Ranking Semanal EMD #12 – Luz e Escuridão.

Fala, galera! Esta seria uma daquelas semanas em que vocês com toda a certeza do mundo não receberiam um ranking semanal. Primeiramente, não foram lançadas algumas obras semanais. Em segundo lugar, não conseguimos todos completar o primeiro volume de Billy Bat, então a obra entrará no ranking da próxima semana. Em terceiro, não tivemos tempo para comentar dos quatro primeiros capítulos que lançamos de City of Darkness, que também entrará no ranking na próxima semana. Além destes, mais um manga entrará na semana que vem no ranking semanal.

ranking semanal 12

E para completar, o Estupratom está ocupado e por isso não participou direito nesta semana. Um caso típico de antigamente onde vocês não teriam um ranking, então não reclamem da quantidade de obras, por favor. Nós sabemos que não são muitas, e sabemos que estamos lançando este ranking “atrasados”, mas as obras que estão aqui, estão pois achamos necessário comentar delas.

O ranking desta semana foi marcado por alguns “despachos” que fizemos. Não comentaremos mais de alguns mangas que não adicionam coisa alguma ao ranking, e como a maioria do grupo é vagabunda, preferimos (o Trilles prefere) não colocar textos completamente mal escritos e sem uma única informação que seja útil a vocês, nossos leitores. E é claro, não temos todo o tempo do mundo como a Legião Urbana.

É isso. Curtam o ranking, digam o que acham e lembrem-se que na semana que vem teremos muito mais. Gostaríamos de agradecer a todos que vêm acompanhando também, mas para não enrolar mais, vamos ao ranking desta semana.

12º Colocado – Kimi no Iru Machi capítulo 232

Opiniões: Thomás e Gutinho.

E não é que finalmente tivemos um capítulo bom de Kimi no Iru Machi? Até Chisa, cotada para bater mais um recorde no quesito imbecilidade, teve uma boa participação. Bem, nessa semana vimos Haruto em dúvida quanto ao seu futuro (pela milésima vez), sobre que carreira deveria tomar. Esse capítulo foi realista e conseguiu captar bem os anseios e dúvidas dos jovens que devem decidir sobre suas futuras profissões e o diálogo sobre estágio foi bom, pois se encaixa perfeitamente nessa progressão da vida de um universitário para conseguir adentrar no chamada “mundo adulto” e é nesse período que realmente se decide os rumos da carreira profissional, sendo importante ser aberto para todos os tipos de emprego.

kimi no iru machi 232

O capítulo se destacou ainda pela discussão muito presente sobre o embate entre fazer aquilo que deseja e o emprego definitivo. Isso se torna cada vez mais frequente no tocante do custo benefício da “brincadeira” , se o emprego desejado possui uma boa remuneração. Outro ponto interessante discutido foi: até que ponto a pessoa consegue trabalhar duro naquilo que gosta? Afinal, a pessoa somente gosta daquilo ou conseguiria trabalhar que nem um condenado por seu sonho?

Esse capítulo de Kimi no Iru Machi trouxe algumas discussões interessante a se fazer, como também foi um bom capítulo em seu geral, por isso merece essa colocação.

Comentário de Despacho:

Nem precisamos dar muita justificativa. Kimi no Iru Machi já deu praticamente tudo o que tinha de dar e os membros do grupo anseiam apenas pelo final do manga. Não vale mais a pena comentar de uma obra que está pegando direto a posição de lanterninha no ranking.

“Ah, mas e quanto a Bleach?”

Bem, ainda há uma certa veia masoquista por aqui. Enfim, o manga está fora do ranking, mas novamente, não quer dizer que não recomendemos a obra, pois ela já foi um puta romance. Talvez o seu anime que virá na próxima temporada se sairá melhor. Esperaremos por ele.

11º Colocado – Haikyuu capítulo 64

Opiniões: Thomás.

O capítulo desta semana conseguiu esfriar um pouco o ritmo intenso que a partida possuía nos últimos capítulos, afinal, foram mostrados somente dois pontos. Contudo, se o capítulo “pecou” por um lado, ele conseguiu ir muito bem mostrando a entrada de Yamaguchi no jogo e seu impacto na partida. O maior problema do manga continua sendo, de fato, sua arte, que não acrescenta nada ao manga. Aliás, que só o piora.

haikyu 64

O autor conseguiu retratar muito bem os sentimentos de Yamaguchi e todo o seu nervosismo ao entrar em quadra. Toda a sequência de pensamentos do jogador até o saque foi bem feita, assim como a reação dos companheiros e o incentivo dado por eles à Yamaguchi, visto que ele fazia sua estréia no momento mais importante de uma partida decisiva. Os sentimentos foram bem transmitidos, não somente pelos que estão dentro de quadra, mas pelo time como um todo, mostrando o treinador e os reservas, fazendo com que o leitor consiga cada vez mais se importar com o time e se sentir dentro do jogo.

10º Colocado – Assassination Classroom capítulo 45

Opiniões: Thomás, Gutinho e Estupratom.

