EMD Cast #102: Review – Hyouka

 

Hyouka

 

Em mais um podcast carregado nas costas pela genialidade do Gutinho, misturado com os devaneios de um bêbado do Carlos, que nós do EMD apresentamos nosso podcast de Hyouka.

 -> PODCAST <-

Lembrando que recomendamos que baixem nossos podcasts.

Para fazer o DOWNLOAD e/ou ESCUTAR ONLINE:      [SEM SPOILERS]

EMD Cast #102_ Review – Hyouka.mp3

(para baixar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “salvar link como”)

*As informações desse cast podem ser encontradas no final deste post.

Onde baixar: PUNCH! Fansub (português-BR).
Status: terminado.
Episódios: 22.

*Para saber sobre as músicas utilizadas no cast ou caso tenham qualquer dúvida, entrem em contato conosco.

70 pensamentos sobre “EMD Cast #102: Review – Hyouka

  1. Como o pessoal falou aí em cima, decidi não ver Hyouka pois achei que seria só mais um bobo que se esconde numa premissa meia-boca. Mas depois de ler o texto vou ver se dou uma olhada(Espero que não tenha sido a toa que foi o melhor de 2012).

  2. Ainda vou ouvir o cast mas admito que nunca tive muito interesse pela obra. Simplesmente por causa dos Fan Wars que ficavam acontecendo entre esse anime e um outro de uma garota com um tapa olho, Chunnibyou acho. Mas, achei interessante. E já que vocês gostaram dessa, a outra também é boa?

    Só uma coisa, foi o Primo que escreveu esse texto? Os textos dele sempre têm algo bem autora/pessoal neles que me faz identificar quando ele escreve, ao contrário do Trilles que tem uma escrita mais objetiva e “imparcial”. Só uma observação sem muita relevância mesmo, Claro que se não foi ele, foi só besteira minha🙂

    • Eu que escrevi. Derp =D

      Chuunnibyou é lixo.
      Hyouka é bom.

      Ignore o moe.

      Essas são as mensagens que tenho pra lhe dar. =D

      OBS: Sobre o texto, estava sem saco, então montei algo rápido. Percebe-se que não está dividido direito em tópicos nem contém imagens.
      Não faço esse tipo de texto porque não gosto. Não é minha cara, mas sei fazer (pelo menos eu acho que ficou legalzinho, sei lá).

      • Derp, de fato…🙂 Foi só uma observação mesmo e o texto foi bom e passou muito bem a ideia. A qualidade continua a mesma, só muda o estilo de escrita. Seus textos costumam ser mais “imparciais” (?), meio difícil de explicar. Geralmente, eles se parecem mais com o meu estilo.

        Você não gosta desse estilo de texto mas, eu, simplesmente,não consigo escrever nesse estilo. Tenho problemas em passar o modo que falo/penso para a forma de escrita sem cometer erros, então reviso expressões e até frases inteiras para que se adequem a um texto mais “culto/formal”, no qual cometo menos erros gramaticais e de pontuação. Mas, mesmo que você não goste. Você consegue escrever textos desse tipo bem🙂 Enfim… Passei tempo demais no assunto aleatório.

        Imaginava que Chuunnibyou fosse ruim/mediano e realmente tenho que assistir Steins;Gate. Tenho ele baixado no meu PC mas nunca senti uma vontade muito grande de assistir, por qualquer motivo que seja. Vou me forçar a assistir antes do cast de vocês sobre ele pelo menos.

      • Quando vocês vão fazer uma Review de Bleach, já que droparam não seria bom fazer uma Review dele, Hokuto no Ken vocês pensam em fazer Review num futuro proximo, falando nisso vocês também não fizeram ainda de varias outras obras EPICAS como CDZ, Inuyasha, Principe do tenis, YU GI OH, DGZ, Yu Yu hakusho, Pokemon, Digimon, Akira, Ultraman tiga, Suinzo, One piece etc, vocês pensam em fazer Review dessas obras no futuro.

      • Chuunnibyou não é uma merda,só é muito fraco.

        A única coisa de mais “interessante” foi o background ta garotinha que tinha o chuunnibyou,que foi bem trabalhado.Mas, tirando isso,é um “romance” escolar muito bobinho.

  3. Puta que pariu… Combinaram de anunciar notícias fodas hoje? Novembro ainda tá meio longe mas, saber que vai vir é muito bom. Vou esperar ansiosamente até lá.

    • Sabemos que há diferença, só não procuramos nada sobre a novel em si. E sobre o fato de ser do gênero demográfico “seinen”, como já dissemos antes, a classificação no Japão para seinens vem apenas da literatura, forma de escrita. Quando ela é mais complexa, se dá a demografia seinen. Por isso vemos mangas como Death Note sendo classificados como shounen, porque se fosse pelo conteúdo, obviamente seria um seinen, e é por isso que tentamos classificar tudo pelo conteúdo por aqui. Torna tudo mais obvio e simples ao mesmo tempo. E é por isso que Shingeki no Kyojin também é um shounen.
      Enfim, obrigado pela (semi)informação.

