bartolomeu. O personagem ainda não surpreendeu a maioria do grupo, mas logo em seguida o capítulo volta a ser interessante com a chegada de Bellamy. Ele está muito mais maduro e ficamos muito surpresos ao saber que ele foi para skypiea.

07

Tivemos o início das batalhas no coliseu, que para a maioria de nós aparenta ser previsível, mas esperamos estar errados. Seria uma grande surpresa se o “Canibal” ganhasse do “Hiena”, e nossa única dúvida é sobre o vitorioso do grupo D, mas no geral o capítulo foi mediano.

13º Colocado – Assassination Classroom capítulo 38

Opiniões: Estupratom, Gutinho e Thomás.

Esse capítulo conseguiu ser bem agradável. Tivemos algumas piadas boas com um resumo rápido da qualidade de alguns alunos. Mas o que realmente nos surpreendeu foi a analogia feita com o Nagisa. A página da serpente aumentou muito as expectativas que tínhamos pelo personagem, que inicialmente parecia ser o protagonista, mas que estava aparecendo pouco nas últimas semanas.

10

E o autor tem surpreendido bastante. Esse era um tema que tinha uma grande possibilidade de se tornar cansativo, mas ele está sempre adicionando algo novo na obra, nos mantendo ansiosos toda semana. Dessa vez, nós temos um novo professor. Ele parece ser inofensivo mas pelas falas de Karasuma, esse novo personagem pode ser um problema para todos.

21

12º Colocado – Love so Life capítulo 57

Opiniões: Gutinho.

O capítulo dessa semana começou calmo como de costume, com uma atividade mais focada para os gêmeos. Eles juntos de Shiharu e seus amigos vão se divertir aproveitando a estação de outono, mas a parte interessante é quando a protagonista e sua amiga tem a chance de conversar a sós. Vê-la ganhando uma nova perspectiva sobre o seu futuro foi bom, mas isso não a ajudou com o seu problema principal.

49324aa17bffaf1a43a8613a2de9db4dkyaaaaaa
Mesmo tentando se focar somente no trabalho, o corpo de Shiharu não está cooperando. Foi legal vermos que a personagem não está literalmente entrando em pânico, mas sim tentando inibir seus desejos.
É legal ver que, conforme os gêmeos vão crescendo, a história também vai ficando mais séria, que é uma boa jogada da autora em nossa opinião.

11º Colocado – Nisekoi capítulo 71

Opiniões: Gutinho e Thomás.

O capítulo dessa semana foi hilário. Para nós, Tachibana Marika é de longe a melhor personagem feminina dessa obra, e nesse capítulo ela nos mostra mais uma vez o porquê. Infelizmente temos a impressão de que ela não será a escolhida no final do manga, mas quem sabe?
Mesmo sendo de uma família rica, Tachibana começou a trabalhar em um restaurante de família para se integrar melhor na sociedade, e uma burguesinha como ela só consegue encantar os clientes com seu sorriso e atitude radiantes, infelizmente. E o gerente acaba sofrendo com todo o resto.

c41b0543de769bbc128e888de640b18c
Toda a situação que o autor criou com a reunião dos três grupos rivais foi hilária e a cada página conseguimos rir mais, mas a cereja do bolo com certeza foi o final do capítulo. Tachibana se superou e nós tivemos uma visão incrível de outra parte da personagem, tanto em relação a sua personalidade, quanto a seus sentimentos por Haku. Como esse capítulo se focou nela e se saiu muito bem fazendo isso, mereceu ficar nesta posição.

10º Colocado – Haikyuu capítulo 56

Opiniões: Thomás.

Mais um bom capítulo de Haikyuu. Nesta semana o autor se concentrou em demonstrar a mudança de tática feita por Karasuno para deter o saque de Oikawa. É muito bom ver como o manga também se preocupa em ensinar os leitores sobre o esporte. O capítulo fluiu bem e conseguimos entender toda a sistemática para anular o saque de Oikawa como também seus riscos.

haikyu-56
E ainda sobrou tempo para nos mostrar mais um pouco dos levantadores. Percebemos que Kageyama já está a par do que lhe falta e sua personalidade deve ser um problema para seu futuro como levantador. Será muito interessante ver como ele se relacionará melhor com os demais membros do time e como isso afetará no jogo de Karasuno. O segundo set está começando e será muito mais disputado, e está na hora dos Corvos mostrarem ao que vieram. Um ótimo capítulo em geral.

9º Colocado – Dorohedoro capítulo 73

Opiniões: Estupratom, Trilles e Thomás.

O capítulo acabou surpreendendo. Todos nós imaginamos que a magia do Kai iria se fortalecer após a cirurgia suicida que ele fez em si mesmo, mas ficamos surpresos quando ele utilizou a magia de seu rival. O feito foi interessante e mudou o rumo do manga, mas o acontecimento que tornou possível sua sobrevivência foi bem forçado.

Dorohedoro ch73 pag18

E quando o conflito finalmente envolve Risu a situação é resolvida da maneira mais bizarra possível. Tudo nesse capítulo foi conveniente demais e o conflito momentâneo de Risu foi bem forçado. Porém, alguns acontecimentos foram bem interessantes.

Dorohedoro ch73 pag23

Com o fim desse arco parece que tudo o que conhecíamos no mundo mágico está prestes a mudar. Os últimos volumes da obra foram os melhores até agora, mas esperamos que eles mantenham a qualidade.

8°Colocado – Tokyo Ghoul capítulo 03

Opiniões: Estupratom

Faz semanas que não saia um capítulo traduzido de Tokio Ghol. Pelo menos esse capítulo foi bem melhor que os dois capítulos anteriores, as reações do protagonista foram convincentes e seu primeiro encontro com a garota misteriosa acabou seguiu um rumo interessante e fora dos padrões.

090

Mas o que realmente surpreendeu no capítulo foi o desenvolvimento psicológico do Kaneki. Não conseguimos imaginar um desenvolvi mais realista e convincente do que esse, todas as suas ações foram completamente plausíveis. E no final do capítulo é revelado as motivações e pensamentos da garota misteriosa.

096

Esse capítulo mudou completamente a qualidade da obra. Ela foi de clichê sem criatividade para uma obra de terror psicológico. Esperamos que a obra continue seguindo esse rumo e rezamos para que ela não se transforme em uma obra de luta. A única coisa que podemos reclamar nesse capítulo é a arte que continua bem fraca.

7º Colocado – Chihayafuru 2 episódio 15

Opiniões: Trilles e Gutinho.

Esse episódio simplesmente continuou com o nível dos anteriores. Tivemos a preparação, separação dos jogadores e a discussão de táticas antes do início das finais do torneio de equipes, que começarão no episódio seguinte. Nesse episódio Taichi continua sendo bem desenvolvido, assim como todos os outros personagens do Mizusawa. E com a introdução do novo time rival, já fomos apresentados a personagens novos sendo desenvolvidos aos poucos. Parece que essa partida será épica e durará mais que a outra, desenvolvendo ainda mais os novos personagens rivais.

Chihayafuru 2 - 15 - Large 30[2]

A única coisa que nos “incomodou” nesses último episódios foi Arata, que continua dando uma de certinho. Entendemos, pois essa é a personalidade dele, o que continua com o realismo do anime, mas já cansamos de dizer que, “nem sempre o que faz sentido é consequentemente bom”.

Chihayafuru 2 - 15 - Large 07

As ações de Shinobu foram previsíveis, mas mesmo assim interessantes. Ela provavelmente mudará o comportamento de Chihaya se for natada pela jovem jogadora de karuta.

O mais interessante de Chihayafuru até agora, e principalmente nesse arco atual, é sua imprevisibilidade. Não temos como saber se o Mizusawa irá ou não ganhar o torneio, ou até mesmo saber se Chihaya ganhará de uma iniciante ou não. Tudo é possível nesse belo anime, construído com uma ambientação incrível por belos cenários e uma soundtrack que funciona muito bem. Então apertem os cintos, pois a partir da próxima semana as finais começam!

6º Colocado – Magi capítulo 181

Opiniões: Gutinho e Thomás.

Wow! A cada capítulo essa guerra nos surpreende mais! Massacre, morte e desespero resumem esse capítulo. O príncipe Kouha fez jus ao seu nome e mostrou um nível muito alto de poder. Em contra partida, ele deixou suas emoções tomarem conta e pôs a guerra em  risco por causa de seu julgamento precipitado. Mas por que diabos você deixa um moleque comandar um exército? Só pode dar merda!
O contra ataque dos Djins negros foi absurdo! Mas para nós suas habilidades foram “apelonas” demais.

b4136632d78d1a651b7ca6ec24815851

A arte de Magi definitivamente é seu maior ponto fraco, mas nesse capítulo a forma mais abstrata e grotesca dos monstros os deixou com muito mais impacto para nós. A cada capítulo dessa guerra as lutas em Magi estão gradativamente subindo de nível, e como sempre, a última página sempre nos deixa querendo mais.

5º Colocado – Rookies capítulos 09-18 (volume 02)

Opiniões: Lucas.

O segundo volume de Rookies começa a trabalhar os conflitos na escola e os atritos entre Kawatou e seus alunos.
O volume se baseou em sua maioria no drama de Kawatou como um professor violento. O interessante disso é que o autor não criou um drama desnecessário ou enrolou essa estória. O mistério sobre o passado de Kawatou foi resolvido de forma rápida e ainda aproveitou para trabalhar a personalidade dos personagens envolvidos. Os que não conhecem a obra devem estão lembrando de GTO por enquanto, mas é muito diferente, pois Kawatou se revela ser MUITO diferente de Onizuka, porém ainda um ótimo personagem.