Infelizmente ASSCR continua a nos presentear com sua arte quase (mas nem tanto) no nível de magi, no entanto diferente do citado, o capítulo da semana de ASSCR não valeu a pena.
Os acontecimentos no falso sonho criado pelo professor foram tão loucos que chegamos a nos lembrar da obra “Fantasia” da Disney. Para fazer um capítulo como esse e um filme como aquele só fumando muita maconha mesmo.

163154c43ed3ef9fe5ce6ae6725127ab
O saldo positivo do capítulo foi ver que o “Duro de Matar” possui uma fraqueza definitiva, que com certeza será explorada em armadilhas futuras da obra, e o seu final nos deixou com um pequeno mistério que abre as portas para o próximo arco do manga, ficando assim nesta posição.

9° Colocado – Shingeki no Kyojin episódio 12

Opiniões: Trilles, Gutinho e Carlos.

Comentário de Despacho:

Em resumo, o anime de Shigeki no Kyojin vem apresentando um enredo parecido com o do manga de que foi adaptado, no entanto, algumas poucas ideias que pudemos pegar nas entrelinhas de alguns episódios nos deram a impressão de que esse anime não será completamente fiel ao manga. Nem sempre isso é ruim, já que conhecemos algumas obras em que suas adaptações foram melhores que seu trabalho original, porém, Shingeki no Kyojin é uma obra de mistério com uma narrativa peculiar em que seu autor vai resolvendo pontas de um mistério maior enquanto cria mistérios novos, formando uma grande corrente de mistérios, e se uma obra desse tipo for modificada pela metade a corrente se quebrará e algumas pontas dos mistérios não serão resolvidas. Além disso, o anime esta previsto para ter 25 episódios, e como nenhuma próxima temporada foi confirmada, temos medo que o final desta atual seja um grande filler.

Shingeki - 12 -1
Shingeki - 12 -7[2]

Para completar, a arte do anime, que deveria melhorar (e muito) o clima de toda a obra, já que a arte do manga é o único ponto fraco dele, não esta fazendo seu trabalho por completo, pois a arte em um anime não é tudo. Junto da arte, a animação e a sound track devem funcionar juntos de maneira coesa para que a ambientação fique bem colocada, porém, a animação e a sound track do anime vêm se mostrando ser tão exageradas que em certos momentos nos jogam para fora da obra, acabando com a nossa imersão.

Shingeki - 12 -3
Shingeki - 12 -11[2]

Ou seja, o anime esta sendo melhor do que esperávamos (normalmente nossas expectativas são baixas com esse tipo de coisa), mas não nos surpreendeu tanto, pois apresentou pontos fracos consideráveis. Por esses e outros motivos não comentaremos mais do anime de Shingeki no Kyojin (continuaremos a comentar do manga que vinha sendo esquecido pelo grupo – comentaremos dele por volumes). Não se enganem, o anime é bom, por enquanto. Talvez acabe sendo bom, mas nos sentimos mais seguros acompanhando o manga, e como já comentamos dele no ranking semanal, além de já termos feito uma review da obra, deixaremos de falar do anime.

8° Colocado Uchuu Kyodai episódio 63

Opiniões: Trilles.

O episódio desta semana de Uchuu Kyoudai foi bem previsível. Mas a beleza de Uchuu Kyoudai, como já dissemos, está no modo com que a obra lida com os clichês de nosso mundo, no entanto, o episódio desta semana em particular não se saiu tão bem assim, mesmo não sendo ruim.

Pudemos ver Hibito agindo, como sempre, bem perceptivo e lógico, um cara que merece seu lugar como o primeiro astronauta japonês a pisar na lua. Do outro lado, Serika, que tinha um pai com a mesma doença de Sharon, também conseguiu perceber que algo estava errado em sua ídolo. Aliás, este foi um ótimo gancho usado pelo anime para conectar as personagens.

Uchuu Kyoudai - 63 -10[2]
Uchuu Kyoudai - 63 -26[2]

O episódio foi lento, e provavelmente este foi seu maior ponto fraco, pois já sabíamos o que iria acontecer, e como estávamos apenas esperando para ver como os outros personagens lidariam com o caso, nos mantivemos em espera, pois conclusão definitiva alguma foi tirada, apesar de já estar mais do que óbvio que a doença da astrônoma é a mesma do pai de Serika.

Podemos apenas esperar pelo próximo episódio, mas Uchuu Kyoudai continua ganhando pontos fortíssimos por seu realismo, sua arte e animação que vêm melhorando, personagens sendo desenvolvidos no seu ritmo e uma estória que não acaba, nem precisa.

7º Colocado – Nisekoi capítulo 79

Opiniões: Thomás e Gutinho.