    • Demografias são usadas apenas em mangás, não existe isto em Light Novels, Novels, Visuais Novels e Animes.
      Quem criou as demografias foi a Associação Japonesa de Revistas (http://www.j-magazine.or.jp/index.html), para classificar revistas semanais e mensais de mangás, assim sendo não é um conteúdo utilizado em outras obras.
      Colocar demografia em Light Novels e afins é uma “ocidentalização”, assim como o termo “Hentai”, o termo “Otaku”, ou até mesmo a palavra “Anime”…. todos eles sofreram alteração no seu real significado aqui no ocidente.
      Demografias é que nem “Mangaká”, é algo exclusivo de mangás, não é usado para definir autores de outras obras de Light Novels, Novels e etc.

      E Hyouka começou sendo um Novel, e depois passou a ser Light Novel, pois o autor mudou o jeito da escrita, deixando ela mais dinâmica, e adicionou desenhos ao livro… isto ocasionou na mudança de caracterização da obra. Prova disto é que Koten-bu Series está aparecendo agora o rank de Light Novels do Oricon, e não mais no rank de Novels como antigamente.

      • Não terminei esse ainda.
        Na verdade minha lista ficou bem fora do meus gostos.
        Acabei me esquecendo de Code Geass e Kaiji. Então dificilmente teria espaço pra Hyouka, só citei pois tinha dado um branco na hora de lembrar os animes.
        A review eu achei que diferiu da conclusão, enquanto a primeira ficou em cima do muro, a segunda tomou posição.

        • A primeira? Qual?
          A segunda? Qual?
          Cara, já falei pra não tentar escrever bonito. Você falha fazendo isso. Entendi que não terminou Hyouka, mas o que ficou em cima do muro? E o que tomou posição?

      • Desculpa aí, Godslash, mas seu erro foi separar a conclusão da review, quando na verdade ela faz parte da mesma. Diferente do Trilles, eu até entendi o seu(segundo) comentário, mas não fez sentido. Foi uma longa dissertação sobre o assunto, apontando pontos negativos e positivos, que foi concluída no fim, uma típica review objetiva do EMD.

  4. Depois dessa temporada de julho eu estava seriamente pensando em desistir do mundo de animes e mangás, mas o post de notícias e agora essa notícia de Snk mudaram tudo. Parece que um anime virar modinha tem as suas vantagens, no final das costas.
    Eu assisti Hyouka quando estava começando a assistir animes, e realmente me agradou muito na época, mas eu não sei se eu gostaria tanto o quanto eu gostei se fosse assistir agora, devido ao maldito fanservice. Mas Hyouka tem seus méritos, afinal não é qualquer anime em que dois adolescentes conversam sentados durante dois episódios inteiros e mesmo assim é uma coisa interessante. O cenário e a soundtrack são uma coisa à parte. Eu lembro que vi em algum lugar que utilizaram alguns cenários que realmente existem na true life, e que coisa linda. Chegou a me emocionar.

    • Que opinião estereotipada, essa temporada não está tão ruim assim, tem alguns animes bem interessantes.
      Na próxima…Terá umas boas continuações.
      Deve-se entender que tais temporadas, como de verão, dificilmente lançam os melhores animes, os japas tem lá seus motivos.

      • Concordo que foi meio demais “desistir de animes e mangás” por essa season, mas se considerarmos que animes “bons” valem 1 ponto e os “ruins” valem -1, o total se torna negativo, logo a season tá mais para “ruim” mesmo.
        As aspas foram para impedir que algum fdp venha querer me ensinar o que é subjetividade. -.-
        kkkkkkkkkk

      • Pergunta do dia: o que é pior, ter uma opinião “estereotipada” ou se achar paradoxo e ter que desqualificar a opinião alheia para confirmar isso?
        30 animes.10 medianos. Desses 10, 3 podem ser considerados ótimos. E o que são esses desenhos ótimos? comédias que não fazem o meu tipo e desenhos sobre a vida de pessoas com uma cultura totalmente diferente da minha. Não faz mais sentido parar de ficar vendo desenhos medianos no meu tempo livre e aproveitar a minha vida?
        Animes são produtos, e eu sou um consumidor direta ou indiretamente. Não tenho que saber o marketing justificando a qualidade desses produtos.

      • Desistir de anime e mangás por uma season fraca é demais, meu caro. Acho que tem gente que leva animes a sério demais. Não precisa desistir da sua vida social pra acompanhar as temporadas de animes, é um tipo de mídia de entretenimento como qualquer outro, se essa season não tá te agradando não assiste nada dela, ué. Assiste apenas quando lançar um anime que te interesse. A industria de animes nunca viveu produzindo masterpieces a cada temporada.