[A.I.U.E.O] Rookies - Vol 002 Cap 009 Pg 016

Esse volume também surpreendeu em termos de enredo, apresentando uma trama muito mais complexa do que podíamos imaginar ao ler o primeiro volume, envolvendo a situação da escola e dos alunos. A tensão foi apresentada de forma muito crível, a violência apareceu na obra de forma plausível, as brigas foram muito bem montadas e as expressões dos personagens estão sendo muito bem utilizadas.

[A.I.U.E.O] Rookies - Vol 002 Cap 010 Pg 034-035

E o manga mesmo não apresentando quase nada de basebol por enquanto, usou o drama e a violência para apresentar as características de cada personagem como jogador, mas de forma sutil. Porém, o principal foi Kawatou, com seu carisma inacreditável e sua personalidade e seus atos simplesmente ótimos. Ele rouba a cena quando aparece, e não só nos convence como convence seus alunos. Em resumo, um bom volume com uma arte que está surpreendendo e uma estória que corre por um bom caminho.

4º Colocado – The Ravages of Time
capítulos  (volume 03)

Opiniões: Lucas e Carlos.

Esse volume de The Raveges of Time, foi um pouco diferente dos anteriores. Boa parte do volume foi focada na família Sima, trabalhando a politica e a estrutura da família de forma muito mais aprofundada, as relações de poder foram muito bem demonstradas, incluindo detalhes como a pressão feita pelo jovem Yi Sima para manter sua posição e seu respeito, e essa seria uma parte muito massante de se ler, mas o autor se utilizou de diversos jogos, e discussões para tornar os diálogos mais interessantes de se ler, e usando claro sua arte com um jogo de quadros e perspectivas excelente, deixando tudo muito dinâmico.

Ravvol03ch018p083

O volume ainda fez algo que estava sendo trabalhado de forma superficial, que era a personalidade dos personagens, nesse volume seus sentimentos, e seus objetivos forma muito melhor trabalhados, mas isso não foi o bastante, o autor ainda aproveitou a personalidade dos personagens para explicar suas relações, e trabalhar ainda mais as relações de poder.

Ravvol03ch019p120

E como vinha acontecido nos volumes, o mangá ainda intercala toda a politica com as cenas de ação, a guerra continua acontecendo e a ação se intensifica cada vez mais, os resultados da infiltração começam a acontecer, e a primeira batalha de grande proporção começa, e com ela surgem seus heróis apresentados como figuras de imenso poder que impressionam até mesmo ao leitor. A narrativa e a  arte nos momentos de ação continuam impecáveis, e o autor ainda aproveita para mostrar alguns provérbios, e ensinamentos chineses, aumentando ainda mais o conteúdo agregado ao se ler o mangá.

É incrível a quantidade de informação contida em um único volume de The Raveges of Time, e mesmo assim sabemos que essa histórias está longe de acabar.

3º Colocado – Shin Angyo Onshi
capítulos 03-05.3 (volume 02)

Opiniões: Lucas, Jéssica e Estupratom.

O segundo volume de Shin Angyo Onshi apresenta três estórias, sendo cada uma delas um pedaço da jornada do Angyo Onshi.
O mais interessante é que, mesmo parecendo estórias aleatórias, cada uma delas tem uma influência na trama principal, mas o foco ainda fica por parte do desenvolvimento dos personagens. Nesse volume pudemos entender ainda melhor a personalidade do Angyo Onshi, que se prova totalmente avesso a qualquer clichê. Ele mostra não ser um herói puro e nem um anti-herói. Suas atitudes são diversas vezes cruéis e nem sempre tem o objetivo de fazer o bem, mesmo assim ele não chega a abdicar de sua humanidade, fazendo o bem para algumas pessoas, mesmo que seja só uma consequência de seus atos.

Shin_v02_c03_042

Neste volume tivemos ainda o desenvolvimento de Sando, que apesar de não ter uma personalidade que agrada a todos, continua sendo bem construída. Ela que ao se unir ao Angyo Onshi não é nada além de uma casca vazia, passando a ter seu eu construído juntamente de seu convívio com o Angyo Onshi, se assemelhando ao crescimento de uma criança.

Shin_v02_c05-part2_170

E além de tudo isso o volume ainda apresentou mais detalhes sobre a queda de Jushin, do passado do Angyo Onshi, e da busca do protagonista que ainda é um mistério para todos. O volume continua apresentando ótimas reviravoltas, uma narrativa muito bem contada, um arte fantástica e surpresas fantásticas. Shin Angyo Onshi atualmente é um manga muito imprevisível.

2º Colocado – Capeta capítulos 07-09 (volume 03)

Opiniões: Carlos, Lucas e Trilles.

Está se tornando rotina o quanto falamos que Capeta é incrível. O terceiro volume da obra foi o que menos chamou atenção. A estória segue o mesmo ritmo dos volumes anteriores, mantendo um leitura gostosa e que acrescenta muito ao leitor. Com uma arte que melhora cada vez mais, o manga não deixa o nível cair em nenhum momento. “Mas, o que faltou? ” – você deve estar pensando. Drama, nós respondemos. Vejam que não dissemos que o volume foi pior, mas sim menos impactante, pois o drama dos personagens nos primeiros volumes faz o leitor se apegar ainda mais à obra e apreciá-la de uma forma diferente.

img000017

Todo desenvolvimento dos personagens continua ótimo, e o manga continua com mais participações de personagens secundários, como a garotinha, por exemplo, que como alivio cômico é sensacional. O jovem Capeta tem de encarar a primeira corrida valendo pódio e com ela várias dúvidas vem à sua mente, mas nesse volume quem roubou a cena foi o pai de Capeta. O personagem tem mudanças de pensamentos dentro do volume que só o fazem crescer. As cenas mais emocionantes do volume foram entre ele e seu filho, porém, diferentemente do primeiro volume, o pai se destaca, fazendo com que a criança se desenvolva cada vez mais.

img000055

Capeta vem mantendo um nível incrível durante esses três volumes. Nós do EMD já cansamos de dizer como essa obra vem nos surpreendendo e agradando, principalmente como fãs de automobilismo. Porém, o manga está “quebrado” em inglês, chegando somente até quarto volume, mas como já comentamos antes, faremos no futuro a tradução do manga e uma review dele também. É claro que não é necessário um drama absurdo a cada momento, principalmente em um volume de desenvolvimento, e por isso Capeta continua no topo.

1º Colocado – Hunter x Hunter
episódio 76 (anime novo)

Opiniões: Trilles e Gutinho.

É claro que, antes de realmente acompanharem o novo anime, muitos fãs da série começaram com um pé atrás pelo Kite não ter sido apresentado no primeiro episódio da nova série, mas após esse episódio fica ainda mais claro o objetivo do diretor da série e do estúdio Madhouse. Entendemos facilmente que o início da série, por ser meio lento e sem muita ação, pode não ser atrativo ao público mais velho, e tentando alcançar o máximo de telespectadores possíveis, retiraram essa primeira parte “inútil” da estória. Além disso, caso o anime não fosse bem aceito pelo público, eles teriam de ser capazes de terminar essa estória sem desperdiçar personagens, tempo e dinheiro, então resolveram deixá-lo de fora do início da obra.

Hunter X Hunter - 76 - Large 04

Mas como já comentamos, isso não foi ruim. A entrada do personagem trocando alguns fatos irrelevantes, como o Gon ainda não saber seu nome, funcionou muito bem e a estória se encaixou, e como o diálogo entre os dois no início do manga foi pequeno, provavelmente nenhum erro de continuidade aparecerá com o tempo. Mas de fato o mais interessante do novo anime é o modo que a estória é contada, a tão conhecida “narrativa”, que no início desse famoso arco se mostrou fantástica.

Hunter X Hunter - 76 - Large 42[2]

Ao ler o manga e ver esse episódio vemos claramente que algumas cenas ficaram muito melhores no anime. Não apenas pela arte melhorada em geral, com cenário e personagens melhor desenhados. Também não apenas pela soundtrack, que vem fazendo um ótimo trabalho melhorando as cenas impactantes e mais tensas. Mas pela maior lentidão dos atos. No manga, vemos apenas um quadro da resposta de Gon para a pergunta de Kite sobre dizer onde Ging está, enquanto no anime, tem uma pequena espera, com Gon pensando em seus ideais e na situação difícil que o espera, algo que toca mais o telespectador e impressiona muito mais sendo bem utilizado em animes bem feitos.

Hunter X Hunter - 76 - Large 06

Esse episódio teve muitos detalhes que não tiveram no manga. Todo o anime novo foi refeito com o pensamento totalmente levado para a narrativa e a dinâmica, assim, metade de um capítulo de 16 páginas do manga foi transformado em um episódio inteiro do anime. Como foi o conflito entre manga e anime sendo apresentado com a chegada de Kite, tivemos de explicar que o anime novo continua firme e forte, não apresentando erros de continuidade e voltando a nos impressionar. Kite se demonstrou um bom personagem e seu Nen bem interessante, que já foi mostrado, diferentemente do manga. Logo no início do arco, percebemos que o manga continua com uma ambientação muito infantil, com a personalidade e expressões dos personagens mais novos (Gon aparentemente continua um retardado no manga), mas no anime podemos ver uma evolução no personagem, que percebe o clima mais tenso da região, que fica inseguro, que sabe do quão difícil será essa tarefa de encontrar seu pai.

