Sobre as próximas reviews, a série Como Analisamos e notas.

Como alguns de vocês (espero que muitos) sabem, em nosso podcast de Ore to Akuma no Blues citamos um modo diferente de darmos notas a obras. Em resposta ao Felipe Berardo, crio, então, este post para explicar melhor algumas coisas.

Berardo perguntou se continuaríamos com o método citado no podcast de Ore to Akuma no Blues para darmos notas, já que ele gostou de haver uma ênfase maior na explicação das notas, dando, assim, um “resumo” melhor de nossos pensamentos aos leitores, afinal, notas são apenas isso, um resumo.
O método, para os que não sabem, é muito simples: além da nota normal que já damos, colocaríamos uma classificação de “fraco”, “decente” ou “forte” adicionado à nota. Ex: 8 forte.
É um bom método, porque deixa claro a nossa posição sobre a nota, pois um “8 fraco” mostra que estamos dando 8, mas que não estamos tão seguros com essa nota, diferentemente de um “8 forte”, que seria aquele 8 MUITO BOM, um “8 mais confiante”.

Gostaria de dizer que alguns casts já gravados não apresentam tal método. Casts que serão lançados nesta próxima semana, como os de Love Hina e de Rurouni Kenshin, além do já postado Beck. Mas Beck teve um caso diferente.
Não citamos o caso das notas em Beck porque a obra foi um problemão em geral para analisarmos.
Para mim e para o Lucas a obra obviamente não merece mais do que sete (7). Seria possível darmos um ponto a mais por questão da influência que ela trouxe ao público, principalmente ao brasileiro que procura mais por obras de qualidade, além de toda a influência musical que ela pode causar em muitos, afinal, não é um manga de “pop” ou de “pop rock”. Normalmente citamos essas notas em -1 e +1 como “notas pessoais”. Além de toda a análise que fazemos, damos um ou tiramos um ponto dependendo do quanto essa obra nos influenciou ou foi boa para cada um. O famoso “ponto pessoal” que usamos.
Porém, como poderão notar no podcast de Beck, o Estupratom acabou dando nove (9) de nota para a obra, e isso aconteceu porque uma grande discussão surgiu sobre o assunto, já que, inicialmente, sua nota era na verdade um dez (10). Já foi uma briga para que ele repensasse e desse nove (9), imaginem se fossemos colocar o “fraco”, “decente” e o “forte”.
Para completar, na mesma semana tivemos discussões sérias com todos os membros do grupo para ver o que faríamos com os atrasos, o que faríamos de posts daqui em diante e como analisaríamos arte no geral (pois essa foi a maior complicação ao analisarmos Beck).
O Thomás, por exemplo, era outro que dava dez para Beck.
No final, como o Lucas acabou dando um nove por uma questão de nostalgia e influência extrema – já que a obra o levou a tocar guitarra, além de influencias em seus gostos por mangas, sendo que ele hoje faz parte até de uma banda -, levamos por aceitar a nota do Estupratom, mas como pode ter percebido, por problemas de discussões não pudemos esperar o Thomás tentar reanalisar a obra para que ele participasse do podcast.

Vejam bem, não estou falando isso para falar mal deles ou algo do tipo. É claro que não, longe disso. Mas como um grupo, devemos seguir um padrão de análise. Não está errado eles pensarem em dar dez para uma obra que eu não pense, por exemplo. Notas podem ser diferentes. Porém, como já dito, repito que, como um grupo, devemos manter um padrão de análise.
Imaginem que o Thomás fosse como vários outros sites lixos por aí são (em minha opinião), um crítico de manga que nem sequer se dá ao trabalho de analisar sua arte. As minhas notas e as do Lucas (principalmente) seriam altamente conflitantes com as dele. O público não entenderia. Imaginem Molester Man ou Onani Master Kurosawa. Eu e Lucas daríamos no máximo um 8, mas provavelmente um 7, enquanto o Thomás daria um 10. Não faria sentido algum. O público não entenderia. Mas ainda estou dando um exemplo simples. Imaginem que isso acontecesse com uma obra “mediana”. Imaginem alguém do grupo dando 7 e outro dando 4 (os mesmos 3 pontos de diferença). Que sentido isso faz? Um no grupo achar ruim (4) e outro achar bom (7)? É uma diferença gigantesca entre notas para pessoas que seguem um mesmo padrão de análise. Repito: para pessoas que seguem um mesmo padrão de análise. Não estou dizendo que é incoerente eu achar uma obra boa e você, leitor, achá-la ruim, pois você pode analisar obras de forma totalmente diferente da minha, mas como um grupo, repito que devemos manter um padrão, mínimo que seja.
Para os que não entenderem o que estou falando sobre análise de arte, é muito simples. Lançamos um podcast da nossa linha de Como Analisamos para lhes mostras como analisamos arte em quadrinhos e séries animadas. É mais do que lógico que seguemos o que citamos nesse post, afinal, nele está a nossa maneira de analisar arte. Porém, muitos do grupo não estavam dando grande atenção à arte de quadrinhos em geral.
Esperem por mais casts da série Como Analisamos, pois neles citaremos sempre nossa maneira fixa de analisarmos tudo sobre mangas e animes.
Por esses motivos, estaremos mudando várias de nossas notas (algumas de peso) em reviews do site. Então, não achem estranho caso em algum podcast falemos uma nota 9 e no texto da review a nota apareça como um 7 e uma indicação de que ela foi modificada pós-podcast.
Pretendemos refazer alguns podcasts no futuro, como os de Sun-Ken Rock e de Shingeki no Kyojin, por exemplo, ou por terem sido mal feitos (caso de Shingeki no Kyojin) ou por conterem opiniões completamente às avessas do que pensamos hoje (caso de Sun-Ken Rock). Mas em grande parte apenas mudaremos nossas notas ao final das reviews, colocando uma nota indicando que elas foram modificadas, e na página de Ranking de Melhores Obras, página essa que, para pessoas que procuram por boas leituras, deveria ser a página mais visitada do site por elas.