        E pera, você começou a ver animes ano passado e já tá assim? rs
        Ah, e não leva o Goldslash a sério, por favor.

      • Esteorotipada do tipo dizer que a temporada estar ruim, mas não fazer um esforço ou usar disso pra abandonar os animes é um pouco exagero.

        Assisti recentemente gin no saji e danganronpa e todos seus respectivos episódios, está médio, tipo não está “tão ruim” assim. E como falaram essa temporada de verão é sempre assim =P

  5. Estava lembrando, sobre a parada “o que o autor quer passar”.

    E na verdade, não é o que o autor quer passar e sim, a verdadeira pergunta. Que é o que a obra representa.

    Pois a obra em si, tem vida própria, após produzida, independe do autor…

    • Juro que tentei entender, cara… Não reclame caso eu tenha interpretado errado.
      Você quis dizer que a representação da obra ao leitor vale mais do que “o que o autor quis passar”, não é isso? Se for, eu concordo. mas eu posso não ter entendido direito, se esse for o caso, a culpa não foi inteiramente minha, cara.

      • Essa eu concordo que ficou um pouco confuso, é que eu fui reaver um assunto.
        Mas é isso mesmo.

        A representação da obra vale mais do que qualquer intenção do autor. Tem-se muitas obras, que representam muitas coisas além da sua própria denotação. Por exemplo se autora de Harry Potter quis apenas fazer uma história de bruxos. A obra depois de feita representa muito mais que qualquer projeção que ela(a autora) tenha feito.

        Passa a ser um bem cultural é já não ter mais muita relação com o autor, além claro do direito autoral pela mesma, passa a ser muito mais do público.

  6. Precisa-se melhorar o português.

    O correto é:
    Hyouka começa sem muitas ideias nos jogando em um ambiente escolar, que já estamos cansados de conhecer, com adolescentes cheios de dúvidas, sobre o que fazer e como.

    Personagens levantam-se de suas camas, partem à escola em seu primeiro dia de aula e vemos o usual. Pessoas lhes recrutando para os clubes japoneses, com suas respectivas atividades. Um protagonista, que não sabe o que quer fazer e que parece ser solitário, mas que sempre anda com seu fiel escudeiro ao lado; até encontrarmos uma personagem feminina, consideravelmente linda (provável “garota do romance” da estória) e entrarmos na opening do anime.

    É assim que começa Hyouka, então não culpo, quem largou-o nesses primeiros segundos de exibição, mas caso dessem lhe uma chance, pelo menos à opening apresentada, veriam que trata-se de algo diferente…mais elaborado!

    Ao ver Chitanda toda boba pedindo informações e tentando descobrir o que há por trás de vários acontecimentos, nosso protagonista, Houtarou Oreki, resolve segui-la e ajudá-la a desvendar alguns mistérios.

    Não necessariamente as atividades são pós-aula, varia muito, então melhor não citar se não tem exata certeza dos clubes. Vírgulas mal empregadas. Fuga da formalidade da língua.
    VÍRGULA E, não existe!! É aconselhável usar um ou outro.
    Repetições desnecessárias(E)
    O último parágrafo foi o mais errado, não se usa pausa semântica no meio de explicação.

    • Hmm, acho que se empolgou. Em algumas coisas está certo, como o erro no último parágrafo, mas “VÍRGULA E” existe, por exemplo.
      As atividades em clubes japoneses mostradas em animes são sempre pós-aula. Realmente não lembro de ter visto de outro tipo, por isso coloquei daquele jeito. E eu só posso falar sobre o que nos mostram. Para completar, digo que nunca tive o interesse em afirmar que absolutamente todos os clubes têm atividades pós-aula, mas a maioria tem, por isso cumpri meu papel.
      Meu objetivo nunca foi ser 100% formal. Isso não é um trabalho para faculdade, mas uma crítica PESSOAL para o MEU site, logo, escrevo da maneira que preferir para mostrar a MINHA OPINIÃO aos meus leitores. Daí vem a informalidade.
      As repetições têm o mesmo objetivo que a escrita “não-100%-formal”.
      Você quis colocar um bando de crases e “-se” para me corrigir, mas esses são apenas alternativas. Você pode tanto escrever “quem o largou” como “quem largou-o”, e como estou escrevendo para meus leitores, que não tem um diploma em português, a primeira forma citada se torna melhor em minha opinião, pois não deixa um bando de vogais juntas.
      Ah… Não sei se percebeu, mas acabei de fazer um uso correto de “VÍRGULA E”. Quando se separa orações de sujeitos diferentes, mas ainda há o objetivo de adicionar uma ideia, o uso de “e” após a vírgula se torna mais do que válido.
      Logo no início do meu texto, as primeiras duas orações que usei falavam dos personagens da estória, mas a terceira falava do que NÓS, telespectadores, vemos no anime. Por isso a forma está correta.
      Está certo que errei em vários “VÍRGULA E” no texto, mas uns estão corretos.
      De qualquer forma, obrigado pelas observações. Sempre pretendo melhorar, mas nunca imaginei que alguém faria um comentário desses por aqui.
      Este é um site pessoal sem lucros, que planeja apenas divulgar informação, argumentação e opinião ao público menos perceptivo. Falamos de cultura japonesa, não de português.
      Obrigado novamente e até a próxima.