Hunter X Hunter - 76 - Large 23[2]

E o diálogo deles sobre tudo ter sido o objetivo do pai de Gon foi bem interessante e lógico também, aliás, todo o diálogo foi ótimo entre os três. É como se Kite como um hunter, não apenas em força, mas em habilidades de hunter em geral, seria um “professor melhor” para Gon no estado em que ele está agora. E é por isso que Hunter x Hunter, passando por cima da expectativa de todos e sendo ainda melhor que o manga original por enquanto, está em primeiro lugar no rank desta semana. Só irá entender perfeitamente o texto quem tiver visto o episódio, mas esta é definitivamente uma mensagem aos amantes do manga para começar a ver esse incrível anime.

______________________________________________________________

MVP da Semana

Yu Sima foi simplesmente perfeito nesta semana. Ele não só é o líder jovem da família Sima como também um mestre estrategista. Só ele foi capaz de armar uma estratégia que pôde burlar as defesas do poderoso Dongh Zuo, sozinho conseguiu controlar toda a família Sima, capaz de competir com gênios e ainda desvendar enigmas absurdos. Ele é simplesmente um líder nato que nunca comete falhas. Achamos que essas são razões suficientes, correto?

Ravvol03ch018p096

Imbecil da Semana

O imbecil desta semana definitivamente foi o diretor/a produção de Uchuu Kyoudai, por terem feito três episódios, sendo o citado nesta semana o terceiro, de recapitulação, algo que sempre foi desnecessário e que continua sendo. Esperamos que no próximo eles parem com essa babaquice.

Imprevisível da Semana

O imprevisível desta semana até que foi fácil de escolher, e o premio acabou nas mãos de Shi-Woon pela sua praticidade. Geralmente quando se está preso em uma base inimiga os personagens criam planos e estratégias super complicadas para escaparem, mas o Gaju usou o bom e velho bom senso, roubando um telefone e pedindo ajuda. Alguém esperava uma solução tão simples e prática? Nós não.

TheBreakerNewWaves11319475

______________________________________________________________

É isso ae, galera. Este foi o rank desta semana. O início da nova saga de Hunter x Hunter foi ótimo, Capeta continua muito bom junto de Shin Angyo Onshi e The Ravages of time, e obras como Chihayafuru e Magi não param de melhorar. Continuamos recebendo câncer de one-shots e do clássico Bleach, mas a vida é assim mesmo. Até a próxima semana com mais um ranking semanal, que terá ainda mais obras (algumas que até já foram lançadas) e ainda mais câncer com a volta de Naruto (previsão aqui).

93 pensamentos sobre “Ranking Semanal EMD #3 – E começa Chimera Ants!

    • Até eu, que sou o membro do grupo que é menos atraído por animes gostou desse episódio. Como o Trilles e o Gutinho comentaram, esse início ficou melhor que o manga.

  1. ” é por isso que Hunter x Hunter, passando por cima da expectativa de todos e sendo ainda melhor que o manga original por enquanto”

    Como um grande fã de HxH, tem tanta coisa errada apenas nessa frase que, olha, nem sei por onde começar…

    • Eu sou fan de HxH e não gostei do anime em geral, mas esse primeiro episódio ficou melhor que o início do arco do manga. Ficou com uma narrativa melhor, um diálogo mais convincente, mais dinâmico e a formiga realmente assusta um pouco. Quando esse arco começou no manga o inicio foi tão fraco que eu pensei que seria o arco mais fraco do manga mas acabou sendo o melhor. Se o anime manter essa qualidade de narrativa e o enredo do manga, ele pode sim superar a obra original, principalmente por causa da arte.

      • Li,todos os post referente a hunter x hunter,porque eu realmente me interesso por discussões civilizadas e bem argumentadas e houve por aqui.

        Primeiramente,parte ”inútil” da estoria,foi aonde vocês mais pecaram,pode não de ser tanto impacto igual vocês acham,porém eu considero que todo HxH começou pelo Kaito,ele é um personagem que deu inicio a toda trama,primeiro ele falou um pouco do Ging para o Gon no primeiro encontro deles,onde fez o Gon se interessar pelos hunter,além de quê o Gon o considerava, o espelho dele de hunter,ele admirava o Kaito demais. Durante exame hunter até a torre celestial,Gon citava o kaito como o melhor hunter que ele já conheceu,era um processo de admiração que o gon tinha pelo Kaido,aonde o Kaito fez ele se interessar pelo maravilhoso mundo que seu pai havia entrado.

        Vocês falharam demais nessa parte ”inútil” em caras,na boa,eu gosto da discussões de vocês,mas aí foi demais,rsrs.

        Agora,referente ao anime como um todo,Kaito foi cortado de todo o anime,onde fez o ”espelho” de hunter do gon,ser quebrado,onde o motivo do gon se tornar um hunter veio,mesmo que indiretamente dele,foi uma merda sem fim essa porcaria de cortar o Kaito,por mais que eles não tinham planos pra chegar em CA foi uma ideia prematura e prepotente da parte deles.

        Agora,quanto ao episódio,o Kaito tá com um jeito mais sério e fechado,diferente do mangá,quando ele usava a arma dele e reclamava que o poder dele era uma merda,eu realmente adorava essas partes,agora ele parece não se incomodar e é uma pessoa calada,sendo que ele é bem extrovertido,o fato dele não se lembrar do Gon foi algo forçado demais,sendo que ele já era um adulto e um hunter de level alto,precisou do Gon que era uma criança,se lembrar dele,pra ele se lembrar do Gon.

        Quanto a parte da formiga,realmente essa parte ficou sinistra bem animada,nenhuma crítica quanto a isso.

        Sobre o relacionamento deles nesse episódio,não achei nada de ”owh,ficou muito foda isso daí” ficou legalzinha e tals mas nada grandioso.

        Quanto ao negócio do Gon não se lembrar dele,merda demais,se gon não se lembrava dele,como diabos ele descobriu que o Ging era um hunter e se interessou pelo mesmo? A mito escondia isso do Gon pra ele não ir embora igual o pai,minha primeira crítica em relação a isso é essa.

        – EDITADO PORQUE TINHA SPOILERS –

        Outros falaram,mas o Kaito ensinou killua e o Gon ser um hunter,falar que o killua e o gon não sabia o que é ser hunter nesse momento da estoria é alienamento demais, hunter no sentido literal da palavra caçador,eles acharam o Kaito como? Caçando,eles fizeram tudo sozinhos sem ajuda de ninguém,o lance das cartas que foi genialidade de caçador do Gon,ele percebeu anagramas do Ging que confiava no sentindo caçador dele e ele cumpriu. Fora isso,aonde diabos o Kaito ensina eles a ser hunter? Kaito mostrou um pouco da profissão dele,SÓ ISSO eles não se apegou ao kaito a partir de chimera ants,ele já era apegado desde o começo ( falando do mangá ) então pra mim,é forçado demais essa bosta ( SIM ACHEI BOSTA ) que eles fizeram.

        Em relação a achar o anime,melhor que o mangá é brinks né? rsrs’ enfim,deixei aí, o que eu acho.

        • Editei uma parte do seu texto porque tinha spoilers.

          Vou repetir algo que comentei antes. Não podemos julgar o que vai acontecer. Eu tenho a mesma preocupação que todos os fans do manga, será que as ações do Gon vão ser tão convincentes quando elas são no manga? Mas não podemos julgar o que ainda não aconteceu, e não podemos comparar o anime com fatos do manga que são do futuro do arco. Quando comparamos um anime e o manga temos que comparar albos com a mesma cronologia.

          Esqueça tudo o que você leu do manga depois do capítulo 185. Os primeiros capítulos de HxH são um shounem genérico e sem grassa, o manga se torna fantástico em seu desenvolvimento. Até o capítulo 185 o Kaido não tem praticamente nenhum função do manga, ele é apenas o personagem que serviu com propulsor para o Gon e contou sobre seu pai. O manga fala que ele é o mestre do Gon, mas não vemos nenhum treinamento que nos tornasse ligados ao personagem, ele é totalmente momentâneo. No anime ele tambem serve de propulsor, na mesma cena do manga, só que eles não se conheciam e ele descobre sobre seu pai através de sua mãe. Se você pensar no manga até o capítulo 185, isso não muda em nada a qualidade de enredo, de desenvolvimento de personagem ou da personalidade do Gon. Tudo ocorre de forma idêntica.

          Quando ele reaparece no manga nós temos um diálogo curtíssimo de 6 páginas, onde ele foi totalmente utilizado no anime, só que foram acrescentados informações tornando o encontro mais íntimo e convincente. Se o anime seguisse a risca, esse diálogo teria 3 minutos no máximo.

          Julgando apenas esses dois encontros, SEM CONTAR COM OS ACONTECIMENTOS APÓS O CAPÍTULO 185, o início não interfere na obra em nada e esse encontro foi melhor no anime. Sem contar que a arte é do anime é absurdamente superior.

          Tendo em vista APENAS esses dois encontros, o anime é superior e ATÉ ESSE PONTO o início do arco foi bem melhor que o do manga. Esse episódio teve os mesmo acontecimentos que ocorrem em 6 páginas do capítulo 185, só que o diálogo foi melhor trabalhado e a formiga ficou muito superior, como você mesmo comentou.