Mas, sim, continuaremos com a ideia do “fraco”, “decente” e “forte”, pois achamos que isso facilitará o entendimento de todos sobre nossas notas daqui para frente.

Sobre os atrasos recentes e a falta de atividade no site, o Estupratom fará um post no domingo à noite explicando tudo o que faremos a partir da próxima semana.

Nos vemos hoje à noite (ou amanhã de manhã) em nossos lançamentos de mangas. Hoje voltamos com “City em dobro” e mais Santuário!

Até a próxima.

Notícias EMD – Mangakas famosos voltando a ativa, muitos cancelamentos e anúncios.

Dae pessoal, aqui é o Estupratom trazendo mais um post de notícias.

Como vocês já devem saber, o Ecchi Must Die retornou de uma folga de duas semanas, trazendo posts diários. Já lançamos oficialmente o EMD Games, onde pretendemos lançar entre um a três vídeos por semana, começamos o especial Dupla Semana Musical, em que lançaremos reviews de diversas obras que trabalham música. Em breve lançaremos mais um Melhores e Piores e pretendo trazer a próxima edição do Cerveja e Manga no início de setembro.

noticias 5

Como o post de notícias acabou atrasando, seu conteúdo foi acumulando conforme os dias passavam. Esse deve ser um dos maiores posts de notícias que já fiz, com cerca de 53 notícias. No post vocês poderão ver novidades sobre o jogo J-Star Victory Versus, filmes, mangas novos de autores consagrados, animes espirados em obras de um autor brasileiro, informações sobre o novo manga de Shingeki no Kyojin, novidades sobre os lançamentos nacionais, informações e opiniões sobre 11 mangas que serão concluídos,  informações e opiniões sobre 11 mangas inéditos anunciados, retornos de hiatus, novos animes anunciados com potencial e um pouco de ódio devido a obras lixo que receberão anime na próxima temporada.

Continuar lendo

Ranking Semanal EMD #6 – Assassinato Inesperado e Enxofre desgraçado.

Fala, pessoal! Aqui é o EMD novamente trazendo mais um ranking semanal para vocês.

Nesta semana nós temos o retorno do manga Zetman que estava em hiatus há meses, além da volta de qualidade fantástica em Chihayafuru e de surpresas em Assassination Classroom e no anime de Shingeki no Kyojin.

ranking semanal 6

Fora isso, voltamos com Sora wa Akai Kawa no Hotori (ou Anatolia Story). Pensamos em parar de comentar sobre a obra, mas como percebemos que alguns de nossos leitores se interessam/já conhecem o título, resolvemos voltar a comentar dele. A partir desta semana comentaremos de todos os capítulos lançados na semana de acordo com os lançamentos daqui do site.

Comentamos também sobre o quinto volume de Shin Angyo Onshi. Esse será o último volume comentado por nós no ranking semanal, mas faremos uma review da obra com toda a certeza em um futuro próximo.

Continuaremos a adicionar obras ao ranking, mas no momento o Trilles está gastando todo seu tempo na edição de podcasts e no novo projeto que começaremos aqui no site, recomendado é insistido por vocês.

Alguns dos textos do ranking ficaram bem grandes, mas todos são bem explicativos e apresentam bem nossas impressões sobre a obra.