É incrível como a simples ausência de Haku faz com que o manga volte a ser uma leitura agradável. Nessa semana o enfoque dos personagens muda completamente e acompanhamos a dupla de assassinas Tsugumi e Paula, sendo que essa última está planejando ajudar a amiga no romance, fora que o raciocino da mesma quanto ao assunto é fora de série.

nisekoi 79

O capítulo dessa semana conseguiu trazer de volta o que nos fez gostar de Nisekoi, a comédia. A dupla de assassinas provou que quando não estão por aí a trabalho conseguem formar uma ótima dupla cômica pelas afirmações meio loucas de Paula e pela timidez e imaginação de Tsugumi. Foi uma grata surpresa o resultado dessa formação no capítulo e esperamos que elas apareçam mais vezes. Ademais, o capítulo ainda serviu para trabalhar Paula, que até então era praticamente uma desconhecida para o leitor, e serviu para mostrar a evolução de Tsugumi no decorrer do manga. Esperamos que a obra siga esse viés que nos conquistou e deixe de lado personagens que não possuem um décimo do carisma dessa dupla.

Comentário de Despacho:

Infelizmente Nisekoi estará deixando o nosso ranking semanal. Vamos concordar que comédia é algo muito subjetivo, e olhando para trás vemos que nossas análises são sempre a mesma coisa sobre a obra. Foi engraçado ou não foi engraçado. O grupo não está dropando a obra, mas deixaremos de comentar dela por aqui. Nisekoi é um manga mediano de comédia romântica, e apesar de estar deixando o ranking nós ainda apreciamos sua leitura.

6º Colocado – Magi capítulo 185

Opiniões: Thomás e Gutinho.

O capítulo dessa semana conseguiu trazer a tônica do que foi esse arco em Magi por conta do embate entre Titus e Lorde Mogamett e ainda nos deixou com um gostinho de quero mais.

magi 185
A tônica do arco inteiro e o estopim da guerra foi o racismo. Este que foi muito bem trabalhado durante o arco e conseguiu retratar muito bem essa realidade que aflige o nosso mundo, e nos mostrou como que mesmo aqueles que desejam quebrar com a corrente de ódio acabam sendo levados pelo seu redor e se tornam monstros que possuem como maior bandeira o racismo. A arte grotesca do manga se encaixou muito na figura de Lorde Mogamett e sua loucura, e para completar, tivemos uma das sequências de imagens mais impactantes do manga que conseguiu transmitir todos os sentimentos sem nenhum diálogo. O final do capítulo também nos deixou apreensivos pelo o que vai ocorrer com o manga por causa da imprevisibilidade do que está por ocorrer. É isso aí pessoal, Magi realmente voltou e por isso merece essa posição.

5º Colocado – Uchuu Sekan Yamato 2199 episódio 09

Opiniões: Carlos e Trilles.

Ficamos com uma dúvida: o episódio em particular servirá para algo dentro da obra ou não? Durante o episódio nos foi dada uma informação que deve ser mais bem trabalhada no decorrer do anime: a descoberta que em questão científica ou de estudos científicos os Gamilons não são tão avançados em relação a humanidade e as duas raças seguem uma linha de estudos parecidos, algo já citado no episódio anterior e reiterado neste.

[ASNK] Projeto 13 - OVA 09.mkv_snapshot_07.34_[2013.06.21_23.17.09]

Mas o mais interessante ficou nas entrelinhas. O episódio inteiro trabalha conceitos que já foram vistos em outras obras, como por exemplo a dependência da humanidade pelas novas tecnologias, a revolta das maquinas e a evolução das I.A (Inteligências Artificias) até o ponto de elas sentirem sentimentos e se tornarem parecidas com a humanidade. Esses são assuntos meio que batidos na questão literária e até cinematográfica. Porém, o interessante são as referências apresentadas durante todo o episódio. Não somos grandes fãs desse estilo de sci-fi, mas conseguimos ver algumas referências, sendo a principal ao Eu, Robô (um arco foi batizado em referência à obra, por exemplo). Inclusive, a narrativa diferente utilizada em especial para este episódio tornou tudo uma obra de arte, gloriosa para falar a verdade.

[ASNK] Projeto 13 - OVA 09.mkv_snapshot_12.35_[2013.06.21_23.22.25]

A narrativa funcionou para dividir o roteiro em arcos. O roteirista tenta passar a ideia de uma adaptação de uma literatura sci-fi nos moldes já comentados, misturando isso a uma saga de auto conhecimento nos moldes de um romance japonês, com sacrifício em prol de objetivos (vide a cena final, do sacrifício do amigo em prol da missão), a amizade ser um sentimento muito forte entre os indivíduos, e outros clichês que existem em animes e na literatura (nipônica principalmente). E grande parte do que foi comentado é transmitido para o público por meio dos ótimos diálogos e do desenvolvimento do relacionamento dos dois robôs. Uchuu Senkan Yamato 2199 tem clichês, mas eles são bem utilizados, demonstrando que clichês não são ruins quando bem trabalhados.

[ASNK] Projeto 13 - OVA 09.mkv_snapshot_13.25_[2013.06.21_23.23.17]

4º Colocado – Chihayafuru 2 episódio 24

Opiniões: Trilles e Gutinho.

A segunda temporada vai terminando e não conseguimos parar de pensar em uma continuação necessária. Algumas coisas continuam em aberto, como o relacionamento e a rivalidade do trio formado por Chihaya, Taichi e Arata, coisas essas que precisam ser desenvolvidas, mas por enquanto o ritmo e toda a apresentação do anime vêm ocorrendo de forma notável. Assim como sua arte e animação, que vêm melhorando a cada arco.