          Se vocês pararem de pensar como fans que já leram o arco completo e julgarem o que temos até agora do anime, ele está sendo melhor que o manga. Se o anime não conseguir fazer as atitudes do Gon convincentes eu vou ser o primeiro a falar que o manga é melhor que o anime, mas não podemos julgar algo que ainda não aconteceu.

      • Enfim,até concordo com você que as coisas referentes AO CAPÍTULO EM QUESTÃO foi melhor que o mangá mesmo,porém essa forma de adaptarem o Kaito na história não gostei muito,talvez seja porque eu li o mangá com a presença do Kaito sempre sendo cogitada que sinto ar de coisa JOGADA demais no enrendo do anime!

        De boa de boa sobre os spoiler, foi mal kkkk

        • Não tem problema nenhum, sorte sua que o Trilles não leu, ele iria te xingar por uns 40 minutos. Eu entendo o que te incomoda, eu senti o mesmo quando assisti o primeiro episódio. Mas até agora o anime tem me deixado satisfeito, principalmente por causa da ótima animação. Só espero que ele continue.

    • É claro que liberaremos o comentário. Ele foi inicialmente bloqueado pois é sua primeira vez no site (pelo menos com esse nick/e-mail).

      Bem, isso é pura questão de opinião, já que mangas e animes nem devem ser comparados, porque são feitos de forma completamente diferente, mas já demos inúmeros motivos para o anime ser melhor em nossa opinião, não apenas neste post, mas em nossos podcasts de “Melhores e Piores” também, onde Hunter x Hunter frequentemente aparece.
      Sendo sincero, li apenas os capítulos do manga 01-03 (para ver o início com o Kite e as diferenças para o anime que muitos comentam) e do 183-184, para ver como foi a aparição do personagem no arco Chimera Ants, logo após assistir ao episódio desta semana, logo, não posso falar muito, mas praticamente todos os membros do nosso grupo já leram o manga de Hunter x Hunter, e os que assistem o anime novo, também preferem a maneira que a estória está sendo contada por ele.
      Tente enxergar além da “visão fanboy”. Eu sei que é difícil. Eu mesmo tenho que forçar a barra pra me lembrar que não posso virar um fanboy de Hunter x Hunter, porque é uma puta obra, mas os integrantes do grupo que adoram Hunter x Hunter, que leram todo o manga até então, e que viram os dois animes já lançados, concordam comigo que o anime novo é o melhor deles.

      • O problema é o seguintes, o Gon terá atitudes mais a frente que não condizem com atitudes que vc tomaria por uma pessoa que vc acabou de conhecer. O relacionamento deles tem que ser bem trabalhado, pois todo a influência que o Kaito tem sobre o Gon não existe no anime e as atitudes dele poderam ficar sem sentido. Vc não ve isso, pq não leu CA ainda, mas fazer Gon conhecer Kaito agora, pode ser um erro grave.

        • Entendemos isso, é claro. Mas a grande questão INICIAL era como o personagem entraria na obra, e isso foi perfeito, muito melhor do que esperávamos. Só criticamos esse episódio pelo que ele apresentou, e não pelo que pode vir a acontecer.
          Caso aconteça sim algo incoerente na estória, no episódio em que isso aconteça criticaremos, mas por enquanto está tudo perfeito.

      • Ontem mesmo eu estava comentando co o Trilles que o que esta me preocupando com a relacao deles e que isso poderia vir a ser um problema. Mas comparando o inicio do arco no manga e no anime, sem contar com o que ainda vai acontecer, o anime foi superior.

      • Ah, obrigado por liberarem o comentário.

        Sem querer falar de números, pois conheço dezenas de fãs de HxH, tanto pelo anime quanto pelo mangá, que realmente não gostaram desse primeiro episódio; a minha crítica inicial foi realmente aos argumentos que vocês deram.
        Eu, sinceramente, não vejo nenhum sentido nisso que vocês citaram de “narrativa melhor”, “ter sido mais dinâmico” e tudo mais. A forma com que o Togashi leva o mangá sempre foi de uma fluidez incrível, e o simples fato de desde o começo o Kaito ter sido cortado já demonstrava que iria ocorrer uma falha nessa fluidez… e não deu outra.
        Quando eu li na review ali o “retiraram essa primeira parte “inútil” da estória” eu quase infartei, sinceramente. Esse é um dos pontos mais altos e importantes do mangá (e sim, eu percebi as aspas no “inútil” ali). Pode parecer uma cena boba, mas ela é realmente importante. Rever o Kaito e considerá-lo como um novo personagem extremamente importante depois de toda a tensão esperando que fosse o Ging foi algo único em HxH, na minha opinião e de muitos.

        “Inútil” para mim foi esse episódio, que, em meia hora, conseguiram encher de fillers, cenas desnecessárias, não criaram nenhum tipo de vínculo decente entre o Gon e o Kaito que será MUITO importante mais para frente, estragaram momentos épicos como o surgimento do hatsu do Kaito na hora certa (pelo amor de Deus, vá… Qualquer um precisa concordar que aquela formiga picando o Killua foi uma das coisas mais bestas do mundo), além de outros pontos mais singulares que alguns fãs citaram e que, por mais que seja exclusivamente da opinião deles e eu mesmo não concorde com a maioria, ainda são válidos (citaram principalmente sobre a opening, contendo alguns spoilers, uma cena bem perturbadora de um exército de formigas que não existe e, óbvio, o uso da Departure; além do Ging ser intitulado quase como um L/Raito durante todo o episódio [Ging planejou tudo, até mesmo o Killua, just according to keikaku]).

        O fato de terem colocado vários fillers bobos no meio do episódio deu um aperto no coração de todos. Se logo no primeiro episódio é assim, como poderá ser nos próximos? Isso deu um medo muito grande para todos os fãs da série. Depois de dez anos esperando por esse episódio, a Madhouse vai e me coloca cenas totalmente desnecessárias no meio de uma das partes mais importantes da série. Perdão, mas, não entendo onde viram “maior dinamismo” nisso, sinceramente.

        E o mais impressionante de tudo isso é que eu adorei o episódio. Eu realmente gostei da forma que introduziram o Kaito, apesar dos pesares. Podem ter definido minha visão como sendo uma de “fanboy” (o qual eu achei bem desnecessário da parte de vocês), mas eu realmente gostei do episódio, ele cumpriu relativamente bem o que eu já esperava. A questão é que o anime vinha vindo tão bem, com uma saga GI tão bem feita, que quando vieram esses erros, essas falhas quase que amadoras bem estampadas, acabou pegando muito mal, simples assim. A questão não é ter sido ruim, e sim não ter sido ótimo sendo que era relativamente fácil de agradar a todos e fazer algo muito bonito.

      • Você esqueceu de algo muito importante, não podemos julgar o que ainda não aconteceu no anime. Nós julgamos esse episódio e não um futuro incerto, Ignorando os capítulos seguintes do manga, comparado apenas o capítulo equivalente ao anime (meio capítulo na verdade), todos do grupo gostamos mais do episódio.

        Essa semana eu conversei com todos do grupo sobre a minha preocupação sobre o vínculo deles, mas não posso julgar algo que ainda não aconteceu.

        Motivos que gostamos mais do episódio:

        1- Arte é inegavelmente superior. Eu sou fan do Togashi, mas sua arte é inegavelmente uma merda. Yu Yu Hakusho, uma de suas principais obras tem o anime melhor que o manga justamente por causa de sua arte. Todas as lutas do anime são emocionantes e a arte foi ótima para os padrões da época. O manga tem uma arte e movimentação tão ruim que a maioria das lutas são sem graça, e diversas cenas ficaram mais emocionantes no anime.

        2- Esse capítulo é referente a seis páginas do capítulo 185 (10-15). No manga o dialogo é absurdamente curto e nada marcante, e sem saber o “futuro” da obra, o capítulo não passa praticamente nenhuma emoção. O manga tem todos os diálogos do capítulo e adicionou vários diálogos novos que achamos bem construtivos e mostrou muita mais da personalidade do Kaido. Tudo no episódio foi melhor do que essas seis páginas. Lembre, estamos julgando o episódio.

        3- Se o episódio tivesse seguido a risco o manga e o anime, o Kaido teria aparecido por 30 seg no início do anime e teria mais um diálogo de 2 minutos nesse episódio. O encontro dos dois foi muito melhor trabalhado, se a obra vai o ou não conseguir criar um vinculo forte entre os dois isso vai depender do futuro, não é algo a ser julgado no primeiro episódio. Mas eu acredito que se eles continuarem desenvolvendo essa intimidade, o acontecimento do capítulo X (o da floresta) e o do capítulo Y (reencontro) vai ser o mais que o suficiente para termos um drama com a mesma intensidade do manga.

        mesmo diálogo no manga tem 2 páginas: http://centraldemangas.com.br/online/Hunter%20x%20Hunter/185#13
        http://centraldemangas.com.br/online/Hunter%20x%20Hunter/185#15

        4- Ter mostrado um pouco da habilidade do Kaido não interfere em nada a qualidade do enredo, então não vejo como problema. A formiga morder o joelho dele muito menos. Eu acompanhei semanalmente o início desse arco quando ele foi lançado no manga, e era unânime que todos os leitores estavam odiando o início do arco. Eu cheguei a pensar que esse seria o pior arco de HxH, mas o seu desenvolvimento o transformou no melhor arco shounen que já li. Se o começo agradou e o manga não, logo nos preferimos o anime.