Continuar lendo

EMD Cast #84: Melhores e Piores – Abril/2013

Olá a todos!

Só gostaria de lembrar que este post está focado nas obras que alguns de nós (às vezes apenas um integrante do grupo) viram/leram neste mês. A obra não necessariamente foi lançada há pouco tempo. Inclusive, há um anime muito antigo na lista que foi lembrado por nosso membro Carlos, que o está revendo agora.

Falamos sobre vários animes, vários mangas, de todos os gêneros e classificações demográficas. Saibam que o título de “melhor” na lista, pode corresponder apenas às opiniões de um único membro do grupo, e para entender completamente os porquês das posições da lista, escutem ao podcast, pelo menos das obras que são do seu interesse!

Lembrando que nem todas as obras são, literalmente, as piores ou melhores do mês em nossas opiniões. Elas podem estar na lista pois decaíram muito neste mês (mesmo ainda sendo boas), ou que nos decepcionaram.

Sejam bem vindos ao Melhores e Piores de Abril/2013!

Continuar lendo

Ranking Semanal EMD #4 – Hitler é o nosso Pai e Criador!!

Fala, pessoal, aqui é o EMD novamente com mais um Ranking Semanal para vocês.

Nesta semana temos dois mangas novos adicionados ao ranking semanal. Um deles é um one-shot shoujo chamado Tsuki to Himawari, e o segundo é Masamune-kun no Revenge, um shounen que fugiu um pouco dos padrões e clichês atuais.

rank S EMD 4

Nesta semana vocês verão Uchuu Kyoudai voltando com tudo, Rookies e Shin Angyo Onshi e suas artes melhorando cada vez mais, Hunter x Hunter mantendo sua qualidade, Drifters e Sanctuary melhorando em seus novos capítulos editados por nós, e muito mais!

Além disso, já nesta quinta-feira vocês terão a nossa incrível Season Review, onde comentamos sobre todas as obras, animes que estão sendo lançados nesta temporada e seus mangas. E por isso, já no próximo ranking semanal faremos a adição dos animes que nos interessaram desta temporada.

Agora fiquem com o ranking:

Continuar lendo

Ranking Semanal EMD #2 – DALE CAPETA!!!!!

Fala galera! Nesta semana, continuamos o trabalho com o novo ranking semanal, que junta a opinião de todos do grupo, separadas por várias obras, essas sendo colocadas em ordem de preferência por nós.

Não se enganem. Nosso objetivo sempre foi o de trazer o maior e melhor conteúdo possível para vocês, com as melhores críticas possíveis. O ranking da semana passada apresentou sim alguns problemas, mas eles serão resolvidos logo, quando formos postando mais rankings. Neste, os textos em geral já melhoraram e novas obras foram adicionadas. Estas são: Sun-Ken Rock (que tinha sido dropada pelo Estupratom), Highschool of the Dead (após anos de hiato), Shin Angyo Onshi (que terá comentários sobre seus três primeiros volumes), Igyoujin Oniwakamaru (que terá comentários sobre seu primeiro volume e talvez o segundo) e Sora wa Akai Kawa no Hotori (nosso novo projeto que já recebeu uma review no passado).

ranking semanal EMD 2

Tivemos boas surpresas nesta semana, e alguns cânceres. Resolvemos deixar os textos um pouco maiores, porém com mais informação, então peço que por favor comentem ao final dizendo o que estão achando da evolução deste novo formato.

Não se esqueçam de darem uma olhada nos títulos de MVP (Most Valuable Player – “Melhor personagem”, no caso), Imbecil e Imprevisível da Semana, pois sempre escolhemos personagens bem interessantes/marcantes para tais posições. Então é isso. Fiquem com o novo Ranking Semanal EMD:

Continuar lendo

EMD Cast #78: Melhores e Piores – 1º Trimestre/2013

Galera, muita coisa aconteceu nesta semana nos bastidores do EMD. Estamos com muitos planos para o futuro, muitos casts e projetos novos à caminho, gravaremos vários deles na maratona de casts (a segunda) que faremos neste feriado, e um desses projetos é a volta (merecida) do Melhores e Piores!

Neste cast comentamos de todas as obras que marcaram este primeiro trimestre que está acabando de 2013. Falamos sobre vários animes, vários mangas, de todos os gêneros e classificações demográficas. Saibam que o título de “melhor” na lista, pode corresponder apenas às opiniões de um único membro do grupo, e para entender completamente os porquês das posições da lista, escutem ao podcast, pelo menos das obras que lhes interessarem!

É isso. Fiquem com o maior cast do ano até então: o Melhores e Piores do 1º Trimestre/2013!

Continuar lendo