  7. Ainda não deu tempo de ouvir o cast (poderia ser com spoilers..) mas li o texto e já me trouxe uma base da opinião dessa obra para voces.
    Olha no geral eu tambem dou 8, não é que entre para os melhores ele é bom, a arte para mim é boa, a soundtrack, e o melhor, com o passar do tempo eu não o dropei, o que significa que foi um anime escolar no minimo interessante, o que ta foda hoje em dia.
    Para mim Hyouka segue o mesmo padrão de Gosick (mesmo sendo histórias totalmente diferentes), acaba um misterio, começa outro, e assim vai.. e como voce disse para quem gosta desse genero esse anime é um prato cheio.
    Os personagens poderiam ter um desenvolvimento um pouco melhor, o que deixaria o final bem mais agradavel, porque esse “romance” entre os dois foi trazido de um jeito muito ruim, os dois personagens secundarios lá (não lembro o nome), tiveram uma história mais bem feita em geral.
    Bem, eu recomendo tambem para quem não tiver coisa melhor para fazer.

  8. Ah, aproveitando que falaram de Gosick aí em cima, pretendem fazer review algum dia?
    E, novamente, quando vai sair a review de Mawaru Penguindrum?

  9. Animes por temporada lucram a maior parte por venda de BDs e DVDs e não por pontos de audiência de TV, principalmente se for algo de roteiro original. Se fosse para ter audiência, anime por temporada não era exibido de madrugada, onde nem conseguem pegar 1% de Share.
    Assimilar animes por temporada com animes contínuos é errado.
    Veja os contínuos mesmo, que nem conseguem pegar 2 mil BDs de vendas por volume, nem Hunter X Hunter da MadHouse pega isto em vendas (apesar que a MadHouse não vende nada bem faz anos né)… mas isto não afeta a serie pois tem seu lucro vindo de outras fontes, como audiência (é exibido em horário acessível), porcentagem alta de marketing e afins.
    Animes por temporada são exibidos de madrugada para pegar um publico mais consumidor e acessível à compra de BDs, que são muito caros diga-se de passagem, bem diferente de animes contínuos que focam audiência e tem um horário para um publico mais infantil e que não visa a compra de mídias. Assim sendo, mesmo que as crianças não comprem os BDs, pelo menos elas dão um Share maior que 2%, que é algo muito bom para a TV japonesa.
    A única exceção é One Piece, que vende seus box até que bem, seguindo a media de 20 mil copias por volume, MAASSS apenas DVDs… que são mais baratos de serem produzidos pela produtora do anime.

    Qualidade de animação depende e MUITO do investimento da produtora do anime (Hyouka foi a produtora Kadokawa), não basta ter profissionais de ponta se sua verba é baixa, hora ou outra vai sair um ou dois episódios com uma animação capenga, como aconteceu em Psycho-Pass em 2 episódios e nesta ultima temporada com OreGairu, que também teve 2 episódios com verba extremamente reduzida, foi bem visível.
    É claro que tudo isto é arrumado na versão BD, onde a animação é melhorada e censura retirada dependendo de alguns casos… o que gera outro motivo para o publico a investir na compra de mídias.

  10. Bem realmente me surpreendi com o anime, ela tem um ótimo desenho, uma trilha sonora bem composta e adaptada ao anime, e como pano de fundo os mistérios! Achei um dos melhores que assisti do gênero (principalmente em se tratando da arte), e deixou um gostinho de quero mais, espero apenas que caso isso ocorra (já li em outro site que isso é praticamente impossível, mas não duvido de mais nada), mantenham o mesmo nível!!!
    Parabéns mais uma vez pela review, realmente qdo a li inicialmente e já tendo assistido o amine, fiquei um pouco tenso, pois achei que vcs iriam detonar a obra..kkk
    Grande abraço galera!!

  11. Como vocês falaram, Hyouka é baseado em uma Light Novel. Esses episódios foram baseados nos quatro volumes. No quinto volume ” The Approximation of the Distance of Two”, como o título fala, é da aproximação do Oreki com a Chitanda, a relação dos dois. Então não foi resposta do mercado para os fãs querendo esse casal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s