        Ignorando todos os acontecimentos futuros, vendo o episódio do ponto de vista de alguém que está acompanhando a série pela primeira vez, eu achei ele MUITO melhor que as seis páginas do capítulo 185. E vendo do ponto de vista de um leitor que leu esse arcos algumas vezes, eu achei o início melhor que o do manga, mas eu também tenho preocupações com o vínculo entre os dois. Mas acredito que os próximos episódios vão ter diálogos que vão aproximar os dois, igual ocorre no capítulo 186 junto coma apresentação dos novos personagens.

        5- A formiga no anime ficou muito mais “sinistra” do que no manga. Essa é a mesma cena no manga “http://centraldemangas.com.br/online/Hunter%20x%20Hunter/186#3 “. Na época que eu li o capítulo pela primeira vez a cena foi péssima.

        Resumindo: Não posso julgar o que pode acontecer. Mas todos os acontecimentos do episódio foram melhores que o do mesmo acontecimento no manga.

        Espero que você estendo o porque consideremos esse episódio melhor que o capítulo 185. Lembrando que isso é a nossa opinião. Temos nosso método de análise que consideramos bem justo, levando em consideração pontos técnicos e pessoais, mas você é livre para não concordar conosco, isso que significa ter opinião.

        • Considere o comentário dele em nome de todos do grupo.

          E lembro: nunca li o manga. Às vezes as pessoas tendem a julgar um anime como comparação com o manga da série, algo erradíssimo. As duas mídias são completamente diferentes, logo, se você gosta mais de uma, pode falar isso, mas é impossível “afirmar” que um anime é melhor que um manga SE OS DOIS TIVEREM A MESMA ESTÓRIA, pois são estilos de mídia diferentes. E como apenas telespectador do anime, adorei o episódio. Após vê-lo, li o manga (o primeiro capítulo e o 185) e achei horroroso, tanto em arte, quanto em atitudes dos personagens (Gon não cresceu em nada e continua uma criança boba). E como já comentei, a adição de coisas como o Nen de Kite não me incomodaram em nada, mas muito pelo contrário.
          Um exemplo de tudo isso seria o novo anime de Shingeki no Kyojin. Se me perguntasse a nota que dou para os primeiros três episódios já lançados, ela seria 10, enquanto dou 9 para o manga. A grande diferença, é que NO FUTURO, o anime pode seguir um rumo diferente, provavelmente indo mais para o foco nas lutas e na ação do que nos mistérios, que formam o carro forte do manga. Eu falarei disso em nossa Season Review que está por vir, mas continuarei dando 10 ao anime, pois eu não posso julgar o que ainda não sei se ocorrerá ou não, mesmo o anime já tendo vacilado (o padre gritando no meio da cidade é algo que só acontece lá pelo volume 9 do manga, e isso tem um puta significado).

      • Foi legal ter enumerado os argumentos, obrigado, Estupratom. Eu realmente discordo de muita coisa aí e, repetindo, conheço MUITA gente, grandes fãs, admiradores, fanboys ou apenas interessados na série, que também discordam, mas tudo bem.

        Eu tinha tido a impressão que vocês criaram a review desse post meio nas coxas, dando argumentos supérfluos e tudo mais, e foi por essa razão que eu resolvi cutucar um pouco sobre o assunto. Mas depois desses posts, ficou evidente qual a opinião e a visão de vocês sobre o anime e um pouco sobre o mangá.

        Enfim, obrigado! Hunter x Hunter é uma obra tão incrível, que ter esses tipos de discussões me interessam bastante.

        Esperemos que a Madhouse não faça merda e tenhamos uma saga realmente merecedora do nome “Chimera’s Ants”.😉

        • Lero, nunca fazemos nenhuma review ou ranking nas coxas, disso você pode ter certeza.

          Nosso trabalho é fazer uma análise independente da opinião da maioria. A maioria acha que Bleach foi bom e que Naruto foi fantástico. Respeitamos sua opinião, mas saiba que quantidade não traz qualidade e muitas verzes é inversamente proporcional a popularidade.

      • Sei não ein Trilles, tipo o episódio 3 de shingeki veio muito avançado na história, se fosse seguir o mangá mesmo só ia aparecer essa parte do treinamento, depois da cena da torre que é épica man. Mas seila, se é pra dar uma sequencia melhor, ja que se voce mostrar o treinamento do Eren antes de ele se tornar um soldado de verdade faz mais sentido, então talvez o anime acabe ficando melhor mesmo. Mas aquelas cenas do Eren batendo a cabeça no chão e da menina que parece a Magalí devorando tudo que é comida deu uma brochada, já que eu vejo Shingeki como uma obra bem séria, sem necessidade de comédia. E porra cansei dos fansubbers colocarem Almin e Ehren, PQP!!!

        • Agreed, mas é como disse, isso não foi um erro. Eles não colocaram um filler ou mudaram e estória, apenas trocaram a ordem DE UM FLASHBACK, que não tinha motivos em primeiro lugar de ser colocado no futuro. Um motivo pode ter sido o “choque” dado no manga, e por isso digo: parece que o anime foi feito para chocar com “YAY! SOU O MESTRE SHOUNEN QUE MATA TITÃS! YAY!” e não como o manga, que é “PUTA MERDA, SOU UM MERDA QUE NÃO FAZ NADA E SÓ SE FODE JUNTO COM TODOS OS MEUS AMIGOS E NÃO SABEMOS DE NADA NESSA MERDA CHEIA DE MISTÉRIOS!”

      • É acontece que esse povo se fudendo toda hora por causa da ignorância que faz a diferença na obra, assim como em Gantz que já no primeiro arco morre a maioria da galera, acho que esse tipo de coisa prende o leitor, seila, SUASHAUHSUAHS.. Mas de boa, se não resolverem mudar muita coisa do que esta por vir eu acho que ainda vai ficar legal.

  2. Eu vi essa notícia em um site de mangás: “Lembrando que não teremos Naruto esta semana porque o autor (Masashi Kishimoto) está trabalhando em um ONE SHOT com o criador da série 100% Ichigo (Mizuki Kawashita)!”
    Xiiii… Que mistura estranha… Kishimoto com um autor de Ecchi? O que será que vai sair? kkkk!

    • A dúvida é saber se o Kishimoto vai conseguir acompanhar o Mizuki Kawashita. Mesmo eu não sendo fan de ecchi eu conheço as qualidades do autor e não importa o que os fanboys digam, o Kishimoto ainda é uma mangaka de uma obra só e ela perdeu muita qualidade.

      • Quanto a qualidade de Naruto eu ainda gosto dela (mas isso não interessa muito nesse comentário). Mas eu não tenho ideia do conteúdo desse One Shot, já que os autores são de estilos tão diferentes. Em arte, quem já folheou Ane Doki, sabe que a Mizuki faz as coisas direitinho, o Kishimoto nem sempre faz.
        Ainda falando em Kishimoto, vocês pretendem colocar no Ranking o One Shot “Mario”, quando for traduzido?
        É do dessa imagem aqui (é de máfia, parece…):

  3. Muito bom ranking semanal!Estou gostando desse novo formato pois apresenta a opinião de todos do grupo.Mas tenho uma pergunta vcs conhecem o anime de Cross Game ou o mangá(não sei se tem a msm história) se conhecem vcs gostaram,recomendariam? É q fui dar uma chance a esse anime e o 1º episódio me emocionou e me prendeu a obra q até onde eu vi está bem evoluindo.

    • Se você nunca viu/leu uma obra do Adachi você pode ir fundo e ver a obra. Se você já conhece o autor e já viu outras obras dele não se de o trabalho, elas são muito parecidas em desenvolvimento sentimental e ele sempre usa os mesmos personagens. O esporte é praticamente deixado de lado, o grande foco da obra são os desenvolvimentos pessoais e de relacionamentos.

      • Vlw pela dica Estupratom! vou continuar com a obra,pois não vi nenhuma obra do Adachi como vc comentou.Eu já tinha percebido q ele abordava os msm tema em suas outras obras quando dei uma pesquisada,mas não tinha certeza.

        P.S.:Só pude responder agora pq fiquei uma semana sem internet,só pude voltar agora e vi q já lançaram bastante coisa.

  4. Hahahaha, foi a mesma coisa que eu disse pro meu “chefe” na scan quando ele mencionou o one-shot HUEUHEUHEUHEUEHUE, sua resposta foi que eu n tinha bom gosto e n sabia escolher mangás…
    sobre one piece , eu estou com tantas expectativas nesse arco, que quero que sempre a proxima semana chegue, é a primeira vez que fico assim em one piece, o que me deixa com um pé atrás.
    Otimo ranking e até semana que vem [?]
    O/

    • Eu e a Jéssica somos os membros do grupo com mais apreço pelos scanlators, mas esse One-shot foi uma merda e eu tenho bastante confiança no meu gosto pessoal. Quando terminarem o volume de Yuureitou nós vamos falar dele, só para avisar.

  5. Ótimo ranking,apesar de que algumas coisas no mesmo deixaram-me contristado,na verdade foi apenas uma o one shot,sério por quê as pessoas têm de avacalhar com a mitologia vampírica?Primeiro foi Crepusculo com a criação dos vampiros brilhantes(FADAS) e agora fazem isso.