Chihayafuru 2 - 24 - Large 17[2]
Chihayafuru 2 - 24 - Large 14[2]
Chihayafuru 2 - 24 - Large 30[2]

Indo para o fim de um arco e de toda uma temporada, o anime nos mostra o real alto nível de karuta. Assim como em qualquer esporte, o karuta é formado de modo a beneficiar os naturalmente talentosos, no caso, com a audição, mas o jogo entre Arata e Shinobu nos mostrou que, além do talento nato, além da técnica desenvolvida com o tempo, e além dos anos de treinamento usados para fortalecer seu corpo (como foi comentado do corpo de Arata), em um jogo de alto nível o emocional é provavelmente o ponto que mais deve ser levado em conta.
Quando um jogador se estressa e/ou perde minimamente o controle próprio, nem que seja por um curto período de tempo, ele já põe muito a perder. Esportes como a natação em que milésimos de segundo podem fazer toda a diferença dependem muito do emocional do esportista em recordes, e o karuta se encaixa perfeitamente neste exemplo. Arata nos mostrou ser um rapaz centrado, lógico, técnico e habilidoso, ou seja, um mestre no jogo.

Chihayafuru 2 - 24 - Large 29[2]
Chihayafuru 2 - 24 - Large 34[2]
Chihayafuru 2 - 24 - Large 39[2]

De resto, só resta sabermos o resultado dos dois meninos esportistas do Misusawa que já devem ter terminado seus jogos. O anime continua melhorando e ficamos cada vez mais ansiosos para uma próxima temporada, que infelizmente nem sabemos se ocorrerá.

3º Colocado – Rookies capítulos 96-105 (volume 11)

Opiniões: Lucas.

E agora entramos de vez na segunda partida de Rookies, e é aqui que o manga se destaca.

Na última partida comentamos sobre como as partidas são bem estruturadas e como a arte funciona para o esporte, então pouparemos estes detalhes neste texto. O importante aqui é a narrativa, a construção do enredo e de seus personagens. Sim, aqui o esporte fica em segundo plano para os leitores, mas em primeiro para os personagens.

E é justamente isto que torna mangas de esporte tão interessantes, porque se não fosse por isso nós simplesmente veríamos basebol na TV. E em quesito de trabalho de personagens Rookies está de parabéns. Toda a construção dos personagens apresentando sua vida escolar, seus dramas e, é claro, seus treinos, tornaram as atitudes de cada um dentro da partida fluidas e bem dosadas.

Rookies v11 c101 p117

Cada jogada, cada detalhe, todos se tornam grandes tendo em vista tudo o que foi apresentado de cada personagem. Tudo está completo. O enredo está muito bem estruturado e a narrativa funciona muito bem, principalmente com a arte de muita expressão do manga. Em Rookies os exageros faciais são poucos para os sentimentos dos personagens. E isso até poderia tornar tudo muito forçado, com um drama clichê, mas aqui temos personagens simples, com justificativas simples, e objetivos simples: acertar.

Rookies v11 c103 p161

Agora sobre a partida em si, essa é a primeira do manga em que vemos uma carga emocional forte e ligações com o passado do clube de basebol. Então, já se era esperado emoções fortes, grandes embates, e flashbacks da antiga equipe de basebol, e tivemos isso, mas algo diferente nos foi apresentado. A junção de todos esses detalhes levou essa partida a outro estágio. Se olharmos todos esses fatores separadamente, veremos diversos clichês, e recursos narrativos padrões, mas ao olharmos para o todo e seguirmos a partida como expectadores e não apenas leitores, veremos algo diferente.

Rookies v11 c105 p199

Essa partida se tornou algo próximo ao que no futebol seria um jogo entre equipes brasileiras e argentinas. Um jogo pegado, faltoso, com muita habilidade de ambos os lados, mas com um algo a mais: a habilidade que é ultrapassada pela vontade, aquele sentimento diferente que só o esporte gera.

2º Colocado – Hataraku Maou-sama episódio 12

Opiniões: Trilles, Gutinho e Carlos.

Engraçado. Muito engraçado. Estupidamente engraçado! Nesta semana Hataraku mostrou para o que veio, novamente. Mesmo o anime mostrando um desenvolvimento sério, assim como fez no primeiro arco da obra, ele o fechou de maneira sensacional. Não, nós não pouparemos adjetivos. O episódio desta semana foi tão engraçado e tão logicamente montado que ficamos quase sem palavras!

