Review – Buddy Complex

Bem pessoal aqui é um dos novos recrutas do EMD. O meu nome é Joaquim, mas podem me chamar de JD. Depois de algum tempo pensado no que fazer no meu primeiro post eu decidi falar sobre Buddy Complex, falando um pouco do anime e sobre o seu final que aconteceu com o lançamento de 2 extras nesta temporada.

Boddy Complex

O anime é uma obra original produzida pela Sunrise, inicialmente tendo 2 temporadas, mas por causa da baixa quantidade de vendas dos DVDs e Blu-Ray da 1ª temporada e de no ano anterior algo parecido ter acontecido com o anime Valvare the Liberator, o estúdio cancelou o anime e lançaram 2 episódios nesta temporada de outubro fechando o enredo.

A história de Buddy Complex é sobre um garoto de 16 anos que acaba sendo enviado a 70 anos no futuro e ao chegar lá ele se envolve em uma guerra entre a Aliança (não, não é a do W.O.W) e a Republica de Zoguilia, tendo que lutar enquanto procura por respostas do porque ele foi enviado ao futuro.

Para deixar as coisas simples eu irei dividir em 3 partes, sendo a última uma visão geral do anime, obviamente sem spoilers.

Vamos começar pela parte boa:

py6nldehxnxs14brwbroBuddy Complex

O anime possui uma animação com bons cenários, boas cenas de luta entre os robôs e um bom CGI que muitas vezes você nem consegue perceber que existe. Ademais, o character design dos personagens são bons em sua maioria e combinam com o que é apresentado de cada um.

A soundtrack, além de possuir uma abertura muito boa e um enceramento ainda melhor (isso varia dependendo do seu gosto), tem trilhas sonoras que combinam com as cenas que elas dramatizam.

A história é bem mediana em vários aspectos sendo o que mais se destaca, pra mim, é a teoria de viagem no tempo e o desenvolvimento dos personagens principais e secundários, que mesmo tendo falhas em certos momentos conseguem em um panorama geral ser bem desenvolvidos, principalmente fora de batalha.

Agora sobre a parte ruim:

A principal parte que me chateia no anime é a inconsistência do personagem principal no campo de batalha, variando desde conseguir matar alguém sem problema algum até ele se preocupar em matar alguém só porque este é um conhecido de um conhecido. Outro ponto ruim são os 2 extras que foram lançados. Na minha opinião, se tivessem feito 4 episódios no lugar de 2 o final teria sido melhor desenvolvido e não pareceria que foi tão forçado quanto foi mostrado.

mt-inc-budcom-13-28cffed9-mkv_snapshot_17-28_2014-04-04_11-15-34

Em uma visão geral o anime é bem mediano, consegue desenvolver bem os personagens apresentados, em sua maioria, além de possuir boas lutas, mas existem momentos que você percebe que forçaram a história em certas partes, principalmente nos extras.

Então, em minha opinião, o anime não deve ser visto esperando mais do que ele pode dar, pra aqueles que estão começando a ver animes do gênero ele é recomendável, entretanto já aviso que existem melhores do gênero e se você estiver em dúvida eu sugiro ver pelo menos os 2 primeiros episódios e se não gostar procure outro.

Ps: Ao meu ver Buddy Complex tem um melhor desenvolvimento, tanto em história quanto em personagens, que Valvare e Gurren Lagann. Com isso eu quero deixar claro que esses 2 animes, pra mim, são algo tão ruim que a única forma de resumi-los com uma só palavra é m****.

 

7 pensamentos sobre “Review – Buddy Complex

  1. Eu curto Gurren Lagann, principalmente pelas lutas e animação.
    Sei que não é uma obra-prima mas da pra assistir.
    Vou dar uma sacada nesse Buddy Complex. Valeu🙂

    • A primeira temporada de Guren Lagan é muito boa. O foda é que a segunda temporada tinha um inicio promissor, mas acabou se tornando somente batalhas de robos gigantes lançando galaxias como shuriken.

    • Cara, não é que eu odeie Gurren Lagann. A 1ª parte (com o Simon criança) pode ser considerada até boa: o Kamina tem bons momentos (mesmo eu não gostando dele na maior parte do tempo); as lutas de robôs são boas na medida do possível (mesmo com a idiotice delas E NÃO LEVE ISSO PRO LADO RUIM! as vezes ser idiota é bom!) e o desenvolvimento do Simon é bom. O problema são certos detalhes que eu não gosto, como a forma que foi forçado (pra mim) o desenvolvimento do Simon em certas partes, como logo depois da morte do Kamina, e momentos que muitas vezes são desnecessários, já que nem servem pra mostrar a passagem do tempo (mais uma vez, minha opinião). Depois disso a 2ª parte começa bem, mas se desenvolve porcamente chegando a certos acontecimentos como o Thomás escreveu, e desta parte a única coisa boa pra mim é o final depois do time skip e só. É por esse motivo, além do fato de eu ter sido forçado a assistir o anime contra a minha vontade, que eu não gosto de Gurren Lagann.

  2. Em primeiro lugar admiro o trabalho de vocês. Gostaria de saber o que posso fazer para fazer parte do Ecchi Must Die? Teria bastante gosto por escrever os textos das críticas ou participar dos podcasts. Estou com tempo para isto( no momento). Aquele abraço.

  3. Sinceramente tanto o final de Valvavre como Buddy foram uma puta decepção pra mim, os animes em si já apresentavam inconsistência, porém o que torna tudo realmente ridículo é que mesmo com a cagada que foi Valvrave a Sunrise tornou a repetir o mesmo erro com Buddy, de confirmarem uma temporada sem avaliar o desempenho financeiro da obra.
    Sinceramente nem acredito que foi esse estudio a produzir Code Geass, porém graças ao céus esse ano teve Sidonia que lavou minha alma com o genero mecha.

    ps: nesses 2 anos criei um gosto por mecha por causa de Guren e apesar de achar que não é tudo que dizem mesmo, não diria que é uma merda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s