    • achei esse one shot pior que crepusculo. Eu li todos os livros das cronicas vampiresca (entrevista com vampio, vampiro lestat, etc) e vários livros de outros autores. Estão acabando com um dos melhores temas para obras sombrias.

  6. O autor de Bleach não faz o mangá do jeito que eu quero, logo está horrível.

    Só existem duas coisas que se criticam numa literatura de forma genérica: coesão e corência.

      • Estou falando sério, só para constar, não sou um Bleachtard.

        Criticar o que então? Diagramação, ritmo literário, “fundos brancos” ou “cheios demais” (como em One Piece)? Esses e outros são fatores que não determinam se a obra é bem feita ou não.

        Muita gente critica Bleach simplesmente pelo que falei antes: Bankais, Vasto Lordes, “lentidão”, não colocou o personagem que eu gosto, entre outros. Resumindo, não fez do jeito que eu quero. Um mangá não deve ser um “faz o que os fãs querem”(o próprio Kubo disse isso numa entrevista), se me perguntar, esse é o maior erro do Oda(não que OP seja mal feito.)

        O que tem de incoerente nesse flashback?

        • Meu caro mancebo, nenhum de nós vai ficar perdendo tempo explicando para um fanboy o motivo de sua existência estar com baixa qualidade. Se você acha que não sabemos fazer uma crítica, escute nossas últimas reviws.

        • Não quero fazer um comentário tão pejorativo, mas você por acaso sabe que toda crítica existente no universo contém opinião pessoal, certo? Se em nossa opinião, fundos brancos, ritmo literário, e outras coisas que citou são um problema em Bleach, esses pontos farão parte de nossas críticas, e cabe a você entendê-los como uma opinião.
          Já comentei inúmeras vezes por aqui, amigo, mas como não nos conhece, não deve saber.
          Chineses comem todo o tipo de merda que existe por aí. EU não quero/não gosto do que eles comem, e nunca comerei, MAS TEM UNS QUE ADORAM!!!
          Deixe-me dar um exemplo envolvendo comida. Críticos de comida existem aos montes, inclusive, meu seriado favorito é Top Chef, onde CRÍTICOS e MESTRES da culinária CRITICAM a comida que alguns integrantes do “reality show” fazem.
          Se um dos integrantes faz uma comida usando berinjela, eu odiaria, pois não gosto do ingrediente, mas em sua teoria, se a berinjela for bem temperada, bem assada e por aí vai, eu sou OBRIGADO A GOSTAR DA FUCKING BERINJELA?!?!?!
          Não gostamos de ecchis retardados, mesmo muitos tendo uma estória coerente e coesa do início ao fim. Em sua tese, eu sou OBRIGADO A FALAR BEM DA OBRA?! Quando não gosto da berinjela ou do fucking ecchi, dou meus argumentos que explicam o porquê de eu não gostar daquilo. O porquê de aquilo não funcionar para a obra/prato de comida em minha opinião, mas seu incrível comentário vai contra tudo isso.

          Não leio e nunca li Bleach. Vi o anime horrível e parei logo após Aizen ser aprisionado, pois sabia que após aquilo só daria merda. EU já achava forçado quando o Ichigo, sendo o personagem principal da obra, já era meio shinigami, meio hollow, então imagine minha mente borbulhando quando soube que ele, além de shinigami e hollow, agora é shinigami/hollow/vaizard/quincy/fullbringer. EU acho isso uma forçação de barra para tornar o personagem principal forte ao extremo. Ah! Sem contar que ele já renasceu, né? Se você quer defender uma obra dessa, amigo, diga que gosta e ponto final, mas não venha tentar falar que uma crítica a Bleach é errônea sendo que toda crítica contém gosto pessoal, e em nossa citamos tudo de errado que vemos da obra.

          Aliás, que crítica, no caso? O que fizemos é um Ranking Semanal mostrando nossas OPINIÕES sobre os episódios da semana. Nossos argumentos criticando Bleach nunca foram postos aqui no site em formato de review, então para entender tudo, primeiro nos acompanhe (se quiser), escute o que falamos, e aí sim, venha nos criticar dizendo o porquê nos acha errados.
          Pelo seu comentários sobre “críticas”, percebo que, em sua opinião, mangas como Berserk, Bleach e Suite Precure são iguais em qualidade (tirando erros de coesão e coerência).

      • Só pra dizer, pra pararem tanto de insistir nisso, kkkk!
        Pelo menos agora, Hollow o Ichigo não é. Desde que ele perdeu os poderes de Shiningami ele não é mais Hollow nem Vaizard .
        E ele também deixou de ser fullbringer, aquele Kugo roubou os poderes dele (ele não usa mais aquele ‘talismã’ que veste ele e deixa ele meio que como um Cavaleiro de bronze, esqueceram?), e ele recuperou os poderes de SHININGAMI com a galera da Soul Society.

        Então, em resumo, agora, ele é Shiningami e Quincy. Ele já foi muita coisa, mas agora ele é isso.

        Sim, isso é muita coisa! Mas em muitos shounens isso acontece, mas decaem muito em Bleach!
        Alguns exemplos:
        Yuyu Hakusho: O Yusuke era humano/ Fantasma / Sucessor da doutrina/ detetive espiritual/ Youkai (tudo que tinha no mangá ele já foi, ele foi só essas coisas porque o anime tem só 115 episódios).
        One Piece: O Luffy já foi Usuário de Akuma no Mi/ Nightmare Luffy (com as sombras, lembra? Não foi avacalhação aquilo? Nem ”câncer”?)
        Mas quanto a One Piece, é incontestável que Bleach tá em outro patamar de avacalhação sobre o personagem principal – ou não(?).

        Quanto ao companheiro, Oscar, que comentou sobre a coerência do Flashback, minha resposta é a seguinte: a estória de Bleach tá avançando, não tá incoerente (até agora), mas deixou de ser interessante, não totalmente ao ponto de dropar (na minha opinião), mas não é do mesmo jeito que a época que a Rukia estava condenada, nem que a Inoue foi raptada e o Aizen tava humilhando todo mundo.

        O problema do flashback é que as coisas estão acontecendo muito rapidamente, sem naturalidade e tudo envolvendo Urahara.
        Eu quero mesmo um bom fim pra Bleach, vamos ver o que acontece.

        • Eu acho câncer tudo isso sim, por isso não vejo nenhuma dessas obras, LOL.
          Tem que entender, César, que só procuro obras boas. A maioria do grupo vê um bando de merda “só pra saber o final” ou “porque gosta um pouco”, mas repito: só procuro por obras fantásticas, não “boas”.

        • Concordo com o Trilles, acho uma completa imbecilidade suportar uma obra ruim só pra ver seu final. Eu assim como o Trilles só procuro obras de alto nível, tanto que as obras que eu leio pegaram 2º 3º 4º e 5º, sendo as piores obras que eu leio One Piece e OnePunch-Man, isso porque eu só comecei a ler OnePunch-Man porque não paravam de comentar sobre a arte, e sinceramente já penso em dropar o manga se continuar assim, e dropo One Piece se começar a avacalhar também.

      • Opa M.César, eu não leio Bleach mas sei que “O protagonista que ganha um poder do nada ou de repente tem alguma coisa especial pra ficar mais foda”, acontece em muitos shounens, porém, discordo(pelo menos em praticamente tudo) de sua citação a One Piece e Yu Yu Hakusho.

        One Piece:

        Luffy usuário de Akuma no mi- é algo que é explicado no primeiro capítulo do mangá e a forma
        como acontece é aceitável dentro do universo de One Piece, ele é apenas um de centenas de usuários de Akuma no mi e fruta dele é relativamente simples em comparação as que aparecem mais para frente.

        Nightmare Luffy- Eu nem lembro mais disso(foi durante o arco de Moria?).

        Haki- Quando aparceu o Haki eu pensei que ia ir para esse lado, mas aparentemente é algo bem mais comum do que parecia no começo.

        Yu Yu Hakusho:

        Fantasma/Detetive espiritual- Isso faz parte do plot, se ele não morre, vira fantasma e conseqüentemente detetive não teria a estória.

        Sucessor da doutrina- Também não vejo problema nisso, em praticamente todo shounen existe algum treinamento ou poder especial, ele se tornou sucessor do Leikohadouken porque ele treinou até atingir esse nível.

        Youkai- Esse é o único ponto que eu concordo, porque foi algo que surgiu do nada, apesar de ser algo que eu gostei muito da primeira vez que eu vi (quando eu era criança e meu senso critico era bem menor), acho que isso se encaixa no “poder do protagonismo”.

      • Rodolpho, por favor, não tem como teimar quanto a avacalhação do Yususke. Como eu disse, todo tipo de criatura que tinha no anime ele já foi.
        Do mesmo jeito o Ichigo, sendo que, como a obra é maior, ele foi mais coisas.
        Se você parar para pensar, vai ver que Bleach e Yuyu são bem parecidos em alguns pontos.
        E já que ser fantasma e detetive são a mesma coisa, ser Hollow e Vaizard também são, no fundo.
        Quanto a doutrina da Genkai, ele treinou. O Ichigo também treinou pra ser tudo que ele é. Isso não muda muita coisa.
        E cara, o Luffy é avacalhado sim, Até o arco do arquipélago, ou seja, 400 e tantos episódios, ele só tinha ganhado todas as batalhas, um cara novato que chega batendo nos Schibukais. Sim, pra mim isso não é motivo de dizer que a obra é lixo. Mas o fuzuê encima do personagem principal não é só em Bleach.
        Claro que é muito bom quando as obras focam também em outros personagens. Ao exemplo de Naruto, quando teve o arco com Shikamaru, as coisas envolvendo Itachi e etc, que foram muito bons. É uma maneira bem útil de deixar o mundo do mangá mais rico, sem que a obra fique chata.

