EMD Cast #146: Review – Devilman

devilman O podcast desse semana chega em clima pós – apocalíptico .  Depois de muito encher o saco, finalmente, Estupratom convenceu Thomás e Lucas a lerem um dos maiores clássicos dos mangás, uma obra que  influenciou várias obras das próximas gerações, o incrível Devilman .

Estupratom, Thomás, Lucas e Crive se fundem a demônios e entram no hype para discutir esse profundo mangá . Devilman é atemporal ? Porque Go Nagai deveria ser chamado de Go Nagênio ? Porque a guerra de Naruto é um “rolezinho” perto dos conflitos de Devilman ? A arte cumpre seu papel ? A mensagem foi passada corretamente ? Descubra tudo isso e muito mais neste podcast . Deixe seu comentário.

> PODCAST <-

Lembrando que recomendamos que baixem nossos podcasts.

Para fazer o DOWNLOAD e/ou ESCUTAR ONLINE4shared Mega

EMD Cast #146_ Review - Devilman.mp3

(para baixar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “salvar link como”, no link acima)

 

 

Duração : 98min [SPOILERS: 54:45 até 01:18:40]

 

LINKS RELACIONADOS :

[IMAGEM] Devilman – Uso de giz e carvão por Go Nagai

[IMAGEM] Amon:  The Darkside of The Devilman – Devilman e Silen com ótimo character design de Yuu Kinutani (mesmo desenhista de Leviathan)

 

28 pensamentos sobre “EMD Cast #146: Review – Devilman

  1. “Um homem bom se tornar o demônio para salvar a humanidade” me lembrou do Castlevania: LoS, onde o nascimento do Drácula é basicamente isso.
    Eu ouvi recentemente do Demon Lord Dante, só não tinha ideia que tinha algo relacionado ao Devilman. Sequer sabia que era do mesmo autor.

    Belo inicio de podcast! Só que o low pitch no “sou foda” tá muito grave. “Low pitches” de 1/4 soam melhores que de 1/8, exceto se for uma voz um pouco mais aguda.🙂

    • Berserk é uma obra com potencial para se tornar um 10, mas para isso ela vai precisar de um final digno de seu desenvolvimento. O Miura já se provou ser um grande escritor e desenhista, mas eu tenho sérias dúvidas sobre a capacidade ou vontade dele de terminar sua obra. As vezes eu tenho a sensação de que ele não tem certeza de como ele quer desenvolver a parte final da obra.

  2. Concordo. Ele já deixou tantos mistérios pairando sem respostas que eu literalmente perdi a conta e nem lembro mais de quais são os importantes e vão influenciar a estória no futuro. Além disso, lembro ainda menos de quantas cenas ele nos deu prometendo uma explicação e parece ter simplesmente esquecido: a cena dos esqueletos com marcas do sacrifício no castelo de Midland LÁ ATRÁS no Arco do Ouro é a 1ª que me vem a cabeça e deve haver outras que simplesmente não lembro. Acho que o mangá entrou num problema das obras de mistério que é não conseguir administrar o que foi apresentado e chegar a um ponto onde não tem mais como explicar nem retomar o que tinha sido apresentado a muito tempo. Nunca assisti à série, mas tenho medo que aconteça algo parecido com Lost.

    Pra mim, o autor conseguiu chegar em um ponto muito interessante que foi unir humanos e demônios em uma sociedade dominada pelo Griffith, algo que seria o maior reino já feito. Ou seja, o Griffith alcançou seu objetivo ou está muito próximo de alcançá-lo, mas, para isso, ele teve que criar uma nova ameaça, que são as novas criaturas da fantasia, para causar essa união. Isso tudo foi muito interessante… O problema é que o autor não parece saber o que fazer com essas novas criaturas na história e talvez nem saiba para onde ir em geral… Pessoalmente, ver todo o arco do Gutts matando monstros com sua nova turma não só foi meio chato como também, acredito eu, desnecessário e não alterou em nada o plano maior da estória… Em outras palavras, para mim foram capítulos perdidos/sem muita importância no mangá,.