Hataraku - 12 -9[2]
Hataraku - 12 -10[2]
Hataraku - 12 -22[2]

O desenvolvimento que a ceifadora recebeu foi lógico, e ainda pudemos ver a personagem questionando a igreja, EM UM ANIME. A beleza de vermos isso já dá muitos pontos para um anime SEMANAL DESCOMPROMISSADO, que ainda consegue fazer piada com tudo. Mas o que realmente foi forte no episódio (além de toda a comédia, obviamente) foi a construção do que é ser “mau”, que é o objetivo principal do enredo do anime. Ente Isla vive apresentando problemas estruturais com um governo duvidável no poder, e influenciando nisso tudo a igreja, que tenta controlar tudo pro trás dos panos. Enquanto, por outro lado, vemos o rei demônio desconstruindo completamente a “maldade”, já que os humanos tendem sempre a colocar a culpa em outro ser. Este, na verdade, foi o tema de um anime bem mediano da temporada passada, Maoyuu Maou Yuusha, que abordou muito bem o tema, mas em vez de seguir Hataraku Maou-sama e levar junto uma enorme brincadeira, tentou apresentar como descontracção um romance bobinho e ilógico junto a um ecchi completamente imbecil, características que não estão presentes no incrível Hataraku Maou-sama.

Hataraku - 12 -17[2]
Hataraku - 12 -33[2]

No entanto, o que mais gostaríamos de destacar não é um fato importante, mas sim um detalhe que nos chamou a atenção. Pela primeira vez presenciamos em um anime de super poderes alguém se preocupando com a destruição da cidade. Alguém que se importa se um prédio vir abaixo, explodir ou ser cortado no meio. Quem diria que algum dia esse tipo de consciência bateria em um protagonista? E tudo isso foi muito bem construído com a comédia do anime.
Por tudo citado acima, Hataraku Maou-sama pega esta posição mais do que merecida no ranking desta semana.

1º Colocado – Hunter x Hunter episódio 85

Opiniões: Trilles, Primo e Gutinho.

Nossos medos se concretizam.

Todo o desenvolvimento que Gon e Killua tiveram funcionou para o episódio desta semana em particular. Além disso, o relacionamento entre os dois cresce de forma exponencial. Killua chega a se perguntar novamente se deveria continuar ao lado de Gon, pois pode acabar escurecendo toda a luz que Gon emana. A metade para o fim do episódio foi toda tomada por momentos emocionalmente chocantes, de desespero, alegria, esperança e anseio. E para suportar todas essas mudanças emotivas, a soundtrack do anime fez um show a parte. Ela sempre funcionou bem para todo o anime, mas nesta semana acabou evoluindo.

Tudo foi lindo, lindo até demais.

Hunter x Hunter - 85 -31[2]
Hunter x Hunter - 85 -42[2]

Mas mesmo sendo emotivo, devemos lembrar que este, mesmo que seja soberbo em certos episódios, não é o foco da obra. No episódio desta semana recebemos novos personagens (e um já antigo) que vêm para ajudar a população, para destruir de vez as formigas quimera. Os três aparentam ser os mais fortes da obra até então, mas ainda acima deles, de acordo com a percepção de Killua, continuamos achando que Neferpitou é o ser supremo no momento. Mas o pior é: se Neferpitou é tão forte e ele serve APENAS para defender o rei, o quão forte será esse rei?

Hunter x Hunter - 85 -25[2]
Hunter x Hunter - 85 -10[2]
Hunter x Hunter - 85 -11
Hunter x Hunter - 85 -12[2]

Na verdade, o que realmente marcou o episódio 85 foi o nível de poder em Hunter x Hunter, pois agora não fazemos ideia do quão forte são alguns personagens. Gon e Killua antes eram fracos, e víamos Hisoka como um ser superior, então encontramos Netero, que volta agora e que mostra ser bem superior a Hisoka, obviamente. Mas se o nível das lutas no arco da Genei Ryodan já foi absurdo, principalmente se lembrarmos da luta entre os Zoldyck e Chrollo, quão absurdas serão as lutas no arco presente? Afinal, Gon e Killua evoluíram, mas Kite já se demonstrava ser “O ser superior”, já que deixava os moleques no chinelo.

Kite, um ótimo personagem… Vinha se mostrando um homem lógico, com experiência, um professor nato e preocupado com as outras pessoas. Um hunter digno. Sabíamos que algo de ruim aconteceria, já que ele vivia comentando sobre estar esquecendo de algo, como se algo o assombrava. Vivia, no passado.

Tudo foi triste, triste até demais.

Hunter x Hunter - 85 -17[2]
Hunter x Hunter - 85 -32[2]

Acontecimentos chocantes marcaram o episódio desta semana, mas não temos muito o que dizer. Ele foi mais emotivo do que técnico, pelo menos de enredo, porque a arte, a animação e a soundtrack estão num nível acima. Não conseguimos ver aonde o presente arco chegará. Ainda falta muita coisa (talvez mais de 60 episódios se compararmos ao manga), e por isso, se torna esperado um desenvolvimento enorme para os personagens principais. O episódio ligou acontecimentos de muito tempo para montar um relacionamento mais plausível a Gon e Killua, além de não apresentar pena e nos deixar eufóricos com o aparecimento de novos personagens fortíssimos ao arco. Uma obra prima, como sempre foi.

Tudo foi perfeito, perfeito até demais.