        Trilles, eu entendo seu ponto de vista, isso é um indício de perfeccionismo (não é um problema, de forma alguma).

        • Cersar, vou responder uma vez só e não quero continuar essa discução movida pela sua opinião. Vou falar de continuidade e coerência com cenário.

          Primeiro de tudo, saiba que Bleach foi considerado uma cópia de Yu Yu Hakusho. Tentaram serializar Bleach quando o YYH estava em seu auge de popularidade, e as semelhanças eram óbvias, mostrando que o Kubo se inspirou, ou até mesmo copiou a obra do Togashi (apenas premissa). A Jump esperou YYH ser concluído para serializar Bleach por esses motivos.

          Comparações de continuidade e coerência:

          1- O início de ambos é coerente para o cenário e muito bom. O Ichigo é transformado em Shinigami quando a Rukia atravessa seu coração com a espada (sendo que depois falam que o negão que fez todas as espadas, sendo que obviamente ele não fez a d Ichigo porque ela surgiu do após esse incidente através da transformação dele, mas isso não vem ao caso) e o Yusuke ressussita após morrer e se torna um detetive espiritual. Ambos estão coerentes.

          2- Os treinamentos do Ichigo no início do manga são rápidos e fazem diferenças absurdas, alcansando em dias o poder de pessoas que treinaram por anos. O Yusuke era um humano fisicamente forte, mas ele era inferior aos seus oponentes, e tem que usar estratégias para derrotar TODOS os inimigos de todos os arcos até o torneio. E nesses intervalos ele tem treinos brutais durantes meses sendo que todos eles deram desenvolvimentos muito menores que o do Ichigo. O Ichigo aprende a usar a shikai pela primeira vez na luta contra o mais forte de todos os capitães, o Kenpachi e consegue derrotar ele na primeira vez que ele usa o Getsuga Tenshou. Feito totalmente forçado que acabou com a continuidade de poder do manga.

          3- O Yusuke tem um poder que lhe foi dado por sua mestra. Ele não surgiu do nada. Isso tem a mesma coerência que o seu lado Hallow, devido a sua transformação que chegou até o limiar. Nesse ponto nenhum dos dois tem problema.

          4- Depois novamente em um intervalo minusculo de tempo o Ichigo libera a Baikai e utilizando seu lado hollow ele consegue derrotar o Byakuya. Aqui tem o erro de continuidade que comentei, mal utilizando a shikai ele derrota um capitão que era para ser mais fraco que o Kempachi, e pouco dias depois ele precisa de bankai e modo hollow para derrotar o Byakuya? A coerência de poderes foi péssima e seu desenvolvimento foi acelerado.

          5- Depois o Yusuke acaba se transformando em um Youkai, lembrando que Bleach fez algo que parecia uma cópia descarada. A forma transformada de Hallow que o Ichigo usou contra o Ulquiorra foi praticamente idêntica, tanto visualmente quando em contexto de enredo. Qundo eu li esse capítulo de Bleach na época eu pensei que estava lendo YYH de novo. Ambos fizeram esse feito, mas em YYH isso essa transformação foi o foco principal de manga até o seu fim, enquanto em Bleach ela foi deixada totalmente de lado e teve um diálogo horrível do nofal do arco do Aizen.

          6- A partir de agora só podemos listar incoerências de Bleach. Ichigo para com o pai dele em uma dimensão paralela e medita por um ano e se torna o Ninja Gaiden. Isso foi o acontecimento mais forçado do manga até o momento. O autor explicou como aconteceu, mas não chegou nem próximo de ser convincente. Se usar a técnica onde você perde seus poderes iria fazer um aumento tão drástico de poder, porque nenhum dos capitães fez o mesmo para defender a Soul Society? E nessa transformação o modo Hollow completo do Ichigo foi descartado em um diálogo deprimente, tornando a luta contra o Ulquiorra um feito desconexo do enredo e da continuidade.

          7- Nesse ponto Bleach já está perdendo para a continuidade e coerência de YYH com facilidade, mas a merda ainda nem começou direito. Após essa merda o Ichigo se transdorma no Ninja Gaiden 2 modo fullbringer, e aquela transformação dele também foi abandonada logo em seguida, só mudando o visual da roupa dele de forma mínima. Foi um arco imbecil que apenas deu uma desculpa para ele recuperar seus poderes.

          8- E para completar agora ele tambem é um meio Quincy, quebrando toda a continuidade da morte da mãe dele nas mãos de um Youkai fraco. E mesmo se conseguirem criar uma continuidade, o Ichigo ser mais um coisa é ainda mais forçado.

          Conclusão: Ichigo consegue tudo treinando duro e sendo inteligente em batalhas. Em apenas um ponto do manga ele ganha um aumento do poder do nada, que foi quando seu pai possui o seu corpo e ele começa a despertar seus poderes Youkais, mas isso foi o foco de todo o arco final do manga. A cada arco de Bleacho autor da uma habilidade dava para ele simplesmente porque ele é o Ichigo e fica dando desculpas. O Vaizard foi totalmente lógico com a cronologia do personagem e com a continuidade da obra, mas a transformação hollow completa que ele usou contra o Ulquiorra, o mido Ninja Gaiden contra o Aizen, o modo Ninja Gaiden 2 no arco fullbringer e o atual sangue Quincy foram apenas jogados no personagem e NENHUMA delas foi desenvolvida ou teve coerência com o resto do mundo de Bleach (fullbringer foi ruim mas ainda teve coerência por causa dos amigos do Ichigo, o problema foi forçar a barra fazendo o Ichigo também ser um deles).

          Atualmente ele está desenvolvendo a origem do poder Quncy do Ichigo, ele não deixou jogado como os dois modos Ninja Gaiden e o modo Hollow completo, mas o desenvolvimento desse flashback está sendo uma MERDA, tendo um enredo muito fraco e forçado. Se o autor for esperto ele pode até aproveitar esse arco e desenvolver um pouco o modo Hollow completo do Ichigo, devido as semelhanças com o monstro e ao buraco no peito de sua mãe, mas eu duvido que ele consiga fazer um enredo convincente após tantas decepções.

          A diferença entre o Yusuke e o Ichigo está clara o suficiente agora? E nem vou perder tempo comentando que Bleach é a obra de um personagem só enquanto YYH desenvolveu diversos personagens ao mesmo tempo que desenvolvia o protagonista. Em Bleach o Sado, a Peituda e o Ishida não poderiam estar mais jogados.

          E por fim, YYH tem 175, Bleach tem 534 e ainda não conseguiu fazer nem metade do desenvolvimento que YYH tem.

      • César, não vou me alongar muito porque se não agente vai começar a discutir opiniões em vez de argumentos. Mas quanto a One Piece, Luffy é apresentado como um cara forte desde o momento em que ele saí para viajar, e todos os inimigos que ele encontra, são de um nível inferior ou ao alcance da força dele, tanto é que quando ele encontra alguém realmente mais forte( a partir do Arquipélago Sabaody ), ele sofre derrotas humilhantes.

        Em relação a Yu Yu Hakusho, eu não tenho como discutir semelhanças porque conheço pouco de Bleach, mas como eu disse antes a única parte que realmente soa forçado para mim é a da descendência de Youkai.

        Concordo que explorar outros personagens (com competência) enriquece a obra, o próprio Naruto(que inclusive tem muito desses “poderes tirados do nada” para Naruto e Sasuke) seria uma obra melhor se explorasse(como fez com Shikamaru, Itachi e agora Hashirama), outros personagens tipo Rock Lee, Neji, etc.

      • Estupratom, eu li seu comentário, agradeço muito pelos bons pontos expostos.

        Eu não se você lembra, mas o ‘negão’ disse que não fez a espada do Ichigo.
        O Ichigo também tinha ‘super força’, treinou com o Urahara num método muito bom (o Urahara muito esperto, por sinal) e também ele precisou de estratégias para saber a fraqueza do Shikai do Renji (uma *estratégia*).

        E o Ichigo derrotou o Zaraki porque ele estava muito tomado por empolgação, não estava nem desviando dos golpes (não sei se você lembra).
        Quanto ao Byakuya, ele tem a mesma força do Zaraki (pelo menos até antes de ele derrotar a Unohana e ganhar essa Shikai), não sei se você lembra, mas os dois já empataram lutando no Hueco Mundo.

        Quanto a isso de Hollow e Quincy e etc, ainda dá tempo o autor explicar tudo isso. Muita coisa ainda nesse Flashback.

        E os outros Shingamis não usaram a técnica que o Ichigo usou, porque requeria sacrificar os poderes… Portanto, é bem inviável. Mas as coisas poderiam ter acontecido de forma mais interessante.

