EMD Cast #121: Review – Shin Angyo Onshi

 

Shin Angyo Onshi

 -> PODCAST <-

Lembrando que recomendamos que baixem nossos podcasts.

Para fazer o DOWNLOAD e/ou ESCUTAR ONLINEMega.
[SPOILERS: 01:13:58 até 01:57:15]

EMD Cast #121_ Review – Shin Angyo O.mp3

(para baixar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “salvar link como”)

 

– Informações Gerais –

Onde baixar: Baka BT (inglês) e Uchiha Scanlator (português-BR – até o volume 5).
Status: terminado.
Volumes: 17.

Para ler mangas online escolham sempre a Central de Mangás!

*Para saber sobre as músicas utilizadas no cast ou caso tenham qualquer dúvida, entrem em contato conosco.

19 pensamentos sobre “EMD Cast #121: Review – Shin Angyo Onshi

      • Terminei de escutar o cast.Não vi o spoiler.Bem legal e vou ler SAO.

        Gostei que vcs citaram no final que haviam poucos mangás bons de fantasia seinens,o que é bem verdade.A pouco tempo estava pesquisando bastante sobre bons mangás seinen desse gênero e meio que concluí que os melhores são Berserk,SAO,claymore e Ubel Blatt,que recomendei a vocês.

        O legal de Ubel Blatt é que é mundo fantástico medieval na certa com tudo que tem direito,de dragões a elfos e ainda trabalha questões políticas bem interessantes,e a premissa parece bastante com a de SAO(personagem mal por aí querendo vingança).Eu só li 3 volumes,então não sei sobre o desenvolvimento disso tudo😦

      • Também existe Evangelion,Devlman,HunterxHunter (não é seinen mas não pode ser classificado exclusivamente como shounen) e Shinkegi no Kyojin (espero ter escrito certo).

        • Evangelion não é fantasia. Devilman não sei, mas não acho que seja o foco. Eles está falando sobre um cenário fantástico, com monstros, mitologia talvez poderes e afins.
          Hunter x Hunter é sim shounen, e Shingeki idem máximo.
          Discordo da lista inteira por estes pontos.

      • 1°Evangelion é fantasia sim mesmo não tendo como foco principal a fantasia em si.
        2°Não considero Hunter x Hunter e Shingeki como shounen pelo aprofundamento psicológico dos personagens,que não acontece com muita nos shounens.
        3°Mesmo que não tenha classificado com exatidão os mangas antes citados,continuo mantendo a indicação pois são dotados de grande roteiro.

        • 1º – O cenário não chega nem perto ao dos outros. Se fosse para Evangelion ser fantasia, qualquer obra pós-apocalíptica com algum monstro seria fantasia. É um sci-fi. Óbvio que existem eventos sobrenaturais, mas como você mesmo disse, eles nunca são o foco. É o mesmo que falar que toda obra de comédia É de comédia, quando a comédia pode ser apenas um artefato usado como adição.
          2º – Hunter x Hunter e Shingeki são obras facilmente entendidas por jovens. O diálogo e narrativa são comuns, tudo é muito explicado e até mesmo os poderes são fáceis de serem entendidos. Shingeki está ainda mais para seinen que Hunter x Hunter, mas as duas obras, mesmo com pessoas morrendo e afins, continuam tendo uma montagem infantil completa, e por isso são shounens.
          3º – Concordo com as indicações, pois são obras diferentes e intrigantes em maioria, mas continuam não sendo obras seinen de fantasia ao meu ver. Pelo menos não com a fantasia em foco, já que o rapaz perguntou colocando Berserk, SAO e Claymore em foco. Neste ponto, a fantasia de Evangelion e o “seinen” de Hunter x Hunter e Shingeki no Kyojin nem se comparam.

        • Não é um incômodo -_- Perdão é o cacete! Puta merda, por que todos acham que fico irritado ou sei lá com uma discussão?! Isso é conhecimento que nós dois estamos ganhando. É interessante ouvir/ler argumentos de outro que defendam um ponto. Adoramos comentários do tipo. Se tiver outros, faça-os. Pretendemos sempre discutir num nível amigável, mas que dê aprendizado aos dois lados da discussão! =)

  1. Putz, sou fanzão de SAO. É realmente incrível como o autor trabalha tão bem o mundo de fantasia de fantasia apresentado. A arte e design dos personagens é do meu agrado, além de combinarem muito com o mundo da obra. Sem falar dos personagens, né? Cada um mais único que o outro e todos muito bem trabalhados. Pra dizer a verdade, essa é com certeza uma das minhas obras preferidas nesse estilo.

    A minha parte preferida é quando o Kirito salva a Asuna do último Boss.

  2. Pô, Akumetsu tem bastante desse pensamento de “qual lado é o certo?” durante a leitura, acho que bem mais do que Death Note.

    Esse é aquele manwa que o Lucas usou algumas páginas no post dele para falar do flashback, certo? Me interessei só pelo Hapkido, vou ler porque sou fanboy do Scorpion. kkkkkkkkkkkk
    Mas sério, 17 volumes é tenso.

    • O Hapki é a parte mais fraca do manhwa, Léo. Os poderes, lutas e guerras são a pior parte de longe. Os menos explicados, mais jogados, sem sentido e com forçação para o “bem” ganhar.
      O interessante mesmo é a arte do autor se juntando a esse tema de “bem vs mal”. É um trabalho de arte e tanto, e é até inspirador em certos pontos, mas lutas em si são lixo completo.

      • Eu realmente me interessei para ler, mas eu ter me interessado pelo Hapkido foi uma piada, pois sou mesmo fanboy do Scorpion. Eu quero mesmo é ver a harmonia com a arte e a narrativa, que pelo que disseram são ótimas.
        E não se preocupe, não manterei as expectativas altas para as lutas, afinal é sábio não esperar muito do que dizem pouco, até porque eu posso me impressionar caso não seja tão ruim para mim quanto eu esperava.
        Pera lá, isso quer dizer que eu já tenho expectativas altas? Viu só as epifanias que nos dão quando começamos a escrever? o.O

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s