______________________________________________________________

Imprevisível da semana

Neferpitou já havia nos impressionado nos episódios anteriores com suas qualidades. Ele tem personalidade fria e autoritária, sua postura firme diante de seus subordinados e sua aura demoníaca, tudo isso já o apontava como um personagem fantástico para o arco, mas nunca passou pelas nossas mentes que seu nível de força fosse tão surreal. Depois deste episódio Hunter x Hunter ganhou toda uma nova dimensão em se tratando de nível de força, dando a ele a merecida coroa de imprevisível da semana, que trouxe isso para o anime.

Hunter x Hunter - 85 -15[2]

Imbecil da semana

A coroa de merda da semana vai para a garota whatever de ASSCR, todos já tivemos sonhos realistas, acordamos assustados suando e dando graças a Porra por ter sido apenas um sonho, MAS NOÇÃO DE REALIDADE TEM LIMITE! Não importa o quão absurdo pareça, se você sente dor então não é um sonho! Falta de neurônios devido alta exposição a obras cancerígenas, checado. Essa mina ainda vai ser estuprada e pensar que a dor do hímen é só um sonho também.

2bec3f7f8208e144c8fa1484d642eb47

MVP da semana

Arata nos demonstrou ser uma ótima adição ao anime. Sim, adição, já que quando criança o personagem não adicionou muito à obra. Suas habilidades natas, sua técnica aprendida com o tempo e seu corpo que vem se fortalecendo com os anos o transformaram num mestre do Karuta, fora sua personalidade que é tão boa que não pode ser deixada de lado.

Chihayafuru 2 - 24 - Large 25[2]

______________________________________________________________

Nesta semana o ranking esta bem curtinho devido aos vários compromissos do grupo (e a alguns vadios também), então por esta semana é só, pessoal. Até a próxima.

53 pensamentos sobre “Ranking Semanal EMD #12 – Luz e Escuridão.

      • Comentaremos apenas dos tankoubons porque os que leem o manga mensalmente são vagabundos e não fazem um texto, então sobrou pra mim, mas eu leio por tankoubon.
        Já falei isso um milhão de vezes, mas repito: recomendo sempre que leiam por tankoubon. A qualidade é melhor, às vezes o autor mesmo conserta alguns erros de escrita ou de desenho e temos uma leitura fechada e mais fluida.

        • Vagabundo minha piroca. Uma semana que eu estou ocupado e o ranking fica com apenas 12 obras.

          E ainda vou ter que fazer para semana que vem o ranking de HQ e o post de notícias. Quer reclamar de preguiçosos então cita os nomes, mas n me coloque no meio.

  1. Eu ainda não gosto muito desse estilo sem spoiler, bem eu posso spoileisar, Kaito morrer foi triste, mas fortaleceu muito ao arco ao meu ver ( WFT o que aquela arma fazia), Gon mereceu aquele soco, e no geral o anime mereceu MUITO o 1 lugar, mas pera NEFERAPITU É HOMEM????????? Porque “ele'”??
    Bom raking- muito bem comentado

  2. Eu me lembro como se fosse ontem que achei que esse anime de Hunter x Hunter seria uma merda(pelo Kite não aparecer no início), eu não poderia estar mais errado! De fato isso só me fez ficar de boca aberta ainda mais quando ele apareceu, já que para mim ele é um dos melhores personagens de Hunter x Hunter, alé de que ele não aparecer no iníco implicava que o anime não chegaria no melhor arco… Denovo, eu não poderia estar mais errado!
    E só de lembrar do Rei no mangá me dá uma certa nostalgia… Faz bastante tempo que eu vi esse arco no mangá, mas estou cada vez mais ansioso pelos próximos episódios.

  3. A única coisa que me incomodou nesse episódio de Hunter foi o brilho no sangue, não era necessário a madhouse fazer isso, no mangá foi bem mais impactante, e o Morau e o Novu se mostraram uns belos FDP’s, semana que vem finalmente aparece a diva 🙂

  4. Incomoda à vocês essa maneira do Togashi não mostrar certa lutas ?

    Ele já fazia isso em Yuyu… Já fez antes HxH e agora novamente… Porra, tava curioso para carai para ver qual seria a utilidade daquela arma tosco do n° 3.

    • Eu acho que é mais impactante o personagem morrer sendo que tinha muito mais a mostrara ao leitor. Essa coisa de “um personagem tem que fazer tudo antes de morrer ” é muito irrealista(não que a obra seja realista). Por isso Hunter x Hunter é foda, é um dos únicos shounen que nem todos vivem felizes para sempre.