        Realmente, a Inoue só serviu pra o arco do Hueco Mundo acontecer e ter a fêmea inútil obrigatória dos shounens, Ishida é um pouco mais útil, fez a luta contra Mayuri, que foi boa, aquela armadura Reshi pode ser usada pra fazer as coisas terem sentido agora, também fez a luta contra o espada 8, eu gostei muito daquela luta, na época, Ishida e Renji agindo em conjunto, depois a chegada de Mayuri e o cara morrendo perdendo o senso de tempo… Foi bom.
        Já o Sado, só serviu pra fazer um pouco no arco Fullbringer.
        Mas esses 3 são o de menos, os capitães tem um desenvolvimento bem superior na obra…

        Sim, o arco fullbringer na vida do Ichigo… Nada mais era do que Reatsu
        contida no ‘talismã’ do Ichigo, que fez ele voltar a ter poder espiritual. O problema foi que o arco envolveu muitos personagens inúteis, o Tsukishima e O Kuugo poderiam fazer todo o arco
        .
        Na verdade mesmo, o que foi o problema mais pesado foi a forma que o Aizen foi derrotado. Era mais plausível que todos descobrissem que o Aizen estava certo, e o Rei é realmente um vilão (se isso acontecer é muitos pontos positivos pra Bleach, na minha opinião), até porque o Aizen nunca explicou muito sobre o plano dele, só fazia aquela cara de prepotência. Mas suposições não importam…

        E eu considero Yuyu Hakusho uma obra muito boa. Também temos que considerar que já acabou, Bleach ainda tem que acabar.
        E sim, a luta do Yusuke contra o Shensui foi muito avacalhada, ele usando os poderes de Raizen. Mas ainda estamos falando de um shounen dos anos 90, então, ok…
        E uma falha em Yuyu, que também acontece em Bleach (ou acontecia, antes desse último arco) é a ”pena” que o autor tem de matar os personagens. A Mestra Genkai teve uma morte bem épica, emocionou muita gente, aí, do nada, ele volta (eu tive foi raiva).

  7. Sobre capeta, ainda não li o manga porque não saiu em português, mais estou acompanhando o anime e já digo que é excelente. Pelo que vi ele parece ser bem fiel ao manga, tem uma ótima arte, boa sonoplastia, e passa muito bem a ação e emoção das corridas, parece ser bem melhor que o manga.

    Spoiler: a primeira temporada de Capeta é excelente, a ultima corrida dele criança foi a melhor até agora, pena que o personagem principal Capeta decai bastante em na segunda temporada em que ele é adolescente. os personagens secundários quase todos permanecem do mesmo nível com exceção do Nobu que melhora bastante. A segunda temporada foca mais nas dificuldades financeiras da equipe Capeta, e por causa disso o personagem principal fica meio deprimente sempre cabisbaixo por causa disso, também é um saco aquele complexo de Miyata-Kun (Hajime No Ippo) que o Capeta tem em relação ao Naomi. Mais o personagem Capeta volta a ficar foda depois da corrida na chuva que acontece nessa temporada.

    • O maior problema do anime é o fato dele acabar muito antes do manga, não mostrando nem metade do enredo completo. Beck por exemplo, o anime é ótimo e fiel, mas o anime termina no inicio do manga e o enredo do manga é simplesmente épico.

    • Conversando com o Trilles, pois só ele viu o anime. Nós 3(Eu,Trilles e Lucas) acreditamos que o manga de Capeta é mais completo que o anime, mesmo o anime sendo fiel na maioria das partes ao manga. Eu estou fazendo o grupo perder um futuro publico, pois iremos trazer a obra, mas Capeta é uma obra que da pra ler em inglês tranquilamente, mesmo que vc não tenha um inglês tão bom.

  8. Estrupa, sou leigo quanto ao assunto de serialização de mangas, por isso minhas contas não batem: se a maioria dos mangas têm seus capítulos disponibilizados semanalmente, como muitos dos mesmos têm suas respectivas edições(a grande maioria contendo mais de 4 capitulos) lançadas com periodicidade mensal?
    Por favor, se souber me responda.

    • Um manga semanal tem média de 4 a 6 volumes lançados por ano. Os volumes brasileiros estão bem atras dos volumes japoneses, por isso eles lançam todo mês. Obras que estão em dia com o Japão, como Evangelion tem média de 0.5 a 2 volumes por ano.

  9. Sobre a questão de HxH, eu não estou dizendo que foi ruim, só que o staff tem que tomar cuidado agora, pois se eles não desenvolverem o relacionamento do Gon e do Kaito, ai sim será um erro. Mas eu confio na MadHouse, ela está fazendo um ótimo trabalho com HxH e duvido que eles iriam cagar logo em algo tão importante quanto isso.

  10. HxH ta muito bom…é na minha opinião um anime que tem tudo para ficar na historia…e a historia promete….ahhh só uma opinião achei que o “MVP da Semana” seria do Gin….serio que ele pensou em tudo ? até que junto do Kaito/Kito o Gon e os “amigos”(pq não tem como ele saber quantos são) teriam um desafio tão grande…ele realmente é um personagem que me agrada muito….e é cheio de misterios….essa Saga é realmente ótima e quero ver ela animada….ótimo ranking

  11. Como sempre um rank excelente,sem medo de falar mal das séries que merecem,bleach oque aconteceu com a sua qualidade,a saga soul sociedade foi tão boa.
    Essa saga de one piece promete muito,o Oda ta fazendo uma grande introdução para preparar ela,eu acho que ia ser legal se o Coby come_se a MeraMera no mi,ele seria bem digno de usar ela.
    Tou ansioso para cast de animes dessa temporada,sempre uns dos mais engraçados,na minha opinião essa temporada esta muito melhor que a passada(a temporada passada foi uma merda,então e facil superar).
    Queria saber se vocês irão fazer um cast sobre os filmes da Ghibli?
    Esse estudio faz obras primas,gosto muito dos seus filmes.
    Uma boa noite a todos!!
    Ps:Bleach ta uma merda mesmo,fanboys calem a boca,do jetio que esta indo ele ficara pior que uma fusão de fairy tail com Boku no Chi Yokereba.

  12. Eu sei que está meio chato eu ficar recomendando mangas em todo post meu ahahahah mas eu achei um manga que é novo para mim: se trata de Billy Bat, de Naoki Urasawa .
    A obra para esta bem atrasada em relação as scan americanas infelizmente.

    Trilles eu também gostaria de pedir algumas sugestões desse estilo de mangá, estilo Pluto, Monster e Garotos do seculo XX se não for muito encomodo😄.

    • Eu leio Billy Bat mas não pretendo colocar no ranking.Pelo o que eu entendi você quer alguma obra psicológica. Leia Parasyte, Shamo, Punpun ou Onami Master Kurosawa, todos esses mangas já tem review no site.

      • Eu li Punpun depois de ter visto a review de vocês e pela nota alta que deram para a obra.
        Estou relendo pois acho que não intendi direito algumas coisas😄

        • Que bom que você é honesto, Carvalho. Existem trilhões de pessoas por aí que leem Punpun, que dizem ser o melhor manga para eles (ou um dos melhores), e que provavelmente não entenderam um mínimo da estória, que não pegaram metade das entrelinhas, que não conseguiram nem sequer se conectar com algum personagem.
          Punpun é uma obra que deve ser lida devagar. Você deve parar para pensar nos ocorridos, ligar acontecimentos com o nosso mundo, com a nossa realidade e tentar se conectar com os personagens. Além de o manga apresentar uma leitura bem complexa e massante.
          Tomara que consiga pegar tudo da próxima vez.

    • Carvalho, o problema é que o estilo de mangas de Naoki Urasawa é bem típico do autor. As obras que o Estupratom citou são completamente diferentes. Todas podem ter um estilo “psicológico”, mas Punpun é diferente de tudo, Onani Master não tem nada a ver com Naoki, Parasyte é focado em apenas um tema e Shamo nem considero psicológico.
      O fato é: para mim, encontrar algo bem parecido com as obras que falou é algo muito difícil, mas eu recomendaria Eden: It’s an Endless World!, se ainda não tiver a lido. Não é parecido com as que citou, mas é simplesmente um ótima obra psicológica que, em minha opinião, encaixa mais com o que procura.

  13. Olá equipe do EDM queria saber se vocês conhecem um mangá que eu vi a pouco tempo que o cara era um jovem normal e de repente matou sua família toda e foi para a prisão …só isso que eu lembro ‘3’

    • Você encontras as HQ’s no google em diversos sites. Você pode baixar a primeira temporada aqui: http://ndrangheta-br.blogspot.com.br/

      Você quer saber de qual Kuroshitsuji? O em andamento ou o concluído que tem 2 volumes?

      A obra é um shoujo com um toque de shounen. É uma leitura bem infantil com publico alvo feminino. Eu não gosto de estilo, mas se você gosta desse tipo de obra, vai fundo, ela é muito popular entre os fans do gênero. Leia o primeiro capítulo, você vai saber se a obra te interessa ou não.

    • Ela muda algumas vezes, mas ele sempre é bem ruim. Arte confusa, com movimentação péssima. O ponto forte da obra era a criatividade e o enredo.

      • alfinetada só um pouco discreta na decadência de dgm, hã, estupra. Sou muito masoquista com essa obra…Deve ser porque foi a primeira que li se desconsiderarmos naruto, dragon ball e CDZ… Aí não importa o que aconteça continuo lendo. (não que tenha muito o que ler, afinal tá pior que HxH em periodicidade.)

  14. Adorei esse inicio de arco do Hunter x Hunter, o Kite para mim está bem melhor que na versão do mangá, porém, não acho que acabara sendo melhor que o mangá. Pelo menos não para mim, que sou fanboy assumido de HxH.

    Vocês acham que o anime passara para a próxima saga ou é difícil levando em conta o hiato do manga?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s