    Espero que ele volte a dar mais atenção para o Griffith, que é muito mais relevante nessa parte da fantasia e só volte para o Gutts quando ele for realmente importante na estória. Enfim, acho que o Miura não está com fôlego ou criatividade a seu favor e espero que essa pausa de Berserk tenha feito bem a ele e que ele volte dando um bom rumo à estória.

    • Falamos no podcast que Amon funciona muito bem como complemento de Devilman, e que para aqueles que ficaram fascinados com o manga como eu, ele é uma obra muito interessante. Além de que ver o design de Yuu Kinutani para os personagens da obra é algo incrível.
      Mas a obra acaba servindo só como complemento e cumpre bem seu papel, por isso não é necessário uma review do manga de Amon. Talvez um comentando, ou algum texto sobre a obra, mas nada como uma review.

    • Completo só em inglês, parceiro: http://www.mangatraders.com/manga/series/581

      Achei o primeiro volume de Amon bem fraco, apesar do character design absurdo esteticamente. O que sustentou a minha leitura foi o cenário. Até agora, é claro, porque ainda estou lendo, mas posso vir a dropar se essa obra não tiver méritos próprios. Posso esperar algo porque tem uma mão do Nagai ali, mas não lerei só porque é Devilman, ele tem que ter algo!

      Vi o mangaupdates que Devilman Lady é uma sequel de Violence Jack, então só lerei ambas se por um acaso Violence Jack for traduzido para ENG ou PT.

      • Se vocês forem no Site Okaeri Scans verão que eles traduziram o restante de Devilman (de onde o Gondai Scans parou) e iniciaram o projeto de Devilman Lady

  3. A única coisa que vi de Go Nagai até agora foi o clássico do ecchi Cutie;Honey. O anime (Re:Cutie Honey) é bem nonsense, parece que foi precursor de Space Dandy. Mas a abertura e o encerramento são legais e o anime é bem melhor que maior parte dos ecchis que vemos hoje em dia.

  4. Qual o nome que toca ao final do cast?
    E queria deixar um comentario a respeito de Devilman, voces viram os ovas? O que acharam? Apos ler o manga eu os vi e achei bastante fiéis a obra.

    • Música : Super-Charger Heaven – White Zombie
      Sobre o OVA, acho que fui o único que vi e achei razoável. O diretor não precisa seguir fielmente a história, entrentanto, ele utilizou muito mal os dois volumes finais dando um foco muito bom apenas no 3 primeiros volumes. O OVA exclui a mensagem pra falar a verdade, mostrando só os conflitos do Akira e do Ryo na primeira parte da obra com algumas cenas do ultimos 2 volumes, não diz nada sobre a humanidade ou da guerra entre dêmonios, humanos e anjos .

  5. Sempre ouvi falar muito bem de Devilman,até li alguns capítulos,mas acabei desistindo;não que eu não tenha gostado da obra ,o caso foi outro ,infelizmente não sou muito bom com o inglês ,a obra em Br está incompleta,além disso ,a tradução do fansuber que encontrei, estava ruim ;acabei abandonando o mangá ,gostaria muito de lê-lo ,mas ,acredito eu ,que dificilmente alguém irá traduzi-lo.

  6. É quase irônico você encontrar essa mensagem tão poderosa contra o ódio num mangá super violento de terror, Devilman é tudo mais um pouco do que vocês falaram mesmo. O dialogo final pra mim foi a cereja do bolo.Tinha que ser prioridade dessas editoras publicar isso aqui. Inveja dos italianos que tiveram edição caprichada em 2013.
    Vocês falando do absurdo do Go Nagai ter feito o mangá em um ano me lembra do Shotaro Ishinomori que dizem desenhava “só” 500 páginas por mês em média. Perto desses caras os de hoje são umas menininhas kkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s