    • Não me importo. Na verdade, a narrativa nos deixa ainda mais surpresos com os resultados finais. Esse estilo de narrativa funciona muito bem em animações. E como o personagem se foi e suas ações durante a luta não fizeram diferença alguma (se ele tivesse machucado Neferpitou faria), a luta em si deixa de ter importância.
      É claro que ficamos curiosos, como comentei no texto, mas é uma curiosidade fútil. =)

  5. Sobre o nível de poder eu tenho duas observações….primeiro, como o grandão com o nariz feio falou o Killua ficou em estado de pânico, por estar de frente com algo que ele não tinha informações, pois Neferpitou nasceu com o nen e com uma maldade insana…segundo, Kaito estava sem o braço u.u e como o cara de óculos disse não é só o nen que define o vencedor de uma luta (isso pra mim fez uma baita ligação com o negocio da caça que tinha sido falado antes, determinação e tal)….eu leio o manga e devo dar ênfase ao que o Estupra(não gosto dele u.u kkkk ele fica cortando os caras) falou no ultimo cast lançado, o Togashi nunca se desmente sobre esse “nível de poder”….

    at

  6. e realmente por isso que no exterior faculdade brasileira vale merda brasileiro nao le ele e tao preguicoso que so assiste o que tem na moda e o cano da crianca que so assiste sailor moon dragon ball one piece e hanter X hanter a crianca bozonha dentro de cada um faz a festa eu assisti o comeco e depois perdeu a graca nao por que nao gosto mas por que tudo tem limite viu falta acervo ai manos

  7. Ei trilles gostaria de algumas recomendações de ANIMES SHOUNENS PORRADEIROS pra recomendar para o meu amigo que começou a assistir animes, ele só assistiu yuyu hakusho,hunter x hunter, shingeki no kyojin(pedi para ele ler o mangá, mas ele não gosta de mangá) e naruto(to conseguindo fazer ele dropar, mais um pouco ele dropa).

    • Recomendarei animes com lutas em grande foco.

      Soul Eater (apesar do final ser péssimo, as lutas e os pontos técnicos do anime compensam).
      Samurai Champloo (arte diferente e lutas interessantes).
      Fullmetal Alchemist: Brotherhood (fizemos um cast explicando tudo e é definitivamente um dos melhores animes shounen existentes).

      Posso não estar lembrando de todos agora, mas realmente não existem tantos bons assim. Lembro que não estou me segurando nos shounens.

      Se seu amigo gostar de mecha:
      Broken Blade (ótimo anime em geral).

      E pensando em estórias mais complexas, caso o seu amigo também goste de um seinen com foco no enredo, porém com boas lutas, recomendo Darker Than Black. E é claro, levando em conta a opção de um seinen sério com lutas, caso ele goste de mecha, não podemos esquecer do fantástico Code Geass.

  8. Fazia tempo que eu não ria tanto quando eu ri em Hataraku Maou-sama. Antes da temporada, eu não apostaria um real neste anime, mas ele se mostrou uma das melhores surpresas dos últimos tempos.
    Eu dropei o Maoyuu Maou Yuusha pelas mesmas razões que vocês citaram. Na verdade, eu estava com a expectativa do anime seguir a linha do Spice & Wolf, mas infelizmente isto não aconteceu.
    Graças a vocês eu comecei a ler Rookies.Ainda estou no começo da obra, mas estou gostando muito do mangá.
    Já em Yahari, o protagonista salvou o episódio denovo.
    Acho que foi só isso que eu li/assisti nesta semana

  9. E o Togashi continua cometendo o mesmo erro que cometia em Yuyu Hakushô. Em alguns (poucos) momentos ele acaba se perdendo na escala de poderes fazendo com que um personagem absurdamente forte perca a “luta final”. É muito raro ver um shounen que não tenha esse tipo de erro, se é que pode-se chamar assim.
    Em One Piece, por exemplo, por mais desesperado que o Luffy tenha ficado na luta contra os almirantes, ele não pode vencer e nem salvar sua tripulação em nenhum momento. Da mesma forma que em Slam Dunk, o time do Shohoku não tinha condições de ganhar o campeonato nacional e não ganhou.
    Ao meu ver, além de enredo, é a escala de poderes que faz com que um mangá seja muito bom e se destaque dos demais. Temos vários exemplos de séries sensacionais e que dificilmente pecam nisso. One Piece, Slam Dunk, Rookies, Full Metal Alchemist, Yuyu Hakushô, Gintama, Kekkaishi, HxH, Rurouni Kenshin e até mesmo Toriko, que embora seja ambientado em um cenário de extremo exagero, onde praticamente tudo gira em torno de comida, tem uma escala de poder muito bem definida.
    Bleach, Naruto, Fairy Tail, Nanatsu no Taizai, Shaman King, Soul Eater e diversos outros battle shounen se perdem nesse sentido, mas nem por isso deixam de fazer sucesso.
    Quando percebo esse “defeito” apenas desligo a minha noção de poder e me divirto.
    Obs: Dragon Ball, não tem escala de poder nenhuma, nesse sentido, a obra é horrível, mas é uma das minhas preferidas.

    • Desculpa por me intrometer, mas peço que leve meu comentário mais acima em conta…..não sou um fã chato, mas é que não concordo com sua afirmação…qualquer coisa podemos discutir mais sobre isso…

    • Hunter x Hunter não se perdeu na escala de poderes, só que antes estavamos limitados a personagens relativamente fracos, para poder focar no desenvolvimento do Gon e do Killua, agora vamos ter a real ideia do nível de poder em Hunter. Esse arco é para mostrar o quanto há inimigos e amigos poderosos naquele mundo.

  10. Muto bem analisado como o estado emocional do jogador desequilibra uma partida em Chihayafuru. Por não entender uma coisa básica dessas que o estupido do Hever não consegue perceber o qual o arco atual do mangá está excelente.

  11. Nao concordo com o HunterxHunter em 1 lugar, ate porque o episodio teve uma parte de filler, acerca do episódio foi bom, gostei de ver agora que o kilua sentir medo, deu para ver que ele teve a noção do perigo, deu para ver que o senso de perigo do anime ficou mais serio.
    Chiayafuru o episodio foi foda podia estar no top do ranking, o jogo mais esperado entre arata vs Shinobu foi emocionante nao estava a espera que o arata ganhasse da shinobu.

    Saindo do foco do posto só para falar que acabei de ver o Filme berserk 3, ta simplesmente foda,nao tem censura, qualidade do CG esta boa, a parte do eclipse esta foda demais, quem leu o manga vai gostar.

    • Com filler ou sem filler, isso não dita a qualidade de um anime, e já comentamos isso inúmeras vezes por aqui. Existem exemplos de fillers bons.

      Sobre Chihaya, já esperávamos que Arata ganhasse pela facilidade que ele mostrou no penúltimo episódio (o 23). Ficou até meio óbvio. E ganhou bem, nem foi no sufoco.

      E sobre o filme de Berserk: CG bom? Duvido. Pode ser tudo, mas CG bom não tem. Se tiver eu me mato pra postar um artigo por dia neste site como punição.

    • DBZ é cheio de episódios fillers (diferente do lixoso DBkay que não tem filler) e mesmo assim é o melhor anime que já vi.
      CDZ também tem uma temporada filler fantástica que é a de asgard, uma das melhores temporadas de CDZ.

    • Qualidade de CG boa é o caramba! Se você queria venerar o filme você falhou, afinal citou algo LIXO(qualidade de CG) e não o melhor, que é a soundtrack. Já vi fanboys de bleach defendendo o mesmo de forma menos pior, e olha que eu sou fã de Berserk, aliás deve ser somente esse o motivo que eu gostei, porque NEM TUDO SOBRE O ARC ESTÁ NOS FILMES!!

  12. 私は正直にあなたの週間ランキングがクールだと思う、あなたがフォロー週刊マンガ章を分析する方法は、常に直接と面白いですが、ちょうどあなたが漫画の足の芸術の両方を拾って停止すべきだと思う。

    いくつかの漫画は素晴らしいですが、ちょうど芸術のためにあなたと”ポイントを失う”、私はそれは非常に愚かな見つける。

    • Not sure if serious. But if you are, indeed, serious, thanks a lot for the feedback. We tend to analyze everything in an anime or manga, and things like art, animation and soundtrack can be technically criticized. Of course, we don’t just analyze them technically, but it’s something needed in a complete critic, in my opinion, of course.

  13. Caras, poderiam me recomendar um mangá/Manwha do naipe de “The Breaker” e “Veritas”??
    Certa vez,eu passei o olho por cima de um q era sobre um carinha loiro que era um zé ninguém briguento q acabou se tornando chefe da yakusa ou algo assim, porém faz tempo, e ESQUECI O NOME! aaa! 😦 será q é bom?.
    Ajudem-me!

    • Se for Sun-Ken Rock, ele aparenta ser bom, evolui bem, dá esperanças, mas se torna a maior merda da fucking história!
      Sobre The Breaker e Veritas, na verdade, eu, pessoalmente, não gosto tanto das obras, apesar de achar que a maneira que elas trabalham o ki é muito interessante, nas duas. Obras coreanas tem isso de forte, mas o enredo em si, não desenvolve em nada. Muito menos os personagens. Veritas ainda tem um desenvolvimento de personagens melhor, é um manga melhor em geral, mas não tem fim, então perde nisto.
      Não tenho algo para comentar do mesmo estilo, talvez outro do grupo tenha, mas o mais próximo que chego disso é Shamo, que trabalha só lutas e tem um pouco de ki no meio da estória, mas parece quase um arco filler, pois o manga em sua maioria é realista.
      Mas se for lutas reais o que procura, realistas mesmo, Holyland é o manga pra você. Damos nota 9 e 10 para ele. Até.

  14. Não entedi a parte do Arata “já que quando criança o personagem não adicionou muito à obra.”, como assim? lol Ele é o responsável por apresentar o jogo e em grande parte é responsável por incentivar a Chihaya a continuar jogando ._.

  15. Não acompanho hunterXhunter, fiquei até curioso, destas ultimas obras (as mais bem colocadas) assisti chirayafuru, e ela realmente é uma obra sensacional, eu que não entendia nada d e Karuta, procurar conhecer um pouco mais por causa do anime. Para mim, sem sobra de duvida um dos melhores animes que assisti, e por que isso, porque não teve sequer um episódio que posso falar que teve um contexto desconexo ou aleatória, como muitas vezes vemos em diversos de animes!!!
    Muito bom o ranking!! vou procurar saber um pouco mais sobra as outras obras, principalmente as que ficaram entra as 5 melhoras!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s